Páginas

sábado, 30 de dezembro de 2017

Araioses e mais 21 prefeituras do Maranhão encerrarão o ano de 2017 na marginalidade

Gestores descumpriram legislação e esconderam os gastos públicos durante todos os 12 meses do ano

Resultado de imagem para Cristino Gonçalves
Cristino
Dos 217 prefeitos maranhenses, pelo menos 22 fecham o ano em completa marginalidade em relação aos critérios definidos pelas leis de Responsabilidade Fiscal (LRF) e de Transparência, ocultando da população a execução orçamentária e financeira dos respectivos municípios, durante todos os 12 meses de 2017.

O levantamento foi feito pelo ATUAL7 nesta sexta-feira 29, junto ao sistema de avaliação dos jurisdicionados feito pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE).

Na teoria, os municípios que não cumprem a LRF e a Lei da Transparência estão proibidos de receber transferências voluntárias — como as por meio de celebração de convênios — em nível estadual e federal; e de realizar operações de crédito. Em caso de descumprimento, tanto o convenente como o beneficiário podem ser enquadrados em improbidade administração, passível de afastamento do cargo ou até mesmo a cassação de mandato.

A denúncia cabe ao Ministério Público, que também falta com transparência ao não divulgar o acompanhamento sobre quem está ou não de acordo com a legislação, nem quais medidas já foram tomadas contra quem não cumpre o que determina a lei.

Abaixo, a relação dos 22 prefeitos e prefeitas que, de acordo com o TCE-MA, terminam o ano sem transparência com os gastos públicos durante todo o ano de 2017:

RELAÇÃO DE PREFEITOS E PREFEITAS DO MARANHÃO NA MARGINALIDADE

Atual7

quinta-feira, 28 de dezembro de 2017

GOVERNADORES REPUDIAM CHANTAGEM E PROMETEM AÇÃO CONTRA MARUN

247 - O governador do Ceará, Camilo Santana (PT), anunciou nesta quarta-feira (27) uma carta de governadores do Nordeste contra o ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun (PMDB). "Se eu fosse presidente, demitiria esse ministro hoje mesmo", disse Camilo à rádio Tribuna Band News FM, sobre a pressão do governo Temer para aprovar a reforma da Previdência.

Marun afirmou ontem que governadores interessados em receber recursos federais ou financiamentos junto a bancos públicos terão de ajudar o governo Temer a aprovar a reforma na Previdência.

"Isso é uma vergonha. Resumindo: 'só libero teus empréstimos se orientar seus deputados a votarem a favor da previdência'. Já mandei recado, dizendo que não conte com governador Camilo", afirmou o chefe do Executivo cearense.

A "reciprocidade" pedida pelo ministro de Temer desagradou governadores. Segundo Camilo, os líderes dos estados estão assinando uma carta ao presidente Michel Temer "dizendo que é inadmissível essa forma de fazer política no Brasil".

Camilo lembrou ainda a pressão afeta especialmente governadores cujos estados passam por crise financeira e dependem de ajuda, como o Rio Grande do Norte.

Leia, abaixo, a carta divulgada pelos governadores do Nordeste:

Os governadores do Nordeste vêm manifestar profunda estranheza com declarações atribuídas ao Sr. Carlos Marun, ministro de articulação política. Segundo ele, a prática de atos jurídicos por parte da União seria condicionada a posições políticas dos governadores. Protestamos publicamente contra essa declaração e contra essa possibilidade, e não hesitaremos em promover a responsabilidade política e jurídica dos agentes públicos envolvidos, caso a ameaça se confirme. Vivemos em uma Federação, cláusula pétrea da Constituição, não se admitindo atos arbitrários para extrair alinhamentos políticos, algo possível somente na vigência de ditaduras cruéis. Esperamos que o presidente Michel Temer reoriente os seus auxiliares, a fim de coibir práticas inconstitucionais e criminosas.

E AGORA MERVAL PEREIRA? Empresa De Luciano Huck E Accioly Era A Ponta Pra Esquema De Propina De Aécio, Diz Revista Forum

Matéria do jornal O Globo, deste sábado (23), diz que a Procuradoria-Geral da República (PGR) e a Polícia Federal (PF) encontraram novos indícios que, de acordo com os investigadores, o senador tucano Aécio Neves, recebeu R$ 50 milhões, repassados pela Odebrecht (R$ 30 milhões) e pela Andrade Gutierrez (R$ 20 milhões). A propina teria sido para atuar em nome de empreiteiras na construção da Usina de Santo Antônio, no Rio Madeira, em Rondônia.

De acordo com o jornal, a Odebrecht sustenta a acusação com comprovantes bancários, entregues nos últimos meses, que, segundo a empresa, comprovam depósitos para o senador tucano, por meio de uma conta de offshore em Cingapura, que havia sido citada por um de seus ex-executivos, Henrique Valladares, em depoimento à PGR.

A identificação do titular da conta ainda não foi revelada, mas Valladares diz que está vinculada ao empresário Alexandre Accioly, padrinho de um dos filhos de Aécio. O que o jornal não cita é que, de acordo com informações da mídia, Accioly era sócio de Luciano Huck na rede de academias Body Tech, como pode ser lido aqui.

Aécio nega as acusações. Accioly rejeita com veemência a afirmação do delator, o único que sustentava, até aqui, seu envolvimento.

ANDRADE GUTIERREZ REFORÇA SUSPEITA
Nos últimos meses, no entanto, ex-integrantes da Andrade Gutierrez levaram à Lava-Jato informações que miram novamente em Accioly: em depoimento à PF, o ex-executivo e delator da empreiteira, Flávio Barra, confirmou o repasse de R$ 20 milhões a Aécio por meio de um contrato com a Aalu Participações e Investimentos, empresa controladora da rede de academias Bodytech.

Segundo o relato de Barra, a empresa, que leva as iniciais dos dois sócios, firmou um contrato de R$ 35 milhões com a Andrade para mascarar propina paga pela empreiteira ao tucano, em 2010. O valor seria uma contrapartida pela defesa, por parte de Aécio, então governador de Minas, da participação da Andrade no consórcio de construção da Usina. O delator não soube dizer por que a empresa transferiu R$ 15 milhões além do valor previamente acertado.

