Páginas

terça-feira, 27 de junho de 2017

Por onde se escondem os camisas verde e amarelo, onde se encontram os batedores de panela?

Por Marcio Maranhão
Imagem relacionadaNo Brasil não existe moral, nossa indignação se limita a insatisfação das nossas próprias demandas pessoais. Todo político do partido adversário é corrupto e merece está na cadeia. Político bom é somente do meu lado, independentemente da sua conduta criminosa, que mesmo filmada e gravada não passa de uma armação, ou passa por tantos outros argumentos criados à medida que se revelam os fatos e por isso merece uma ampla defesa, uma olhada com mais carinho e quem sabe até o engavetamento do processo.

Em um pais onde se prefere o extremismo preguiçoso do bandido bom é bandido morto, desde que não seja da minha família, porque se for é inocente e perseguido injustamente, não se tem compromisso com a verdade, nem com a moral e tão pouco com o que é ou deixa de ser justo. Derrubar o político do partido adversário, ver o inimigo na lama é a única missão. Então se a desgraça continuou ou aumentou, isso não é mais problema nosso porque já fizemos a nossa parte.

"Aos amigos os favores, aos inimigos, a lei." – Maquiavel

"Nenhum outro povo cuida dos amigos tão bem como a gente" - Caramuru

1ª EDIÇÃO: Campeonato Araiosense de Beach Soccer categoria Sub 20

Por Marcio Maranhão

Promovido pela Associação Araiosense de Beach Soccer – AABS, a primeira edição do Campeonato Araiosense de Beach Soccer categoria Sub 20 terá sua abertura neste sábado dia 1º de julho, às 16 horas no campo do Bairro Alto São Manoel, e reunirá as melhores equipes da região, com elencos compostos por jogadores que são destaques tanto em Araioses como em vários outros municípios da região.

A competição terá 9 equipes disputando a facha de campeão, como BFC de Barreiras, Conjuntos, Curitiba de Aldeia, Flamengo de Barreirinhas, Íbis de João Peres, Internacional de João Peres, Real City de Araioses, Schalke 04 e Tupã de Carnaubeira. 

Segundo o presidente da AABS, James Dean Souza França, o campeonato promete muitas emoções aos desportistas araiosenses e quem mais quiser prestigiar o evento realizado pela entidade, que traz mais uma competição para o calendário esportivo do município com o objetivo de promover práticas saudáveis e dar opções à juventude que hoje é assediada pela crescente criminalidade em nossa cidade. A grande final está marcada para o dia 30 de julho no mesmo campo do Alto São Manoel, e em breve a associação que também promove outras competições, como o Campeonato Araiosense Feminino de Beach Soccer e o Circuito Maranhense de Beach Soccer, trará o calendário dos próximos eventos.

Datinha - defendendo a seleção brasileira
O esporte nessa modalidade vem crescendo na região e já foi responsável por revelar grandes talentos do cenário nacional, como o jogador Datinha, natural de Tutoia que joga pela Seleção Brasileira de Futebol de areia e já defendeu a camisa de grandes clubes como o Barcelona, e sempre prestigia as competições locais inclusive jogando por times araiosenses.

Sobre a competição feminina em especial, os preparativos para segunda edição já estão acontecendo e logo novidades serão levados ao conhecimento dos torcedores e dirigente dos times, concluiu por mensagem à nossa redação, James Dean, presidente da Associação Araiosense de Beach Soccer – AABS.

MÍDIA CONSEGUE ALGO INÉDITO: UM PRESIDENTE DENUNCIADO POR CORRUPÇÃO

247 - As capas dos maiores jornais do Brasil nesta terça-feira não deixam dúvidas: o golpe afundou o Brasil em uma crise não só econômica, mas também de moralidade política. 

Pela primeira vez na República, o Brasil tem um ocupante da presidência, Michel Temer, denunciado por corrupção em pleno exercício do cargo.

Apoiadora e uma das responsáveis pelo golpe, a grande imprensa não teve outra saída a não ser noticiar o fracasso da coalizão golpista que colocou no poder.

Depois de colocá-lo no Planalto, a elite brasileira ainda não encontrou uma forma de se libertar desse pesadelo

segunda-feira, 26 de junho de 2017

A mando de Sarney e do PMDB, João Alberto arquiva pedido de cassação de Aécio

A mando do ex-senador José Sarney e do PMDB, o presidente do Conselho de Ética do Senado, João Alberto Souza (PMDB-MA), informou nesta sexta-feira (23) ter arquivado o pedido de cassação de Aécio Neves (PSDB-MG). “Decidi arquivar porque não achei elementos convincentes para processar o senador”, afirmou.

Em seguida, João Alberto acrescentou: “Me parece que fizeram uma grande armação contra o senador Aécio. Fizeram com que ele entrasse naquilo, inclusive, de acordo com a Polícia Federal. Eu não vejo motivo, não me convence, pedir cassação de um senador eleito por milhões de votos em função de uma armação feita com o senador”, declarou.


João Alberto é aliado do ex-senador José Sarney que, por sua vez, é amigo de Aécio Neves. Aécio mantém, ao longo dos anos, uma sólida amizade com Sarney. No aniversário do político maranhense, comemorado no dia 24 de março, Aécio fez questão de comparecer e tirar fotos ao lado do velho amigo. Sarney, inclusive, votou em Aécio para Presidente da República. Os dois cultivam um excelente relacionamento pessoal e político e, por isso, Sarney faz de tudo para livrar a cara do amigo tucano, a começar pedindo para João Alberto abafar o caso no Senado.

O Informante revelou com exclusividade na semana passada que um pacote nacional vem sendo costurado em Brasília para a salvação do mandado do senador Aécio Neves, e que envolve a Comissão de Ética do Senado, presidida por João Alberto, aliado de José Sarney. Além da costura nacional, para que o PSDB permaneça com Michel Temer, haveria uma tentativa de, no Maranhão, tirar o partido da base de apoio do Governo Flávio Dino e levá-lo para o grupo Sarney, em troca de todo esforço de João Alberto, na Comissão de Ética, para salvar Aécio Neves.

Mesmo com a decisão de João Alberto de arquivar o processo contra Aécio Neves, qualquer integrante do conselho pode recorrer ao plenário, em até dois dias úteis, desde que conte com o apoio de cinco parlamentares.

Há cerca de duas semanas, a colunista do G1 Andréia Sadi informou que, com o objetivo de manter o PSDB no governo, interlocutores do presidente Michel Temer sinalizaram aos tucanos que apoiarão um candidato do partido na eleição de 2018 e poderiam atuar no Conselho de Ética para salvar o mandato de Aécio.

