Páginas

quinta-feira, 7 de maio de 2020

Empresa declarada inidônea pelo TCU é a mesma denunciada por vereadores por venda suspeita de medicamentos à Araioses

Por Marcio Maranhão 
Em fiscalização na sede da secretaria de saúde de Araioses, os vereadores Arnaldo Machado, Abigail e Ingram, esbarraram com várias notas fiscais da empresa Droga Rocha Distribuidora de Medicamentos Ltda, que em análise rápido, chamou a atenção apenas o fato das notas terem sido emitidas na capital Piauiense Teresina, no final da tarde, às 17:59 e carimbadas como recebida no mesmo dia em Araioses, 368 km de distância. Fato no mínimo curioso, que nos motivou a uma rápida pesquisa sobre tal empresa, onde é possível facilmente observar que a mesma foi declarada inidônea para licitar com a administração pública pelo Tribunal de Contas da União –TCU. 

O TCU, que publicou o acórdão no dia 1 de março de 2017, tornou a empresa inidônea por três anos em decorrência de irregularidades praticadas no Pregão Presencial, cujo objeto foi o registro de preços para aquisição de medicamentos, correlatos e materiais odontológicos. 

O Acórdão que declarou a inidoneidade da Droga Rocha tem validade no âmbito de toda Administração Pública, seja federal, estadual ou municipal, em razão, principalmente do relevante interesse público que permeia a matéria. No entanto, entre 2014 até meados de 2019, a empresa, que fica localizada em Teresina (PI), faturou milhões em acordos contratuais em dezenas de prefeituras maranhenses, entre elas, a prefeitura Municipal de Araioses.

Questionada sobre essa e outras denúncias contra sua gestão à frente da pasta, a secretária de saúde preferiu ignorar nossos pedidos.

Confira o acordão do TCU:

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...