Ao GLOBO, Accioly confirmou o repasse, mas negou se tratar de propina, e sim investimento da Andrade Gutierrez na rede de academias. Segundo ele, a Andrade nunca recebeu dividendos e “permanece como acionista” da holding controladora da Bodytech, por meio de uma Sociedade em Conta de Participação (SCP) com a empresa Safira Participações, que pertence ao grupo mineiro.

A Andrade, por sua vez, negou a alegação de Accioly. Em nota, informou que “não é e nunca foi sócia na rede de academias” e que sua relação com o empresário se restringiu à aquisição, em 2010, de uma “opção de compra futura de ações” que jamais teria sido exercida e, por isso, perdeu a validade.

As duas empresas foram informadas sobre a apresentação de versões contraditórias entre si, mas mantiveram o posicionamento original. A relação entre Andrade e a holding que controla a Bodyech não é explicitada nas demonstrações contábeis das empresas, o que contraria recomendações do Conselho Federal de Contabilidade (CFC).

Na segunda semana de abril deste ano, mesma época em que foi tornada pública a íntegra da delação da Odebrecht, vinculando o nome de Accioly a pagamentos para Aécio, a Andrade fez uma alteração na Junta Comercial elevando o capital social da Safira de R$ 5 mil para R$ 35 milhões. É o mesmo valor repassado em 2010 para Accioly. A Andrade não quis informar se o dinheiro investido foi devolvido, nem comentar as razões da alteração contratual.

Em seu depoimento, Barra afirmou ter tido conhecimento da relação do contrato com um pagamento a Aécio alguns anos depois da assinatura e disse não ter sido responsável por operacionalizar o repasse. Também colaborador e ex-executivo da Andrade, Rogério Nora citou em depoimento o nome de Sérgio Andrade, um dos sócios da empreiteira, como o responsável por tratar deste assunto diretamente com Aécio.

Apesar de ter firmado acordo de leniência em 2016 e ter 11 ex-executivos entre colaboradores da Lava-Jato, a Andrade Gutierrez não havia apresentado às autoridades episódios de corrupção envolvendo o ex-governador de Minas. O tema passou a integrar uma nova rodada de conversas com a PGR e faz parte do recall do acordo, atualmente em negociação, e é considerado sensível pela empresa, por envolver um dos sócios do grupo.

Revista Forum Com informações do Globo

sábado, 23 de dezembro de 2017

Mensagem de Natal e Ano Novo do Vice-prefeito Manoel da Polo e Vereadora Abigail da Polo



Os desastres dos Poderes Republicanos

Por Thizé Machado.
São desastrosas as atitudes de alguns membros do Judiciário brasileiro, em especial do Gilmar Mendes - aquele moço que tem costume de gritar com advogados medrosos.

Resultado de imagem para os poderes republicanosIsso mostra a pobreza de conhecimento jurídico e do conluio protecionista de alguns congressistas. Aqueles ignóbeis não aprovam leis rígidas, principalmente para punir os homens de togas. 

Vejamos: se um desembargador ou ministro dos tribunais pedir vista dos autos de um processo, não há prazo para devolução e, assim, fica na boa vontade de quem pediu vista. 

Ora, na minha opinião, uma liminar não deveria ser dada por um só membro de um colegiado. Se existem vários ministros e desembargadores nos tribunais, então que mudem a Constituição e o CPC, obrigando que uma liminar seja dada pelo plenário ou pelo menos por uma turma. Enquanto isso não acontece, o Gilmar Mendes se aproveita, além de outros togados, para abusarem.

Alguns juízes de carreira têm gravado áudios, como ocorreu com o magistrado Glaucenir, da Comarca de Campos, no Rio de Janeiro, mostrando sua indignação com essas coisas escandalosas que vêm acontecendo nesse Poder da República.

Bom, aquele nobre homem togado só se esqueceu de criticar algumas atitudes do Moro, que servem de gaiofas no meio jurídico, pelas perseguições implacáveis de quem ele não gosta.

A imparcialidade vive lada a lado com o respeito. Respeito que falta ao nosso povo.

Término com uma frase de Rui Barbosa: "Quem não luta pelos seus direitos não é digno deles.".

GRUPO PREV FAZ 20 ANOS E COMEMORARÁ COM MEGA SORTEIO A CLIENTES


sexta-feira, 22 de dezembro de 2017

Desaprovação a Moro é a melhor notícia do ano

Três anos de Operação Lava Jato. Três anos nos quais o arbítrio e o atropelo sistêmico dos direitos e garantias fundamentais mergulharam o país no estado de exceção dos dias atuais. Três anos que arruinaram os setores de petróleo, gás e construção civil. Três anos de quebra de empresas e desemprego em massa. Na certa, os historiadores e cientistas sociais do futuro envolverão a Lava Jato com a moldura adequada. Um dia os estudantes receberão ensinamentos sobre os brutais prejuízos que um certo juiz de 1ª instância e um punhado de procuradores fascistas causaram à ordem democrática e à economia do Brasil.

A má notícia de fim de ano para os inquisidores do Tribunal do Santo Ofício de Curitiba, como sempre se refere à Lava Jato o bravo jornalista Mino Carta, é que esse dia não deve demorar a chegar. Pesquisa do instituto Ipsos divulgada nesta quarta-feira, 20 de dezembro, aponta que pela primeira vez a desaprovação aos métodos de Moro superou a aprovação.

Com toda a blindagem midiática e apoio cego da legião de imbecilizados produzida pela Globo, além da cumplicidade de enorme fração do sistema criminal de justiça, 53% dos brasileiros e brasileiras consultados o desaprovam, enquanto 40% o aprovam. É importante assinalar que há um mês Moro era apoiado por 50% dos entrevistados.