O pedido de cassação do mandato do senador Aécio Neves foi protocolado pela Rede Sustentabilidade e pelo PSOL, com base na delação dos executivos da JBS. Na conversa, gravada no dia 24 de março deste ano e divulgada em 19 de maio, Aécio pediu R$ 2 milhões ao empresário para pagar advogados que fazem sua defesa nos inquéritos referentes à Operação Lava Jato.

Segundo o Ministério Público Federal, Aécio Neves agiu em conjunto com o presidente Michel Temer para barrar as investigações da Operação Lava Jato. Com base nas delações da JBS, o Ministério Público denunciou Aécio pelos crimes de corrupção passiva e obstrução de Justiça.

John Cutrim

Luciana Trinta tem seus direitos políticos cassados

Foi condenada ainda ao ressarcimento integral do dano causado ao erário no valor de R$158.868,00

Luciana Trinta
A ex-prefeita Luciana Trinta foi condenada a perder seus direitos políticos por um período de oito anos e devolver a União o valor de R$158.868,00 por danos causados ao erário público.

A sentença cabe recurso e foi proferida dia 13 de junho pelo Juiz Federal, Clodomir Sebastião Reis.

Condenados foram também os ex-secretários municipais de saúde, Silvia Maria Frazão de Souza (período de 01/01/2009 a 20/03/2009), Antônio Cleto Pinheiro Junior (período de 22/03/2009 a 08/07/2009) e Doralina Marques de Almeida (período de 09/07/2009 a março de 2010.

Histórico do processo
Trata-se de Ação Civil Pública por ato de improbidade administrativa ajuizada pelo Ministério Público Federal contra a ex-prefeita de Araioses Luciana Marão Félix – Luciana Trina.

Consta da inicial que a ex-prefeita do Município de Araioses, Luciana Marão Félix, e os ex-secretários municipais de saúde, Silvia Maria Frazão de Souza, Antônio Cleto Pinheiro Junior e Doralina Marques de Almeida na qualidade de gestores de recursos federais repassados pelo Sistema Único de Saúde (SUS), praticaram atos de improbidade administrativa, causando prejuízos ao erário e violando os princípios da administração pública.

Na ação do MPF diz que Ministério da Saúde, através do Departamento Nacional de Auditoria do Sistema Único de Saúde (DENASUS) constatou que, no período de janeiro de 2009 a março de 2010, foram repassados recursos para o pagamento de odontólogos, no montante de R$117.600,00. Todavia, somente houve a comprovação de despesas em relação ao valor de R$ 32.400,00 (Constatação n. 150517 do 2º Relatório Complementar de Auditoria n. 9871).

Afirma que, no mesmo período (janeiro de 2009 a março de 2010), foi constatada a inexistência de pagamento para o total de Agentes Comunitários de Saúde cadastrados no Sistema de Informação da Atenção Básica – SIAB (116 agentes), causando um prejuízo de R$73.668,00 (Constatação n. 154992).

Luciana Marão Félix apresentou contestação. O juiz, no entanto, em relação a Luciana Marão Félix, declarou a SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS, pelo prazo de 8 (oito) anos, bem como PROIBI-LA DE CONTRATAR COM O PODER PÚBLICO OU RECEBER BENEFÍCIOS OU INCENTIVOS FISCAIS OU CREDITÍCIOS, DIRETA OU INDIRETAMENTE, AINDA QUE POR INTERMÉDIO DE PESSOA JURÍDICA DA QUAL SEJA SÓCIA MAJORITÁRIA, pelo prazo de 05 (cinco) anos, tudo a contar da data do trânsito em julgado do presente decisum. Condeno, ainda, a Requerida ao RESSARCIMENTO INTEGRAL DO DANO CAUSADO AO ERÁRIO (R$158.868,00), em solidariedade com os ex-secretários no que tange aos valores repassados a maior na gestão de cada um deles.

Para fazer o download da sentença clique AQUI

Daby Santos

domingo, 25 de junho de 2017

É NESTA SEGUNDA FEIRA 26: INAUGURAÇÃO ATACAREJO MELO JOÃO PERES


João Peres e região ganhará mais uma opção na hora das compras, será inaugurado nesta segunda feira dia 26 o Atacarejo Melo – João Peres, com a promessa de vender tudo mais barato e oferecer o melhor atendimento tanto no varejo quanto no atacado.

Com duas unidades, uma em Araioses e agora em João Peres, as lojas que atendem no varejo servirão de vitrine para o atacado, expondo as marcas e produtos trabalhados pelo Comercial Melo, que ainda conta com dois caminhões baú para distribuir muita mercadoria nas mais diversas regiões de Araioses e outros municípios vizinhos. 

O horário de atendimento será das 6 às 20 horas, sem intervalo para almoço. Terá muitas promoções de inauguração e nas compras à partir de R$ 20,00 os clientes receberão um cupom para concorrer a um fogão quatro bocas novinho.




quinta-feira, 22 de junho de 2017

STF ABRE NOVO INQUÉRITO CONTRA AÉCIO NEVES POR LAVAGEM DE DINHEIRO

LULA MARQUES
Agência Brasil - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Marco Aurélio decidiu hoje (22) abrir um novo inquérito relacionado ao senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) pelo crime de lavagem de dinheiro. O pedido de abertura foi feito pela Procuradoria-Geral da República (PGR), após o parlamentar já ter sido denunciado por corrupção.

De acordo com a PGR, o novo inquérito deve apurar suposto recebimento pelo senador afastado de mais de R$ 60 milhões em propina, por meio de notas fiscais frias da JBS.

Denúncia anterior
Na primeira denúncia, Aécio é acusado dos crimes de corrupção e obstrução da Justiça. A procuradoria acusa o senador afastado de solicitar R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, um dos delatores da JBS.

Sobre a acusação de obstrução da Justiça, Janot sustenta que o senador afastado tentou embaraçar as investigações da Operação Lava Jato, na qual também é investigado, ao "empreender esforços" para interferir na distribuição dos inquéritos dentro da Polícia Federal. Ao fim, o procurador solicitou ao STF que Aécio e sua irmã sejam condenados ao pagamento de R$ 6 milhões por danos decorrentes dos casos citados de corrupção.

Após ser denunciado, a defesa do senador afastado disse que recebeu "com surpresa a notícia" da denúncia. "A defesa lamenta o açodamento no oferecimento da denúncia e aguarda ter acesso ao seu teor para que possa demonstrar a correção da conduta" de Aécio.

