Páginas

terça-feira, 29 de novembro de 2011

Familiares fazem passeata para pedir que governo atenda reivindicações

Amigos e familiares, na maioria mulheres de policiais militares e bombeiros, fizeram uma passeata ontem (28) para pedir que o governo do Estado atenda às reivindicações da categoria, que está em greve desde a última quarta-feira (23). Cerca de 200 pessoas participaram da caminhada que saiu por volta das 17h, da Assembleia Legislativa, no bairro do Cohafuma, com destino ao Palácio Henrique de La Roque, no Calhau. 

Mulheres, filhos e amigos dos grevistas realizam passeata de sensibilização
Carregando faixas com os dizeres “Os familiares dos PMs e BMs exigem um posicionamento do governo”, “Meu pai é um herói”, “Senhora governadora precisamos dos nossos maridos em casa”, além de outras, os familiares realizaram a passeata. 

“Queremos sensibilizar o coração da governadora, para que ela atenda à pauta de reivindicações. Também queremos mostrar para a sociedade o que está acontecendo, nossos maridos desde 2009 não têm reajuste e isso prejudica que a nossa família tenha uma alimentação de qualidade”, desabafou Selma Lima Vieira, de 39 anos, mulher de um bombeiro. 

“Essa falta de correção anual nos salários prejudica a alimentação de nossa família; com esse salário nossos filhos não têm educação digna. Não temos plano de saúde e nem condição para adquirir. O único hospital que atendia a gente (Ipem) foi desativado. Nossos maridos são obrigados a fazer bico arriscando suas vidas para ajudar em casa”, disse Eunice Everton Estrela, de 36 anos, mulher de um policial militar. 

Os manifestantes percorreram a Avenida Jerônimo de Albuquerque, pararam em frente ao Quartel da Polícia Militar e se deslocaram ao Palácio Henrique de La Roque. (Por Valquíria Ferreira) 

Jornal Pequeno
Amigos e familiares, na maioria mulheres de policiais militares e bombeiros, fizeram uma passeata ontem (28) para pedir que o governo do Estado atenda às reivindicações da categoria, que está em greve desde a última quarta-feira (23). Cerca de 200 pessoas participaram da caminhada que saiu por volta das 17h, da Assembleia Legislativa, no bairro do Cohafuma, com destino ao Palácio Henrique de La Roque, no Calhau. 



Mulheres, filhos e amigos dos grevistas realizam passeata de sensibilização

Carregando faixas com os dizeres “Os familiares dos PMs e BMs exigem um posicionamento do governo”, “Meu pai é um herói”, “Senhora governadora precisamos dos nossos maridos em casa”, além de outras, os familiares realizaram a passeata. 

“Queremos sensibilizar o coração da governadora, para que ela atenda à pauta de reivindicações. Também queremos mostrar para a sociedade o que está acontecendo, nossos maridos desde 2009 não têm reajuste e isso prejudica que a nossa família tenha uma alimentação de qualidade”, desabafou Selma Lima Vieira, de 39 anos, mulher de um bombeiro. 

“Essa falta de correção anual nos salários prejudica a alimentação de nossa família; com esse salário nossos filhos não têm educação digna. Não temos plano de saúde e nem condição para adquirir. O único hospital que atendia a gente (Ipem) foi desativado. Nossos maridos são obrigados a fazer bico arriscando suas vidas para ajudar em casa”, disse Eunice Everton Estrela, de 36 anos, mulher de um policial militar. 

Os manifestantes percorreram a Avenida Jerônimo de Albuquerque, pararam em frente ao Quartel da Polícia Militar e se deslocaram ao Palácio Henrique de La Roque. (Por Valquíria Ferreira) 

Jornal Pequeno

quinta-feira, 10 de novembro de 2011

Povoado Placas em Araioses recebe o Expresso Cidadão

Os moradores do povoado Placas, localizado a 25 Km da Sede do município de Araioses, acordaram no último sábado, 05, com o ônibus do Expresso Cidadão estacionado no prédio da Casa Familiar Rural. A comunidade teve a oportunidade de tirar a documentação pendente e orientação sobre os direitos trabalhistas. As atividades fazem parte do Programa Nacional de Documentação da Trabalhadora Rural que é realizado desde 2004, pelo Governo Federal e já atendeu a milhares de trabalhadoras no interior do Brasil. O projeto prevê a facilitação do acesso a documentos como a Carteira de Trabalho, CPF, Inscrição no INSS; além da orientação, às trabalhadoras rurais, sobre a forma que devem proceder para garantir a futura aposentadoria, e os benefícios previstos pela lei aos trabalhadores da Zona Rural. 

Para a Coordenadora do INCRA , Teresinha de Jesus Santos Veras, os serviços são voltados em 70% para as mulheres por terem constatado que são elas que tem maiores dificuldades para obter a documentação e procurar pelos seus direitos. Ela assegura que apesar das atividades terem iniciado com um pouco de atraso, ficando nas localidades apenas um único dia, há uma grande procura e todos os munícipes que os procuram são atendidos. Para ela o apoio das prefeituras é fundamental para o sucesso do projeto. 