Moral da história: quanto mais ele persegue e caça implacavelmente o Lula, mais o ex-presidente cresce nas pesquisas e se firma como favorito para as eleições de 2018. E já se ouve em qualquer esquina o reconhecimento das pessoas acerca do objetivo real do ataque ao maior líder popular do país, que é alijá-lo das eleições e impedir que o Brasil volte a trilhar o caminho do desenvolvimento, da inclusão social e da soberania.

O desgaste crescente de Moro traz à tona uma façanha digna de nota: com perseverança e combatividade é possível furar a bolha na qual o monopólio da mídia abriga seus protegidos. Claro que é uma parada indigesta para qualquer um duelar com Lula, que tem grande mérito no esclarecimento da sociedade sobre o que está em jogo nos processos fraudulentos contra ele.

A firme e corajosa atuação de alguns parlamentares, dentre eles os deputados petistas Wadih Damous e Paulo Pimenta, no enfrentamento do modus operandi de Moro, Dallagnol e companhia, também contribuiu para levar a cúpula da Lava Jato para as cordas. Travaram ainda o bom combate centrais sindicais, movimentos sociais, partidos de esquerda, além de estudantes, acadêmicos, artistas e lutadores sociais e políticos.

Mas sem a incansável guerrilha virtual da militância democrática e progressista na blogosfera e nas redes sociais, certamente Moro estaria hoje ainda nadando de braçada no conceito popular. Não custa lembrar que ele já chegou a obter 92% de aprovação, beirando a unanimidade.

Não é pouca coisa a virada deste jogo. Em um autêntico David versus Golias, a narrativa das poderosas plataformas das nove famílias que controlam a mídia comercial vai sofrendo uma fragorosa derrota. Há muita luta ainda a ser travada até que a democracia seja resgatada em nosso país, mas que as placas tectônicas da cidadania estão se movendo não há a menor dúvida.

quinta-feira, 21 de dezembro de 2017

Festejo de São Sebastião 2018


KOTSCHO: PAÍS FOI DO INFERNO AO PARAÍSO APÓS ENCONTRO DE TEMER COM A GLOBO

247 - O jornalista Ricardo Kotscho escreve coluna mostrando como a postura da mídia em relação a Michel Temer mudou após o encontro em outubro entre o peemedebista e os donos da Globo. "Já nem dá para saber o que é notícia e o que é propaganda oficial, as canções maviosas se sucedendo a embalar gente feliz", diz Kotscho.

Qual foi o milagre para tudo mudar tão rapidamente? Uma pequena notícia publicada na página A7 da Folha desta quinta-feira, sob o título “Presidente teve encontro com a cúpula da Globo”, talvez ajude a entender esta mudança radical. "Apoio para a reforma da Previdência não precisava nem pedir, já que toda a mídia está a seu favor, como o próprio presidente já tinha afirmado por estes dias", comenta o colunista.

O objetivo era outro, relatam os repórteres Marina Dias e Bruno Boghossian: “O presidente reclamou da cobertura do caso JBS pelos veículos do grupo, que tinha, segundo o político, o objetivo de derrubá-lo. Uma das reclamações centrais de Temer foi o editorial de O Globo, em 19 de maio. Intitulado “A renúncia do presidente”, defendia a saída de Temer do cargo como a melhor opção do país”. O colunista Ricardo Noblat chegou a anunciar na véspera que a renúncia era uma questão de horas.

Relembra Kotscho: "De fato, a partir daquele dia, o maior grupo de comunicação do país deflagrou em todos os seus veículos uma campanha sem tréguas contra o governo de Temer, que chegou a lembrar os meses que antecederam o impeachment de Dilma Rousseff". Tudo mudou depois de Temer derrubar a segunda denúncia de Rodrigo Janot na Câmara, quando o ministro Moreira Franco assumiu o controle da propaganda oficial do governo e iniciou uma contraofensiva junto aos principais veículos.

"Por trás destas conversas com a Globo e os demais, havia um inimigo comum a assombrar a todos, como se dissessem uns aos outros: “Se nós não nos unirmos agora, o Lula vai acabar ganhando estas eleições”, como já tinha alertado o ministro tucano Aloysio Nunes. Resta saber o que sua excelência, o eleitor, está achando de toda esta movimentação do establishment em busca de um candidato governista", questiona Kotscho.

Confira a íntegra da coluna aqui

EM ABAIXO-ASSINADO, 1,5 MILHÃO PEDEM IMPEACHMENT DE GILMAR

REUTERS/Ueslei Marcelino
247 - Um abaixo-assinado cadastrado na plataforma de ativismo virtual Change.org pedindo o impeachment do ministro do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes já tem mais de 1,5 milhão de assinaturas. O documento do abaixo-assinado afirma que o juiz “proferiu diversas vezes decisões que contrariam a lei e a ordem constitucional”, como nas decisões em que mandou soltar o empresário Eike Batista e o empresário do setor de transportes Jacob Barata Filho.

“Gilmar Mendes, especialmente, concede reiteradamente habeas corpus a poderosos (Daniel Dantas recebeu habeas corpus num domingo), demonstrando julgar com parcialidade e a favor de interesses que nem sempre coincidem com o bem comum. Preside um TSE que envergonha o país validando uma chapa que abusou do poder econômico de forma incontestável”, afirma o criador do abaixo-assinado, José Luiz Maffei.

O abaixo-assinado deve ser entregue ao Senado Federal e ao senador Álvaro Dias. A meta dos ativistas é chegar a 3 milhões de assinaturas pelo impeachment de Gilmar do STF.

quarta-feira, 13 de dezembro de 2017

Emprego de Fim de Ano: Como Encontrá-lo Rápido

Por Lisa Guterres
Resultado de imagem para emprego de fim de ano
Imagem da internet
Nas prateleiras das lojas, os pisca-piscas, as bolas de Natal e o papel de presente começam a aparecer.

Você ficou um pouco desorientado por essa mudança repentina?

Tranquilo: é o Natal que está chegando.

Então espere um crescendo de canções de Natal, luzes coloridas, bons sentimentos e ... trabalho!