Com o fim do tradicional festival de quadrilha de Araioses, internautas não perdoam e detonam Cristino

Em um banner divulgado nas redes sociais, internautas ironizam o fim do tradicional festival de quadrilha de Araioses e a ausência total de apoio aos grupos folclóricos e movimentos culturais do município.


FACHIN LIBERA INQUÉRITO E JANOT TEM CINCO DIAS PARA DENUNCIAR TEMER

247 – Carimbado como corrupto pela Polícia Federal e apontado como chefe da "maior e mais perigosa" organização criminosa do País pelo empresário Joesley Batista, Michel Temer deverá ser denunciado dentro de cinco dias úteis pelo procurador-geral Rodrigo Janot.

Isso porque o ministro Edson Fachin, confirmado nesta quinta-feira como relator das delações da JBS, liberou para o Ministério Público o inquérito sobre o caso, abrindo o prazo para a apresentação da denúncia.

"O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Edson Fachin enviou nesta quinta-feira (22) à PGR (Procuradoria-Geral da República) cópia do inquérito contra o presidente Michel Temer (PMDB) que apura suspeitas dos crimes de corrupção, obstrução de Justiça e organização criminosa. Assim que a Procuradoria for intimada da decisão, começa a contar o prazo legal de cinco dias para que seja apresentada, ou não, a denúncia contra o presidente. Fachin também determinou que a Polícia Federal conclua o relatório final sobre o caso e as perícias sobre o áudio da gravação entre o presidente e o empresário Joesley Batista, um dos donos da JBS", informa o jornalista Fábio Amorim.

Temer deverá ser denunciado por corrupção passiva, organização criminosa e obstrução judicial; desde o estouro do caso JBS, sua aprovação, que já era baixa foi a quase zero – hoje, ele é aprovado por apenas 2% dos brasileiros.

Denúncia da PGR pode sacramentar o fim do golpe que quebrou e desmoralizou o Brasil.

NO TWITTER, INTERNAUTAS IRONIZAM VIAGEM DE TEMER À EUROPA

247 - A desastrosa viagem de Temer à Europa continua a ser criticada e ridicularizada nas redes sociais. Depois de ser recebido pelo sub do sub de Putin na Rússia, Temer levou um "puxão de orelha" na Noruega por conta da péssima política ambiental brasileira. Nesta quinta-feira (21), o governo norueguês anunciou um corte de 50% no Fundo de Preservação da Amazônia.

No Twitter, um internauta definiu a atuação de Temer com ironia: "Lá se vai o Temer na Noruega, o país com menor índice de corrupção no mundo, pedir investimentos no Brasil. É o mesmo que um caminhão de rapariga ir a Roma pedir ao Papa uma ajuda para ampliar o cabaré. Mais ou menos por aí".

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A médica Ilvanete Tavares Beltrão, emitiu nota à nossa redação esclarecendo que as informações publicadas por nosso blog em 20 de junho do corrente, que tratava da reabertura do Hospital Regional de Araioses pelo Governo Flavio Dino não condizem com a realidade.

A matéria com o título “Governador Flávio Dino reabre o Hospital Regional de Araioses”, teve por base informações divulgadas em matérias de sites institucionais do governo do estado e da secretaria de saúde do Maranhão, que por ocasião da inauguração e entrega da unidade de saúde de Araioses publicou em seus respectivos veículos.

Em nota encaminhada à nossa redação, a médica que atualmente é assessora técnica no governo do prefeito Cristino desmente o noticiado anteriormente e afirma que nem hoje e nem na época da inauguração ocupou o cargo de diretora Clinica do Hospital Regional de Araioses. Estando na cerimônia, como explicita as fotos da inauguração, apenas como convidada.

Nossa redação em cumprimento ao que preceitua a legislação e em observância a verdade e legalidade publica na integra abaixo a nota de esclarecimento da senhora Ilvanelte Tavares Beltrão. 



Esclarece que as informações constam em sites do governo do Maranhão e estranha somente agora a interessada vir a público contradizer o que foi amplamente divulgado e é até a presente data, nos portais supracitados como exemplificados aqui.






quarta-feira, 21 de junho de 2017

TEMER SÓ É APROVADO POR 2% E 87% QUEREM DIRETAS

247 – Pesquisa realizada pelo DataPoder360 com 2.096 brasileiros entre 17 e 19 de junho, divulgada nesta quarta-feira 21, revela a avaliação negativa histórica que alcançou o governo de Michel Temer.

Apenas 2% dos entrevistados consideram o atual governo positivo, enquanto 75% o rejeitam (aumento de 10 pontos percentuais em relação à pesquisa de maio). A renúncia ou a cassação do peemedebista é o desejo de 79% dos brasileiros. Para 76%, a absolvição de Temer no julgamento do TSE foi um erro.

Em caso de queda de Temer, 87% dos brasileiros preferem eleições diretas, ou seja, querem escolher o próximo presidente. As eleições indiretas, pelas quais deputados e senadores escolheriam o substituto para comandar o Palácio do Planalto, é a preferência de apenas 4%.

O esfacelamento proclamado por Daby, virou feitiço contra Cristino


Os 40 cabides e um abraço generoso dessa vez não deu certo e com o barco afundando, a única coisa que está se esfacelando é o governo de Cristino. 

Com uma sociedade que se interessa cada dia mais por política e a vida das lideranças sociais do município, quem pensa em seu futuro político quer mais é estar longe de Cristino, que mesmo sendo prefeito, até o governador em plena campanha para reeleição quer distância.

Após desdenharem de Felipe Pires e Denis de Miranda, anunciado inclusive pelo blogueiro de Cristino com ar de quem já vai tarde, os dois quase ex-queridinhos, com a derrocada na negociação com Alex e Oziel, tem tudo agora para voltarem a ser paparicados pelo governo dos Gonçalves.


O problema é que tanto Felipe, quanto Denis são nomes em potencial para 2020 e sua vinculação ao governo de Cristino deve ser muito bem compensada, a ponto de suprimir o desgaste e a pressão popular. Mas como Cristino atira com pólvora alheia, isso não deve ser nenhum problema!

FACHIN VENCE 1º ROUND, MAS GILMAR VAI TENTAR ANULAR DELAÇÕES DA JBS

247 - O ministro Gilmar Mendes questionou, em sessão desta quarta-feira 21 no Supremo Tribunal Federal, se acordos "flagrantemente ilegais" podem ser homologados, seja monocraticamente, seja pelo plenário. Com a posição, ele tenta derrubar as delações da JBS, que atingem diretamente Michel Temer e o senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG).