Em Araioses, a prefeitura Municipal, além de disponibilizar o local, destinou uma grande equipe de apoio, lanche para as pessoas atendidas, e refeição para os envolvidos no projeto. A Secretaria de Assistência Social, também aproveitou a ocasião para cadastras as famílias no programa e regularizar a situação de quem tinha problemas com a documentação do Bolsa Família, orientando quem ainda tinha dúvidas sobre o benefício. 

A Secretária de Educação, Salete, destacou que a Prefeitura, desde que recebeu o convite, há 15 dias, para sediar o projeto, prontamente disponibilizou uma equipe para dar todas as condições para que a comunidade fosse atendida com toda a presteza e comodidade. 

O primeiro município visitado foi Mata Roma. Depois de Araioses o ônibus do Expresso Cidadão segue pelo interior do Estado, atendendo os maranhenses até o dia 11 deste mês.

Fonte: TV Difusora.

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Mais IFMAs e campus da UFMA para o Maranhão


Até o fim de 2012, o governo federal deve concluir a implantação de 20 unidades federais, distribuídas entre 12 universidades federais localizadas nas regiões Norte, Nordeste, Sul e Sudeste. Essa ação atenderá 20 municípios de oito estados. O Maranhão recebeu um novo campus da UFMA em Balsas.

Prefeitos de 120 municípios assinaram nessa terça-feira 16, o compromisso com o governo federal de oferecer terrenos para a instalação de unidades do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFMA) em suas cidades. A concretização das novas escolas deve acontecer em 2013-2014.

Já constavam na lista os municípios de São José de Ribamar, Coelho Neto (em construção), Pedreiras, Grajaú, Presidente Dutra e Araioses. No entanto, a presidenta da República, Dilma Rousseff, anunciou mais duas unidades do Ifet para o Maranhão: uma para Itapecuru-Mirim e outra para Viana.

Na solenidade, estiveram o deputado federal Gastão Vieira (PMDB), o reitor do IFMA, José Costa, o retor da UFMA, Natalino Salgado, e os prefeitos Rilva Luís (Viana), Mercial Arruda (Grajaú), Lenoílson Passos (Pedreitas), Soliney Silva (Coelho Neto),e Luciana Marão (Araioses).

“Essa é uma luta pela educação e pela qualificação profissional dos maranhenses. O Ministério da Educação e o Governo do Maranhão caminham juntos para melhorar nossos índices educacionais. O Ifet e a UFMA são grandes parceiros que têm contribuído muito para esse avanço”, disse Vieira.

Outras quatro unidades em Barra do Corda, Barreirinhas, São João dos Patos e São Raimundo das Mangabeiras estão em construção, com término previsto para o fim de 2012. Ao final de 2014, portanto, o Maranhão terá ganho 12 IFMAs.

Mais IFMAs e campus da UFMA para o Maranhão


Até o fim de 2012, o governo federal deve concluir a implantação de 20 unidades federais, distribuídas entre 12 universidades federais localizadas nas regiões Norte, Nordeste, Sul e Sudeste. Essa ação atenderá 20 municípios de oito estados. O Maranhão recebeu um novo campus da UFMA em Balsas.

Prefeitos de 120 municípios assinaram nessa terça-feira 16, o compromisso com o governo federal de oferecer terrenos para a instalação de unidades do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia (IFMA) em suas cidades. A concretização das novas escolas deve acontecer em 2013-2014.

Já constavam na lista os municípios de São José de Ribamar, Coelho Neto (em construção), Pedreiras, Grajaú, Presidente Dutra e Araioses. No entanto, a presidenta da República, Dilma Rousseff, anunciou mais duas unidades do Ifet para o Maranhão: uma para Itapecuru-Mirim e outra para Viana.

Na solenidade, estiveram o deputado federal Gastão Vieira (PMDB), o reitor do IFMA, José Costa, o retor da UFMA, Natalino Salgado, e os prefeitos Rilva Luís (Viana), Mercial Arruda (Grajaú), Lenoílson Passos (Pedreitas), Soliney Silva (Coelho Neto),e Luciana Marão (Araioses).

“Essa é uma luta pela educação e pela qualificação profissional dos maranhenses. O Ministério da Educação e o Governo do Maranhão caminham juntos para melhorar nossos índices educacionais. O Ifet e a UFMA são grandes parceiros que têm contribuído muito para esse avanço”, disse Vieira.

Outras quatro unidades em Barra do Corda, Barreirinhas, São João dos Patos e São Raimundo das Mangabeiras estão em construção, com término previsto para o fim de 2012. Ao final de 2014, portanto, o Maranhão terá ganho 12 IFMAs.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...