"Como trabalho?" você vai perguntando.

Sem erro, é exatamente o que quero dizer.

Todos saem, vão às compras, procuram presentes, gastam e compram. Uma primeira conseqüência é o aumento da linha que precisa ser feita para cada compra mínima ... mas, da perspectiva de quem procura um emprego, agora abre uma temporada com uma incrível quantidade de oportunidades.

Então, aqui estão 3 dicas simples para ajudá-lo a tirar proveito dessas fantásticas oportunidades e encontrar trabalho na temporada de Natal o mais rápido possível.

1. Aproveite suas Predisposições Naturais

A maioria dos empregos sazonais que se abrem no período de Natal são empregos que exigem pouca especialização - são principalmente caixeiros, empregados de embalagens para presentes, garçons e pessoal logístico.

Isso se reflete nos requisitos que as ofertas de trabalho exigem, que geralmente são genéricos e focados nos aspectos pessoais dos candidatos - como a atenção aos detalhes, a pontualidade e a precisão, a barba branca (mas isso apenas para as posições de candidatos Papai Noel!)

Isso significa que os potenciais concorrentes para esses empregos são muitos - e a concorrência é muito alta. O primeiro conselho que você pode tomar para ter sucesso em encontrar um trabalho de Natal é se concentrar em suas predisposições naturais.

Mas como?

Muito simples: procure trabalho nas áreas que conhece melhor.

Um exemplo prático?

Se você é um grande conhecedor da tecnologia, não tente encontrar um emprego em uma loja de perfumes - você deveria estudar um campo onde não sabe como se mover e que não é familiar para você e é difícil aprender tudo o que você precisa saber para fazer este trabalho da melhor maniera.

Então, mesmo se você enviar seu CV, todos aqueles que têm um maior conhecimento desse setor passarão antes de você.

Em vez disso, tente responder a todos os anúncios nas lojas de tecnologia, confiando em sua paixão pessoal. Você verá que o empregador estará mais disposto a contratá-lo se ele entende que não precisa explicar nada, porque você já é um especialista.

E isso é verdade para todos os setores, desde roupas até jogos, desde livros até música. Então, concentre-se no setor do qual você é apaixonado, e lembre-se de enfatizar essa predisposição.

2. Encontre Todas as Ofertas de Emprego, On-line e Off-line

Uma vez que você decidiu sobre a indústria em que deseja se concentrar, você deve buscar ofertas de emprego.

Neste ponto, você tem duas maneiras de busca para evitar perder as oportunidades de Natal: a busca on-line e a busca off-line.

Para pesquisas on-line, os motores de busca de emprego são de grande ajuda: são mecanismos de pesquisa que coletam todas as ofertas de emprego online, disponibilizando-as em um único portal (um deles é o buscador de emprego Jobbydoo ).

Então, apenas uma única pesquisa, e você encontrará imediatamente as oportunidades de trabalho que estão abertas - e com apenas alguns cliques você pode se inscrever para todos os trabalhos que lhe interessam. Se você deseja iniciar agora para procurar o seu próximo emprego, aqui estão as ofertas que Jobbydoo coletou para trabalhar neste final de ano: https://www.jobbydoo.com.br/vagas-final-de-ano

Mas nem todas as ofertas de emprego estão online.

As pequenas empresas podem decidir não recorrer à rede publicando um anúncio de trabalho online, mas cobrir as posições abertas ao recorrerem ao mercado local - a maioria das vezes anunciam a oferta de trabalho com um sinal nas vitrines, ou confiam no boca-a-boca.

Para encontrar essas oportunidades também, não há outra maneira senão ir de porta a porta, de loja a loja, apresentar o CV e perguntar se eles precisam de um suporte para férias. Melhor ainda, se você é um cliente fiel das lojas onde você está procurando trabalho: se eles já conhecem você, pode ser ainda mais fácil ser considerado para o trabalho.

Bem, agora você sabe como procurar ofertas de emprego de Natal e onde. Ainda falta o "quando"!

Então, aqui está a última dica ...

3. Comece Agora

Você está lendo este artigo, e acha que ainda falta algum tempo antes do Natal, e pode esperar um pouco mais antes de procurar trabalho. Errado!

Não se deixe enganar: agora é o momento certo para começar a procurar emprego. Na verdade, as empresas calculam o tempo para inserir novas contratações de trabalho, para que possam contar com pessoal bem integrado ao início do período mais movimentado. Então as pesquisas para o período de Natal começam agora.

Outro aspecto que você tem que considerar para começar agora a procurar trabalho é que o tempo para esses trabalhos é primordial.

Uma vez que as necessidades das empresas são urgentes e não podem esperar, muitas vezes aqueles que respondem primeiro às ofertas de emprego estão em grande vantagem sobre todos os outros, então quanto mais cedo você começar, mais chances você tem.

Não perca tempo e não demora: comece agora a procurar o seu trabalho para este Natal!

terça-feira, 12 de dezembro de 2017

Luciana Trinta é condenada de novo, dessa vez por irregularidades na aplicação do dinheiro da educação

Por Marcio Maranhão
Resultado de imagem para Luciana Trinta é condenada mais uma vez
Luciana Trinta
Pela segunda vez em 2017, Luciana Trinta é condenada pela justiça após intermináveis recursos, por irregularidades na aplicação de verbas públicas durante sua gestão como prefeita de Araioses entre os anos 2009 a 2012.

Em junho do corrente ano a ex-prefeita já havia sido condenada por supostos crimes cometidos na área da saúde a ressarcir à União o valor de R$158.868,00 por danos causados ao erário público. Além da perca dos direitos políticos por oito anos, ficando inelegível por igual período. A sentença ainda cabia recurso.

A nova condenação por Violação aos Princípios Administrativos é fruto de uma Ação Civil de Improbidade Administrativa, por irregularidades na aplicação de recursos da educação, impetrada pelo próprio Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação – FNDE, através do Ministério Público Federal. 