A Corte julga os limites da atuação dos juízes que são responsáveis pela homologação das delações premiadas. O relator, Edson Fachin, votou mais cedo contra a revisão dos termos do acordo de delação premiada da JBS. Ele também se posicionou pela sua permanência na relatoria das delações da empresa. O ministro Alexandre de Moraes votou com o relator.

Em aparte, Gilmar afirma que não é possível "legislar" no acordo, criando punições que não existem, que não estão na lei. Ele citou outros casos constantes dos acordos de colaboração premiada. "Está se reescrevendo a lei? Pode. A procuradoria está ocupando o lugar do legislativo?", questionou. "A procuradoria pode muito, mas pode tudo?", perguntou ainda.

Segundo ele, o Supremo precisa "esclarecer o que se pode fazer". Em sua avaliação, nos casos das delações, "está se reescrevendo a lei", com "aplicação de pena sem intervenção judicial".

A sessão foi suspensa às 18h25 após o voto de Moraes e será retomada nesta quinta-feira às 14h.

Leia mais na reportagem da Agência Brasil:

No STF, Fachin vota contra revisão da delação da JBS

André Richter - O ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Edson Fachin votou hoje (21) contra a revisão dos termos do acordo de delação premiada da JBS. Segundo o ministro, na fase de homologação, cabe ao Judiciário verificar somente a legalidade do acordo, sem interferência nos benefícios da delação e nas declarações dos investigados ao Ministério Público. Fachin também votou pela sua permanência na relatoria das delações da JBS.

No entendimento do ministro, a validade do acordo só pode ser analisa pelo juiz ao final do processo, no momento em que a sentença for proferida. "Como todos sabemos, o colaborador é, antes de tudo, um delituoso confesso, e, portanto, não se atesta qualquer idoneidade nessas declarações", disse Fachin.

A Corte julga nesta tarde os limites da atuação dos juízes que são responsáveis pela homologação das delações premiadas. Após o voto do relator, devem votar os ministros Alexandre de Moraes, Luís Roberto Barroso, Rosa Weber, Luiz Fux, Dias Toffoli, Gilmar Mendes, Ricardo Lewandowski, Marco Aurélio, Celso de Mello e a presidente, Cármen Lúcia.

O julgamento foi motivado por uma questão de ordem apresentada pelo ministro Fachin, relator dos processos que tiveram origem nas delações da empresa. Os questionamentos sobre a legalidade dos acordos da JBS foram levantados pela defesa do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, um dos citados nos depoimentos dos executivos da empresa.

As delações premiadas assinadas com investigados na Operação Lava Jato e nas investigações envolvendo a JBS estão baseadas na Lei 12.850/2013, conhecida como Lei das Organizações Criminosas. De acordo com o Artigo 4º da norma, o acordo deve ser remetido ao juiz para homologação. Cabe ao juiz verificar a regularidade, legalidade e voluntariedade da delação.

Leia reportagem anterior da Agência Brasil:

O Supremo Tribunal Federal (STF) começou na tarde desta quarta-feira 21 a decidir sobre a validade dos acordos de delação da JBS, firmados com o Ministério Público. Na sessão, os ministros vão discutir os limites da atuação dos juízes que são responsáveis pela homologação das delações premiadas.

O julgamento foi motivado por uma questão de ordem apresentada pelo ministro Edson Fachin, relator dos processos que tiveram origem nas delações da empresa. Os questionamentos sobre a legalidade dos acordos da JBS foram levantados pela defesa do governador de Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, um dos citados nos depoimentos dos executivos da empresa.

As delações premiadas assinadas com investigados na Operação Lava Jato e nas investigações envolvendo a JBS estão baseadas na Lei 12.850/2013, conhecida como Lei das Organizações Criminosas. De acordo com o Artigo 4º da norma, o acordo deve ser remetido ao juiz para homologação. Cabe ao juiz verificar a regularidade, legalidade e voluntariedade da delação.

A questão que deverá ser debatida é a possibilidade de o magistrado avaliar o mérito das acusações, não só o cumprimento das formalidades para homologação, além dos benefícios concedidos pelo Ministério Público aos delatores.

Em maio, as delações da JBS foram homologadas por Edson Fachin. Em um dos depoimentos, Joesley Batista confirmou que a empresa usou doações oficiais para pagar propina a políticos, que deram contrapartidas para beneficiar a empresa.

Em depoimento à Procuradoria-Geral da República (PGR), o empresário explicou como funcionava o esquema de compra de políticos e confirmou que foram repassados recentemente cerca de R$ 500 milhões a agentes públicos.

O preço de João Peres é menor que o valor de uma caçamba de asfalto

Embora o governador tenha dito recentemente em postagem pelo Twitter que a responsabilidade pela estrutura das estradas dentro das cidades é de integral responsabilidade dos prefeitos que tem a obrigação de cuidar de seus municípios, Cristino a muito se fingia de morto para a situação das ruas esburacadas de Araioses, principalmente no trecho dentro do povoado João Peres, aguardando o prometido recapeamento asfáltico do governador Flávio Dino.

Como a ação tem demorado, Cristino primeiro colocou o entulho da Igreja de São Sebastião, o que não resolveu, mas recentemente mandou colocar areia nos buracos, o que acabou causando alguns acidentes com ciclistas e motociclistas, e como era de se imaginar também não deu certo. Agora ele mandou colocar barro com pedra em uma mistura que estão chamando de “piçarra”. Resultado, uma grande nuvem de poeira se forma toda vez que passa um carro e para moradores e comerciantes a situação está insustentável.



Quando chover aquilo vai virar o maior lamaçal de Araioses, mas nem precisa avisar que dificilmente a grande obra de Cristino não vai durar por muito tempo por conta do grande tráfego de ônibus e caminhões na que é a principal via de acesso do município. E talvez quando a chuva chegar, não reste mais nem poeira para baixar.

Tudo porque o cidadão de Araioses não merece que o prefeito Cristino pegue uns dez mil desses que são gastos todo final de semana em festas ostentação para comprar de asfalto. O que em uma rápida e fácil busca na internet é possível encontrar a preços bem em conta, o que para uma prefeitura milionária como a de Araioses não seria nada.



Governo anuncia concurso com mil vagas para Saúde

O concurso vai contemplar mil vagas para a rede de saúde, inclusive para médicos

O Governo do Estado anunciou concurso público para a área da Saúde. Mil novos postos de trabalho serão criados no Maranhão. O edital será publicado no segundo semestre deste ano, entre setembro e outubro, e o concurso será realizado em 2018. Há mais de 20 anos o Governo do Estado não realiza concurso público para área da saúde.

O secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula, ressaltou que o poder público fortalece a rede de saúde com a realização de concurso público. Em todas as áreas de saúde serão oferecidas vagas, a exemplo de médico, administrador hospitalar, enfermeiro e fisioterapeuta.

“O concurso vai contemplar mil vagas para a rede de saúde, inclusive para médicos. Mais de 20 anos depois, o Governo do Estado volta a fazer concurso público. Nós damos perspectiva de estabilidade e segurança para as pessoas. Durante muito tempo elas não puderam entrar no sistema de saúde, se não por indicação política. Fizemos um sistema por meio do qual as pessoas entravam por mérito próprio. Agora, finalmente, o concurso público, que foi pedido por tantas pessoas, vai ser um referencial”, disse o secretário de Estado da Saúde, Carlos Lula.

Mais transparência
A Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh) assumirá a organização do concurso, por meio de licitação para contratação de empresa especializada em certames para garantir a lisura de todo o processo.

“Anteriormente não existia isso, era necessário conhecer alguém para conseguir um emprego, e agora não. A postura do governador e do secretário é para valorizar a meritocracia. Então, quem tiver mais capacidade para passar na prova, vai preencher a vaga. A gente acredita que dessa forma cada vez mais a assistência vai ter mais capacidade por conta de que mais pessoas preparadas vão entrar na rede. É uma forma mais justa de se admitir novos colaboradores”, explicou a presidente da Emserh, Ianik Leal.

Jornal Pequeno

Incompetência e irresponsabilidade de Cristino repercute no noticiário da capital

Um dos principais blogueiro da capital São Luís noticiou nesta manhã a triste situação da grande massa dos estudantes da zona rural de Araioses, obrigados a serem transportados em verdadeiras carroças com motor, e que ainda por cima custarão milhões aos cofres públicos.

Em um flagrante no povoado Pirangi e não em Placas como noticiado pelo blogueiro Luís Cardoso, estudantes à margem da BR empurram o ônibus até pegar e poderem irem para suas casa.


terça-feira, 20 de junho de 2017

JULGAMENTO DE LULA TEM VERNIZ JURÍDICO, MAS É POLÍTICO, DIZEM ADVOGADOS

247 - Os advogados de defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva criticaram o Ministério Público e a condução do processo que investiga a suposta compra de um triplex no Guarujá. 

Segundo o texto, assinado por Cristiano Zanin Martins e Valeska Teixeira Martins, ninguém conseguiu provar qualquer envolvimento de Lula com o empreendimento.

Confira abaixo a íntegra do texto: 

As alegações finais da defesa do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva no famoso caso do "tríplex do Guarujá", que apresentamos nesta terça (20), demonstram sua inocência, que se assenta sobre prova real e palpável. A absolvição é o único resultado possível da apreciação racional, objetiva e imparcial da prova encartada aos autos. Nesta terça podemos apontar o real dono do imóvel.

O apartamento 164 A, do edifício Solaris, está em nome da OAS Empreendimentos S/A, mas, desde 2010, quem detém 100% dos direitos econômico-financeiros sobre o imóvel é um fundo gerido pela Caixa Econômica Federal. Nada vincula Lula ao imóvel, onde esteve uma única vez, em 2014, como potencial interessado em sua aquisição. Jamais teve as chaves, o uso, gozo ou disposição da propriedade.

Prova da anomalia jurídica que envolve esse caso, em que a presunção de inocência é solenemente violada, foi a defesa que investigou os fatos, destrinchando, após diligências em vários locais do país, essa operação imobiliária executada pela construtora. O resultado afasta a hipótese da acusação.

É inverossímil a conexão entre o ex-presidente e as supostas vantagens ilegais advindas de contratos firmados entre a OAS S/A e a Petrobras. O Ministério Público Federal não fez a prova de culpa que lhe cabia.

Ao depor ao juízo da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba e omitir a cessão integral dos direitos econômicos do tríplex, Léo Pinheiro, ex-presidente da OAS, produziu uma farsa para negociar benefícios penais com a acusação. O que o réu admitiu foi uma realidade pré-fabricada. A mentira tinha o objetivo de incriminar Lula e fazer vicejar a fábula do "caixa geral de propinas", ficção contábil sem lastro nos fatos.

Criou-se um "contexto" de "macrocorrupção" com um "comandante" como forma de amplificar o foco de corrupção apurado em 2014, mas o MPF não "seguiu o caminho do dinheiro" pela impossibilidade de provar sua tese.

A ficção é produto de desconhecimento do organograma federal e do complexo sistema de controle interno e externo da Petrobras, incluindo a fiscalização da CGU de Jorge Hage. Como se fosse possível a Lula e a aliados corromper uma estrutura composta por milhares de pessoas, ignorando, ainda, que a Petrobras atende exigências de leis internacionais, como a da Sarbanes-Oxley (SOX), dos EUA, além das fiscalizações internas a que está submetida, como depôs o executivo Fábio Barbosa.

A tese da "propinocracia" nem cabe nos autos. A usurpação da competência pelos procuradores de Curitiba é uma afronta ao Supremo Tribunal Federal.

Esse é um julgamento político com verniz jurídico, um autêntico "trial by mídia", sob a égide de violações e ilegalidades. O inquérito, instaurado em 22/7/2016, tramitou de forma sigilosa até dois dias antes do indiciamento, a despeito dos pedidos de acesso da defesa. O cerceamento sempre esteve presente. A acusação que o MPF imputou a Lula abusou de hipóteses, para atingir sua inconteste liderança política.

O "enredo Lula" foi transformado em "produto comercial", que hoje vende de filmes a palestras em eventos até de cirurgia plástica, como a que fez o procurador Deltan Dallagnol, defensor da teoria "explacionista" e expositor do polêmico Power Point sobre a peça acusatória inaugural em 14/9/2016.

Quanto ao acervo presidencial não há qualquer conduta imputada a Lula na denúncia, buscando-se atribuir a ele responsabilidade penal objetiva incompatível com o Estado de Direito. Como os bens, embora privados, integram o patrimônio cultural brasileiro, segundo expressa disposição legal, o próprio ordenamento jurídico estimula o auxílio de entidades públicas e privadas na sua manutenção.

Se o inquérito inicial tivesse sido conduzido de forma correta e sem verdades pré-estabelecidas, o dono do tríplex teria sido identificado na origem, evitando gastos públicos com um processo descabido, além de proteger as reputações envolvidas. Optou-se por repetir à exaustão a mentira. A explicação para tamanha violação está no "lawfare", que busca propiciar meios para a inelegibilidade de Lula. O objetivo é destruir os 40 anos de vida pública desse trabalhador, que governou o Brasil e foi reconhecido mundialmente por liderar o maior combate à pobreza já visto.