Nessa sentença o Tribunal Regional Federal da 1ª Região condenou à SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS pelo período de 5 anos além de pagar multa no valor do seu maior salário na época quando esteve prefeita.




Confira na integra as duas sentenças:


SENTENÇA POR IRREGULARIDDES NA EDUCAÇÃO

Ante ao exposto JULGO PARCIALMENTE PROCEDENTES os pedidos deduzidos para o fim de DECLARAR A SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS da Requerida LUCIANA MARÃO FÉLIX pelo prazo de 5 cinco anos bem como PROIBILA DE CONTRATAR COM O PODER PÚBLICO OU RECEBER BENEFÍCIOS OU INCENTIVOS FISCAIS OU CREDITÍCIOS DIRETA OU INDIRETAMENTE AINDA QUE POR INTERMÉDIO DE PESSOA JURÍDICA DA QUAL SEJA SÓCIO MAJORITÁRIO pelo prazo de 3 três anos tudo a contar da data do trânsito em julgado do presente decisum Condeno ainda a Requerida no pagamento de MULTA CIVIL QUE FIXO NO IMPORTE DE UMA 01 VEZ O VALOR DA MAIOR REMUNERAÇÃO PERCEBIDA DURANTE SEU MANDATO Com o trânsito em julgado determino seja oficiadoa ao Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão e à Câmara Municipal do município de AraiosesMA comunicando a suspensão dos direitos políticosb ao Secretário do Tesouro Nacional para inscrição no CADIN objetivando dar cumprimento à pena de proibição de contratar com o Poder Público ou receber incentivos fiscais ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual seja sócioc por meio eletrônico ou congênere ao Conselho Nacional de Justiça para alimentação do Cadastro Nacional de Condenados por ato de Improbidade Administrativa no âmbito do Poder Judiciário Nacional Resolução nº 442007CNJCustas finais pela Requerida Publiquese Registrese IntimemseEm sendo interposta apelação dêse vista ao apelado para apresentar contrarrazões no prazo legal Após e não havendo recurso adesivo remetamse os autos ao TRF 1ª Região Do contrário havendo apelação adesiva abrase vista ao apelado para apresentar contrarrazões remetendose em seguida os autos ao TRF 1ª Região Oportunamente arquivemse os autos com baixa na distribuição 



SENTENÇA POR IRREGULARIDDES NA SAÚDE

Ante ao exposto JULGO PROCEDENTES os pedidos deduzidos para o fim de a Em relação à requerida LUCIANA MARÃO FÉLIX DECLARAR A SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS pelo prazo de 8 oito anos bem como PROIBILA DE CONTRATAR COM O PODER PÚBLICO OU RECEBER BENEFÍCIOS OU INCENTIVOS FISCAIS OU CREDITÍCIOS DIRETA OU INDIRETAMENTE AINDA QUE POR INTERMÉDIO DE PESSOA JURÍDICA DA QUAL SEJA SÓCIA MAJORITÁRIA pelo prazo de 05 cinco anos tudo a contar da data do trânsito em julgado do presente decisum Condeno ainda a Requerida ao RESSARCIMENTO INTEGRAL DO DANO CAUSADO AO ERÁRIO R15886800 em solidariedade com os ex-secretários no que tange aos valores repassados a maior na gestão de cada um deles Condeno ainda a Requerida no pagamento de MULTA CIVIL QUE FIXO NO IMPORTE DE UMA VEZ O VALOR DO DANO b Em relação à requerida SÍLVIA MARIA FRAZÃO DE SOUZA DECLARAR A SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS pelo prazo de 8 oito anos bem como PROIBILA DE CONTRATAR COM O PODER PÚBLICOOU RECEBER BENEFÍCIOS OU INCENTIVOS FISCAIS OU CREDITÍCIOS DIRETA OU INDIRETAMENTE AINDA QUE POR INTERMÉDIO DE PESSOA JURÍDICA DA QUAL SEJAM SÓCIA MAJORITÁRIA pelo prazo de 5 cinco anos tudo a contar da data do trânsito em julgado do presente decisum Condeno a Requerida ao RESSARCIMENTO DO DANO CAUSADO AO ERÁRIO DURANTE A SUA GESTÃO 01012009 A 20032009 em solidariedade com a ex-prefeita Condeno ainda a Requerida no pagamento de MULTA CIVIL no importe correspondente ao valor do dano apurado na sua gestão uma vez c Em relação ao requerido ANTÔNIO CLETO PINHEIRO JÚNIOR DECLARAR A SUSPENSÃO DOS DIREITOS POLÍTICOS pelo prazo de 8 oito anos bem como PROIBILO DE CONTRATAR COM O PODERPÚBLICO OU RECEBER BENEFÍCIOS OU INCENTIVOS FISCAIS OU CREDITÍCIOS DIRETA OU INDIRETAMENTE AINDA QUE POR INTERMÉDIO DE PESSOA JURÍDICA DA QUAL SEJAM SÓCIO MAJORITÁRIO pelo prazo de 5 cinco anos tudo a contar da data do trânsito em julgado do presente decisum Condeno o Requerido ao RESSARCIMENTO DO DANO CAUSADO AO ERÁRIO DURANTE A SUA GESTÃO 22032009 a 08072009 em solidariedade com a ex-prefeita Condeno ainda o Requerido no pagamento de MULTA CIVIL no importe correspondente ao valor do dano apurado na sua gestão uma vez d Em relação à requerida DORALINA MARQUES DE ALMEIDA pelo prazo de 8 oito anos bem como PROIBILA DE CONTRATAR COM O PODER PÚBLICO OU RECEBER BENEFÍCIOS OU INCENTIVOS FISCAIS OU CREDITÍCIOS DIRETA OU INDIRETAMENTE AINDA QUEPOR INTERMÉDIO DE PESSOA JURÍDICA DA QUAL SEJAM SÓCIA MAJORITÁRIA pelo prazo de 5 cinco anos tudo a contar da data do trânsito em julgado do presente decisum Condeno a Requerida ao RESSARCIMENTO DO DANO CAUSADO AO ERÁRIO DURANTE A SUA GESTÃO 09072009 a março de 2010 em solidariedade com a ex-prefeita Condeno ainda a Requerida no pagamento de MULTA CIVIL no importe correspondente ao valor do dano apurado na sua gestão uma vez Com o trânsito em julgado determino seja oficiado a ao Tribunal Regional Eleitoral do Maranhão e à Câmara Municipal de Araioses - MA comunicando a suspensão dos direitos políticos b ao Secretário do Tesouro Nacional para inscrição no CADIN objetivando dar cumprimento à pena de proibição de contratar com o Poder Público ou receber incentivos fiscais ainda que por intermédio de pessoa jurídica da qual sejam sócios c por meio eletrônico ou congênere ao Conselho Nacional de Justiça para alimentação do Cadastro Nacional de Condenados por Ato de Improbidade Administrativa e por Ato que implique Inelegibilidade CNCIAI no âmbito do Poder Judiciário Nacional Resolução nº 442007CNJ alterada pela Resolução nº 1722013CNJ Custas em rateio pelos Requeridos Sem honorários

Justiça determina em favor do SINDSEPMA : Prefeito deve regularizar pagamento de todos os servidores no prazo máximo de dez dia sob pena de multa

Diante dos constantes atrasos de pagamentos o SINDSEPMA, através de seu presidente Arnaldo Machado, entrou com a ação de Obrigação de Fazer, para que o obrigasse o prefeito Cristino honrar com o pagamento de todos os servidores públicos. Solicitou também uma tabela mensal de pagamento e bloqueio das contas para que garantissem o pagamento de todos servidores inclusive o décimo terceiro, pois os servidores vem sofrendo sem saber qual o dia de pagamento.

Em sua decisão o Juiz Dr. Marcelo, deferiu favorável aos SINDICATO estipulando o prazo máximo de 10 (dez )dias para que o mesmo regularize todos os pagamentos de servidores, CASO NÃO CUMPRA será aplicado uma multa diária de R$ 5.000,00 ( cinco mil reais) na pessoa do prefeito. Mais uma vez nossa categoria sai fortalecida, diz o presidente do sindicato: que essa decisão sirva para que o prefeito reflita, que os servidores devem ser pagos regularmente, com prioridade.





segunda-feira, 11 de dezembro de 2017

Não existe crise e nem falta de dinheiro, existe incompetência e falta de caráter no governo de Cristino

A gestão municipal de Araioses, está prestes a completar seu primeiro ano sob o comando do prefeito Cristino Gonçalves. Mas bem antes de sentar na cadeira, o novo gestor eleito desde o dia seguinte as eleições, 3 de outubro já tomava várias providências, criando comissões de transição e fiscalização como nunca foi visto em lugar nenhum. Passados os quase três meses da fase de mudança e agora completando um ano de novo governo, Araioses está pior que nas administrações de Luciana e Valéria juntas. E ainda que os seus defensores mais ardorosos, ou mesmo aqueles que são pagos para isso, tentem salvar as aparências, poucos cidadãos estão dispostos acreditar em justificativas que só servem para atestar a incompetência e irresponsabilidade de Cristino e sua desastrosa gestão.

O único prefeito do Maranhão e um dos poucos do pais a receber o município com salários em dia e ainda com mais de um milhão em caixa, foi comtemplado ainda com repasses do governo federal em dobro nos primeiros meses de governo. Então, de onde, porém, vieram as dificuldades? Esta é uma pergunta importante.

Há quem afirme, por exemplo, que as prefeituras em todo o Brasil estão enfrentando uma grande crise, supostamente devido ao baixo repasse de verbas por parte do Governo Federal. Raciocinam que no caso de Araioses não poderia ser diferente. Será que esse tipo de argumentação faz realmente sentido, quando já provamos aqui em matérias anteriores, inclusive com o vereador Arnaldo desmentido o prefeito com extratos do banco, provando que ao invés da mentira que o prefeito tentara espalhar, afirmando que recebera um milhão a menos, na verdade os comprovantes do banco davam conta de um milhão a mais nas contas ora em questão?

CRISE FINANCEIRA NAS PREFEITURAS? 
A sentença não se sustenta, muitas prefeituras onde há gestores responsáveis, competentes e comprometidos, os salários estão em dia, o decimo terceiro já foi pago e a população espera contente para comemorar as festas de fim de ano sem contas e com suas dispensas cheias. Mas algumas poucas, como a prefeitura de Araioses, que possuem secretários ostentadores, alugueis de depósitos por preços de loja nos melhores shoppings do pais, impressora de duzentos mil e internet que nunca funcionou por nove a dez mil, fazem alarde, espalhando para os quatro cantos que não tem dinheiro. Não tem dinheiro para colocar os salários em dia, para a saúde, educação, assistência social, para tapar um buraco sequer.

As adversidades enfrentadas por esses prefeitos têm causas múltiplas, que vão do acúmulo de dívidas à falta de um corpo técnico atualizado.

A carência de funcionários qualificados, por exemplo, é um dos fatores que levam os municípios a ingressar no temido Cadastro Único de Convênios (Cauc), — sistema responsável por centralizar 13 itens da fiscalização do Planalto sobre as gestões municipais.

Como é comum o preenchimento de relatórios de prestação de contas com falhas, o município cai no Cauc e se torna inadimplente. Dívidas com a previdência e pendências em relação a obras e convênios também são causas frequentes de inscrição no cadastro do governo federal.

Uma vez absorvida pelos filtros dos controles federais, a prefeitura passa a receber somente os repasses constitucionais do Fundo de Participação dos Municípios (FPM), do ICMS, da saúde e da educação. Enquanto persistirem as pendências, a prefeitura não só fica impedida de assinar novos convênios, como também sofre a retenção das parcelas de contratos em andamento.

A solução para lidar com esse problema passa necessariamente por duas medidas: (1) Qualificação dos servidores públicos para utilizar as ferramentas de gestão pública disponibilizadas pelo governo federal; (2) Contratação de mais técnicos e especialistas em gestão pública e redução das indicações meramente políticas.