CRISTIANO ZANIN MARTINS, advogado de Lula, especialista em direito processual civil pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo, é sócio do escritório Teixeira, Martins & Advogados

VALESKA TEIXEIRA MARTINS, advogada de Lula, é membro efetivo da comissão de direito aeronáutico da OAB de São Paulo e sócia do escritório Teixeira, Martins & Advogados

Governador Flávio Dino reabre Hospital Regional de Araioses

Por Marcio Maranhão
Em uma cerimônia modesta no domingo 18, enfim o Hospital Regional de Araioses é reaberto, cumprindo-se assim a principal promessa de Flávio Dino para o município e região. 

Secretário Carlos Lula, subsecretária Karla Trindade, diretor geral do hospital, Remi Trinta, e diretora clínica Ivonete Beltrão na entrega da unidade de saúde. (Foto: Francisco Campos/SES)
Secretário Carlos Lula, subsecretária Karla Trindade, diretor geral do hospital, Remi Trinta, e diretora clínica Ivonete Beltrão na entrega da unidade de saúde. Em foto da inauguração em setembro de 2016.

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Saúde (SES), reabriu ao público nessa segunda feira 19, o Hospital Regional de Araioses. A unidade é fruto de uma parceria público-privada entre o Hospital Luzia Trinta e o Governo do Maranhão. Segundo reportagens anteriores do próprio governo estadual, o hospital está estruturado e equipada desde a última solenidade de entrega, ocorrida em 26 de setembro de 2016, e que na época só não começou de imediato a funcionar porque aguardava alvará da prefeitura municipal.

Resultado de imagem para hospital regional de araiosesO hospital beneficiará a população de Araioses, um dos municípios de menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do país, e que depois de amargar nas mão de muitas administrações que negligenciaram a saúde da população, passa na administração do médico Cristino por sua pior crise. Tendo agora no Hospital Regional da ex-prefeita Luciana Trinta em parceria com o governo de Flávio Dino sua maior esperança de melhoras.

Incialmente operando com serviços ambulatoriais, consultas e exames especializadas como raio X, mamografia, ultrassonografia, fisioterapia e eletrocardiograma, o hospital deverá desafogar a unidade municipal e tirar um enorme peso das costas de Cristino, que mostrou aos araiosenses após chegar ao poder a sua pior face. Ainda não se sabe a razão do hospital reabrir com serviços abaixo da sua capacidade como prometido por Luciana e o governador em campanha, mas o certo é que alguma coisa já é mais do que o nada que temos experimentado com o governo municipal.

Resultado de imagem para hospital regional de araioses

Em matéria anterior o Governo do Maranhão anunciou que o hospital atuará com cerca de 50 leitos 100% SUS, de acesso universal e gratuito, e oferecerá serviços de internação para clínica médica e obstetrícia, atendimento ambulatorial nas áreas de cardiologia, ortopedia, ginecologia e clínica médica, além de realizar exames laboratoriais e serviços de apoio diagnóstico. A unidade conta, ainda, com um centro de obstetrícia, auditório, copa e cozinha.

A imagem pode conter: noite, casa, céu e atividades ao ar livreNo ano passado, falando para a reportagem institucional, o diretor geral do hospital, Remi Trinta, reforçou que a unidade de saúde era um sonho da população de Araioses. “Esse hospital esteve muito tempo fechado, e, hoje, em parceria com o Governo do Estado, conseguimos reestruturá-lo e deixá-lo no ponto de funcionar”, destacou.

Atualmente, a rede assistencial existente na cidade tem sido insuficiente para atender a demanda da população, que recorre à região do município de Parnaíba, no estado do Piauí, em busca de atendimento. A unidade tem capacidade para atender ambulatorialmente mais de oito mil pessoas por mês, abrindo espaço para 247 internações mensais.


Por Marcio Maranhão
Com informações do Governo do Maranhão
Imagens extraídas da internet e de reportagens anteriores do Governo do Maranhão

POLÍCIA FEDERAL CONCLUI: MICHEL TEMER É CORRUPTO

247 - De acordo com uma prévia do relatório enviado pela Polícia Federal para ao Supremo Tribunal Federal, houve corrupção passiva na ação entre Michel Temer e o ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR).

No diálogo gravado entre Temer e Joesley Batista, da JBS, de acordo com a Procuradoria-Geral da República, Temer teria dado aval a Batista para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha e também indicado seu ex-assessor e ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) como intermediário dos interesses do grupo empresarial junto ao governo.

Loures está preso após ser alvo de ação controlada da PF na qual foi filmado carregando uma mala com R$ 500 mil entregues por Ricardo Saud, diretor de Relações Institucionais da J&F.

A Polícia Federal não se manifestou ainda sobre o crime de obstrução à Justiça, pois aguarda a conclusão da perícia do áudio entre Temer e Joesley.

A PF devolveu parte do inquérito contra Temer ao Supremo e pediu ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na corte, mais prazo para concluir a investigação. Leia mais na Reuters:

PF devolve parte de inquérito contra Temer ao STF e pede mais prazo para conclusão

SÃO PAULO (Reuters) - A Polícia Federal devolveu parte do inquérito contra o presidente Michel Temer ao Supremo Tribunal Federal (STF), e pediu ao ministro Edson Fachin, relator da Lava Jato na corte, mais prazo para concluir a investigação.

Fachin havia dado prazo até o domingo para a PF concluir o inquérito em que Temer é investigado por suspeita de corrupção passiva, participação em organização criminosa e obstrução da Justiça. O caso é um desdobramento da delação premiada de executivos da J&F, holding que controla a JBS.

Esse prazo havia sido dado pelo ministro na semana passada. Uma das principais peças da investigação é uma perícia em um áudio entregue pelo empresário Joesley Batista, um dos donos da J&F, no qual gravou uma conversa com Temer.

No diálogo, de acordo com a Procuradoria-Geral da República, Temer teria dado aval a Joesley Batista para comprar o silêncio do ex-deputado Eduardo Cunha e também indicado seu ex-assessor e ex-deputado Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) como intermediário dos interesses do grupo empresarial junto ao governo.

Loures está preso após ser alvo de ação controlada da PF na qual foi filmado carregando uma mala com 500 mil reais entregues por Ricardo Saud, diretor de Relações Institucionais da J&F.