A coisa toda é fácil de entender: competência técnica gera resultados positivos nas contas das prefeituras. No cenário oposto, a Prefeitura afunda em inadimplências no lamaçal do despreparo. E a culpa é de quem? Do Governo Federal com seus controles que objetivam a transparência ou dos gestores municipais e suas equipes incompetentes, que fazem mal-uso do dinheiro público e depois tentam remedar com notas cheias de falhas, que não passa em nenhum pente fino de nenhum órgão de fiscalização?

REPASSE DE RECURSOS À PREFEITURA DE ARAIOSES
Já mostramos documentalmente que não houve queda nos repasses do governo federal à prefeitura de Araioses, em alguns casos houve até aumentos, e o que o governo está tentando, é fazer a população acreditar em mentiras repetidas, que não passam de historinhas, porque a única coisa que sabem fazer bem é colocar a culpa de sua incompetência em administrações passadas.

Com tantos milhões entrando todos os meses, basta acompanhar no site do Banco do Brasil, nota-se que a gestão atual não tem do que reclamar.

Concurso Prefeitura e Câmara de São Bernardo - MA

Ofertadas 220 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, cuja remuneração varia entre R$ 937,00 a R$ 3.500,00.

Do dia 11 de dezembro de 2017 a 11 de janeiro de 2018, a Prefeitura e a Câmara de Vereadores de São Bernardo, no interior do Maranhão, estará recebendo inscrições referentes ao concurso público n.º 001/2017. O concurso a ser executado pelo Instituto Machado de Assis, oferece 220 vagas para profissionais de níveis fundamental, médio e superior, cuja remuneração varia entre R$ 937,00 a R$ 3.500,00, por jornadas de 30 e 40 horas semanais.

Serão reservadas às pessoas com deficiências, em caso de aprovação, 5% do exato número de vagas determinadas para o cargo neste Edital, desde que, a deficiência de que são portadoras seja compatível.

Cargos
Prefeitura: Guarda Municipal, Maqueiro, Motorista, Monitor de Ônibus Escolar, Agente Administrativo, Agente Tributário, Assistente Social, Enfermeiro, Fisioterapeuta, Nutricionista, Professor e Médico.
Câmara: Auxiliar de Serviços Gerais, Copeiro, Porteiro, Auxiliar Administrativo e Secretário Executivo.

Inscrição
As inscrições serão feitas via internet no endereço eletrônico www.institutomachadodeassis.com.br. A taxa de inscrição é de R$ 58,57 (fundamental), R$ 70,77 (médio) e R$ 115,42 (superior).

Prova
Na data provável de 22 de janeiro de 2018, no horário de 9h às 12h, serão apalicadas as provas escritas objetivas. Os locais de realização das provas escritas serão divulgados até o dia 17 de janeiro de 2018.

O gabarito das provas escritas objetivas será divulgado a partir do dia 23 de janeiro de 2018, no endereço eletrônico www.institutomachadodeassis.com.br.

Validade
Este concurso terá validade para a convocação de 2 (dois) anos a contar da data de publicação de sua homologação, podendo ser prorrogado por igual período, a critério da Prefeitura de São Bernardo - MA.

Saiu o edital do concurso da Saúde do Maranhão.Confira!

As oportunidades são gratuitas e os cursos, de formação inicial e continuada e cursos técnicos, serão realizados tanto em modo presencial quanto a distância.
O Instituto AOCP divulgou nesta segunda-feira,11, o edital para preencher as mil vagas oferecidas pela no quadro efetivo da Empresa Maranhense de Serviços Hospitalares (Emserh), responsável pela gestão de 45 unidades de saúde na capital e no interior do estado

As inscrições podem ser realizadas a partir das 08h do dia 15 de dezembro até o dia 09 de janeiro de 2018, às 23h59, por meio do site do Instituto AOCP. Nível médio e técnico custam R$ 80, já o nível superior R$ 120.

Vagas
Das vagas autorizadas, serão ofertadas 60 oportunidades na área médica em diferentes especialidades, 630 vagas para as funções de enfermeiro e de técnico de enfermagem, além de 310 vagas distribuídas para os cargos de biomédico, bioquímico, farmacêutico, fisioterapeuta, fonoaudiólogo, nutricionista, odontólogo, psicólogo, terapeuta ocupacional, técnico em saúde bucal, advogado, analista administrativo, jornalista e assistente administrativo.

Atenção! 
O candidato deve escolher a Regional de Saúde para a disputa da vaga no ato da inscrição. A distribuição dos candidatos aprovados no concurso será de acordo com a necessidade/conveniência das unidades de saúde nas regionais as quais os candidatos se inscreveram.

Provas 
As provas objetivas referentes ao Concurso Público serão realizadas nas cidades de Balsas (MA), Barra do Corda
(MA), Caxias (MA), Codó (MA), Imperatriz (MA), Itapecuru (MA), Pinheiro (MA), Presidente Dutra (MA), Rosário (MA),
Santa Inês (MA), São João dos Patos (MA), São Luís (MA), Timon (MA) e Zé Doca (MA).

A aplicação das Provas Objetivas está prevista para o dia 18 de fevereiro de 2018.