Caberá a Fachin decidir se prorroga o prazo para que a PF conclua o inquérito.

(Reportagem de Eduardo Simões)

Governo do Estado inaugura novas unidades do Procon e do Viva em Araioses

Governo do Estado inaugura novas unidades do Procon e do Viva em Araioses. (Foto: Divulgação)
Governo do Estado inaugura novas unidades do Procon e do Viva em Araioses. (Foto: Divulgação)
Com o objetivo de ampliar cada vez mais o atendimento ao consumidor na Região do Delta do Parnaíba, as unidades do Instituto de Promoção e Defesa do Cidadão e Consumidor do Estado do Maranhão (Procon/MA) e do Viva, foi inaugurado nessa segunda feira 19 de junho, mais uma unidade pelo Governo do Maranhão e que já está em pleno funcionamento no município de Araioses. 

No município, o Viva e o Procon/MA atenderão na Rua Dom Pedro II, nº 198, localizada no bairro Conceição, em um espaço amplo, com novos equipamentos, maior capacidade de atendimento, climatização, de forma a oferecer qualidade e conforto para os cidadãos.

Serão oferecidos os serviços de 1ª e 2ª via do RG, inscrição e consulta no CPF, atestado de antecedentes criminais, serviços do balcão do cidadão, como emissão de boletim de ocorrência, emissão de faturas e boletos, consultas (NIT, PIS/Pasep, Bolsa Família), além dos serviços da Junta Comercial do Maranhão (Jucema) e atendimento Procon.

Governo do Estado inaugura novas unidades do Procon e do Viva em Araioses. (Foto: Divulgação)
Governo do Estado inaugura novas 
unidades do Procon e do Viva em Araioses. 
(Foto: Divulgação)
Ao todo, a estrutura tem capacidade para realizar cerca de 400 (quatrocentos) atendimentos diários, em 9 (nove) guichês, com salas de recepção, coordenação e departamento de informática. O horário de atendimento será de segunda a sexta-feira, das 8h às 18h.

É importante lembrar que, para acessar os serviços do Viva, o cidadão deve estar com os documentos originais. Para solicitar o RG, é necessário apresentar a original da certidão de nascimento ou certidão de casamento. A emissão da 1ª via do documento é gratuita. Já a taxa para 2ª via custa R$ 32,83, mas pode ser gratuita caso o cidadão apresente boletim de ocorrência provando roubo ou furto, ou comprovante de cadastro no CadÚnico do Governo Federal, como o cartão Bolsa Família.

Para o presidente do Procon/MA e diretor do Viva, Duarte Júnior, a expansão das unidades pelo Maranhão fortalece a garantia dos direitos do consumidor. “Assegurar serviços de qualidade em todo o Maranhão é o nosso principal objetivo. Com qualidade, conforto, segurança e acessibilidade, conseguimos garantir direitos em todas regiões do Estado, sempre pondo o cidadão em primeiro lugar”, afirmou.

Além dos cidadãos de Araioses, a unidade irá atingir, diretamente, a população dos municípios vizinhos, como Água Doce do Maranhão, Brejo, Magalhães de Almeida, Santa Quitéria do Maranhão, Santana do Maranhão e São Bernardo.

Ampliação e Expansão do Viva

Até o momento, com Araioses são 32 unidades do Procon e 25 unidades do Viva, além disso 8 (oito) foram totalmente reformadas em todas as regiões do Estado. Além disso, o órgão realizou uma economia de 45,11% nos recursos gastos em aluguel e manutenção, contando com as reformas e inaugurações citadas.

Governo do Maranhão

Governo do Absurdo: Em Araioses paciente chega ao hospital carregado de carroça

Embora Cristino tenha feito propagando com a ambulância do governo de Flávio Dino afirmando em um vídeo compartilhado nas redes sociais que estava cumprindo uma promessa de campanha, quando na verdade o veículo de saúde era do governo do estado sem nenhum centavo da prefeitura de Araioses, pacientes e quem mais precisa do serviço de transporte da saúde do município, é desamparado nos momentos mais desesperadores de qualquer cidadão.

Flagrante feito na porta do Hospital Municipal Nossa Senhora da Conceição demonstra bem a imagem da desastrosa administração de Cristino, onde paciente é obrigado a chegar no hospital carregado por uma carroça, forma desumana, para quem está acometido por qualquer doença.

Por Marcio Maranhão
Imagem da internet

quinta-feira, 15 de junho de 2017

Suposta negociação entre Cristino e os vereadores Alex e Oziel causa indignação entre araiosenses

Oziel de Canárias
 Divulgada em primeira mão pelo ex-vereador de Araioses Tércio, a suposta negociação entre o prefeito Cristino e os vereadores eleitos pelo grupo de Manin Leal, Alex do Giquiri e Oziel de Canárias teria acontecido no Bar do Alemão na cidade de Luís Correia na noite do dia 10 de junho.

A informação até agora não foi desmentida por fontes oficiais, o que deixou frustrado muitos cidadãos araiosenses que viam nos vereadores de oposição a possibilidade da consolidação de um grupo forte de onde sairia o próximo prefeito de Araioses.

Alex do Giquiri
Dentre esses vereadores, um dos que mais vinha se destacando era justamente o vereador Alex, que começava a cair nas graças dos mais de 65% dos eleitores, dos 24.861 mil que compareceram nas eleições de outubro de 2016, subtraído os 8.030 que votaram em Cristino e que com certeza, se as eleições fosse hoje, não teria nem mil votos, mesmo com um número de contratados superior a Luciana e Valeria Leal.

Se a negociação de fato se confirmar, restará saber que preço seremos novamente obrigados a pagar? Afinal será mais empregos e mais abraços calorosos que faltará a muitos cidadãos de bens do município. E como já cortou tudo no esporte, lazer, cultura, saúde e educação tem restado pouca coisa para se negociar.

Arnaldo Machado leva puxão de orelha do prefeito Cristino

Pensando nas eleições para o sindicato em janeiro do ano que vem e na corrida pela prefeitura de Araioses em 2020, Arnaldo começa a fazer críticas menos veladas ao governo de Cristino, que até aqui tem sido a pior administração do município em toda a sua história.

Após ter tido o seu nome cogitado para 2020 por Marcio Machado, primo de Arnaldo, em um programa dominical na Rádio Santa Rosa, o sindicalista parece ter reacendido a chama de 2016, quando apareceu nas conversas dos bastidores como um dos melhores nomes para vice nas chapas que disputavam as eleições à época. Mas como, tanto para a presidência do sindicato assim como para a prefeitura de Araioses nas próximas eleições, qualquer ligação com Cristino terá rejeição automática, o vereador parece está tentando desvincular sua imagem já a partir de agora.

Em um áudio, onde fez críticas pela primeira vez publicamente e mais incisivas ao governo de Cristino, Arnaldo foi respondido pontualmente pelo prefeito, que em seu puxão de orelha também em áudio pelas redes sociais, reclamou que o presidente do SINDSEPMA e vereador aliado foi irresponsável e mentiroso em suas palavras.

Ousa na integra:

JANIO: GILMAR DEMOLIU O RESPEITO PELA JUSTIÇA

Marcelo Camargo/Agência Brasil
247 – O jornalista Janio de Freitas bateu duro no ministro mais polêmico do Supremo Tribunal Federal, no artigo Gilmar Mendes promove demolição progressiva do respeito pela Justiça.

"Se o julgamento no TSE deu em alguma coisa, deve-se a Gilmar Mendes. Sua obra de demolição progressiva do respeito público pela Justiça não inovou no seu método –o escárnio agressivo, como arma do facciosismo. Mas criou ali um risco para os seus colegas no Supremo Tribunal Federal. O novo pedido de impeachment de Gilmar Mendes foi preparado para dirigir-se, desta vez, ao STF. O primeiro foi dirigido, como devia ser, ao Senado, onde Renan Calheiros representou a covardia da Casa e o engavetou. A nova destinação é uma beira de abismo para os colegas de Gilmar Mendes", diz Janio.

"Se aceitar o processo de impeachment seria um despropósito para os colegas de Gilmar Mendes, repeli-lo, a priori ou por decisão final, seria desastroso. Do ponto de vista mais objetivo, são inúmeras as provas de conduta imprópria desse ministro que se considera acima de todo regramento. E das maneiras pessoais civilizadas –sobretudo se recomendadas pela ética da magistratura."

Araioses: Nova campanha nas redes sociais, Faça um “C” em suas fotos, mas de qual “C” eles estão falando?

Seria C de alguma destas opções?

Covardia, corrupção, crise, câncer, capeta, calote, canalha, capacho, capangas, catástrofe, cegueira, conluio, crueldade.

AÉCIO PEDIU PARA GILMAR ATUAR PELA SOLTURA DE SUA IRMÃ, ANDREA NEVES

Minas 247 - O senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) telefonou para senadores pedindo que interviessem com o ministro Gilmar Mendes, do Supremo Tribunal Federal, para que atuasse pela sua soltura de sua irmã, Andrea Neves.

A informação é da Coluna do Estadão, que acrescenta que o tucano está "desesperado" desde a prisão de Andrea, em 18 de maio, no âmbito da Operação Patmos, da Polícia Federal. Ela é acusada de pedir R$ 2 milhões ao empresário Joesley Batista, da JBS, em nome do irmão.

O apelo não adiantou: a Primeira Turma do Supremo decidiu nesta semana manter a prisão de Andrea por 3 votos a 2. Votaram a favor da soltura os ministros Marco Aurélio Mello e Alexandre de Moraes. Gilmar Mendes não faz parte da 1ª Turma.

O pedido de prisão de Aécio, feito pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, será julgado no próximo dia 20. O tucano já foi afastado de suas funções no Senado, apesar de manter o salário.

Visitas de Dr. Samara, causa correria e muita pressão em colégios de Araioses

Por Marcio Maranhão
Dr.ª Samara Cristina, titular da 2ª
Promotoria de Justiça de Araioses
As últimas duas semanas tem sido de muita tensão na secretaria de educação e nos colégios do município de Araioses, desde a data em que foi levado ao conhecimento público as visitas que o Ministério Público na pessoa da Dr.ª Samara Cristina, titular da 2ª Promotoria de Justiça de Araioses, iria fazer às unidades educacionais.

Além do entra e sai na casa do prefeito e atual sede do poder executivo, um corre corre frenético, inúmeras ligações desesperadas e mensagens pelo whatsaap tem sido registradas, deixando servidores, diretores e coordenadores contratados em tensão total.

Denúncias dão conta que em colégios que tiverem reações negativas por parte do MPE – Araioses pode custar até o emprego de gente. Tal posicionamento é aberrante, considerando que a inadequação que é sabido em todos os colégios do município é fruto do próprio desinteresse pela nossa educação e vontade política do governo: Falta de merenda, materiais de limpeza, salas quentes que mais parecem presídios e ausência total de condições mínimas para os profissionais da educação trabalharem são dívidas da conta do prefeito e de total responsabilidade do governo municipal.

FALSO MORALISMO TUCANO DEIXA LEGIÃO DE ÓRFÃOS

247 – Nunca foi tão difícil ser simpatizante do PSDB como neste idos de 2017. Um ano depois de um golpe parlamentar que arruinou a economia brasileira, liderado pelo senador afastado Aécio Neves (PSDB-MG) e feito "só para encher o saco", os tucanos perderam também o discurso moralista que usaram como trampolim político nos últimos anos.

Nesta semana, quando muitos esperavam que o PSDB entregasse seus cargos no governo de Michel Temer, que será denunciado pela Procuradoria-Geral da República por corrupção, organização criminosa e obstrução judicial, a cúpula tucana fechou um acordo com o PMDB de proteção mútua. De um lado, o PSDB dá votos a Temer no Congresso. De outro, os peemedebistas impedem a cassação de Aécio, pego num esquema filmado e gravado de propinas de R$ 2 milhões da JBS.

Tamanha lassidão moral causou profundos danos à imagem do partido. O ex-ministro Miguel Reale Júnior, um dos autores da peça jurídica das pedaladas fiscais, usadas para justificar o golpe, se desfiliou do PSDB, alegando ser impossível continuar ligado a um partido tão frouxo eticamente. A advogada Janaina Paschoal, co-autora da peça, defendeu a prisão de Aécio.

Na mídia mais alinhada ao PSDB, a decepção foi também gigantesca. Tanto o jornal O Globo, de João Roberto Marinho, como seu colunista Merval Pereira se posicionaram contra o pacto espúrio firmado entre tucanos e peemedebistas.

Para completar, a lista de órfãos do falso moralismo tucano também atingiu diversas personalidades do mundo do entretenimento, como Luciano Huck, Marcelo Madureira e Márcio Garcia, que passaram a integrar a lista de ex-amigos de Aécio. Garcia disse que a decepção foi gigantesca e comparável à de encontrar sua mulher na cama com outro amante.

Mas já dava para desconfiar de Aécio, Temer e companhia, não é?
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...