CONFIRA O QUADRO DE VAGAS
Médicos especialistas
Médico cardiologista: 8 vagas
Médico – clínica médica: 9 vagas
Médico – endocrinologia: 13 vagas
Médico – ginecologia e obstetrícia: 9 vagas
Médico – ortopedia: 7 vagas
Médico – pediatria: 10 vagas
Médico – psiquiatra: 4 vagas
Enfermagem
Enfermeiro: 30 vagas
Enfermeiro obstetra: 10 vagas
Enfermeiro UTI – Adulto: 10 vagas
Enfermeiro UTI – Pediátrica: 10 vagas
Enfermeiro UTI – Neonatal: 10 vagas
Técnico de enfermagem: 560 vagas
Área médica
Biomédico: 15 vagas
Bioquímico: 10 vagas
Farmacêutico: 60 vagas
Fisioterapeuta: 28 vagas
Fisioterapeuta UTI Pediátrica – Neonatal: 10 vagas
Fonoaudiólogo: 15 vagas
Nutricionista: 20 vagas
Odontólogo: 15 vagas
Psicólogo: 15 vagas
Terapeuta ocupacional: 15 vagas
Técnico em saúde bucal: 26 vagas
Área administrativa da Emserh
Advogado: 2 vagas
Analista administrativo: 44 vagas
Jornalista: 5 vagas
Assistente administrativo: 30 vagas

O Imparcial

Final de semana de encontro político em Araioses: Weliton do Posto recebeu seus candidatos em grande evento

Candidato à prefeitura de Araioses em 2016 e pré-candidato em 2020, o empresário Weliton do Posto recebeu ontem 10, em um evento realizado no Country Clube, denominado “Confraternização dos Amigos do Weliton do Posto” os deputados estaduais Adriano Sarney e Edilazio Junior, ambos do Partido Verde – PV.

Com uma programação cultural e esportista, o evento atraiu muitos populares e simpatizantes de Weliton, que em seu discurso voltou a reiterar que está do lado dos araiosenses, repetindo que muitos afirmavam que depois das eleições iria embora do município, como fazem e fizeram outros candidatos não eleitos. Segundo Weliton, ele estava, está e permanecerá do lado dos araiosenses, mora aqui, compra no comercio daqui, tem empreendimentos no município que gerarão muitos empregos para os araiosenses e está de portas abertas para receber quem o procurar.

Lideranças comunitárias ligadas ao grupo do empresário também estiveram presentes e a noite uma multidão prestigiou o encerramento com um show da banda local Swing Bom. Na oportunidade Weliton apresentou o que possivelmente será os pré-candidatos apoiados pelo grupo no município: Adriano e Edilazio, ambos do PV e parlamentares com mandato na Assembleia Legislativa do Maranhão, outro detalhe é que ambos são ligados a família Sarney: Adriano é sobrinho de Roseana e Edilázio é genro da desembargadora Nelma Sarney, este último disputará uma cadeira de deputado federal em 2018.

quarta-feira, 6 de dezembro de 2017

Justiça no encalço de Manin Leal: Ex-prefeito de Santa Quitéria em menos de um mês sofre duas derrotas na justiça

Por Marcio Maranhão 
Com informações MPE
Em menos de 15 dias, o ex-prefeito de Santa Quiteria Manin Leal, pai da ex-prefeita de Araioses Valéria Leal, sofreu duas derrotas nos tribunais, que lhe custará quase dez milhões.

O Ministério Público do Maranhão (MPMA) ajuizou, em 1º de novembro, uma Ação Civil Pública em desfavor do ex-prefeito de Santa Quitéria, Osmar de Jesus da Costa Leal, solicitando o ressarcimento de R$ 5.495.318,40 aos cofres municipais, em função de irregularidades observadas na prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2000.

Em 17 de outubro, quatro outras Ações Civis Públicas (ACPs) por atos de improbidade administrativa haviam sido ajuizadas pelo Ministério Público do Maranhão contra o ex-prefeito de Santa Quitéria e secretários. Nesta o MPMA pediu o bloqueio dos bens do réu em um total acumulado de R$ 3.800.221,14 milhões.

CONFIRA OS DETALHES:
Final de novembro de 2017
O Ministério Público do Maranhão (MPMA) ajuizou, em 17 de outubro, quatro Ações Civis Públicas (ACPs) por atos de improbidade administrativa contra o ex-prefeito de Santa Quitéria, Osmar de Jesus da Costa Leal. Os ex-secretários de Administração, Rômulo Augusto Alencar Dias Carneiro, e de Educação, Eudenide Pereira Viana Fontenelle também foram alvo de duas ações, cada um, junto com o ex-gestor.

Os documentos, assinados pelo promotor de justiça Luiz Eduardo Braga Lacerda, baseiam-se nos acórdãos das prestações de contas apresentadas ao Tribunal de Contas do Estado (TCE-MA).

As duas primeiras ACPs correspondem à desaprovação das contas da Prefeitura Municipal de Santa Quitéria, referentes aos anos de 2007 e 2010. Segundo o MPMA, Osmar Leal e Rômulo Carneiro praticaram vários atos de improbidade administradora que causaram lesão ao patrimônio público e atentaram contra os princípios da administração pública.

O TCE detectou ausência de realização de processos licitatórios, em desobediência aos requisitos estabelecidos na Lei nº 8.666/93; além de falta de comprovantes de recolhimento de contribuições previdenciárias, de demonstrativos referentes às contribuições previdenciárias e de lei para atualizar subsídios dos secretários municipais.

O valor das multas individuais devidas aos cofres públicos, referentes ao ano de 2007, é de R$ 125.803,28, além da dívida de R$ 229.016,38, relacionada à ausência de notas fiscais. Em relação ao ano de 2010, a corte de contas aplicou três multas, totalizando R$ 67.200,00.

Fundeb
As irregularidades nas contas do Fundeb também motivaram ações contra o ex-gestor e a ex-secretária de Educação, Eudenide Fontenelle.

Segundo o TCE, as contas prestadas pelos réus foram consideradas irregulares, nos termos da Lei nº 8.258/05, por problemas de natureza contábil, financeira, orçamentária, operacional ou patrimonial, bem como de dano ao erário resultante de ato de gestão ilegal, ilegítimo ou antieconômico.

O MPMA pediu o bloqueio, nas duas ações, dos bens dos réus de R$ 2.213.932,23 e R$ 1.586.288,91 referentes às irregularidades nas contas dos anos de 2007 e 2009, respectivamente. No total, deu R$ 3.800.221,14 milhões.

Inicio de dezembro de 2017
O Ministério Público do Maranhão (MPMA) ajuizou, em 1º de novembro, uma Ação Civil Pública em desfavor do ex-prefeito de Santa Quitéria, Osmar de Jesus da Costa Leal, solicitando o ressarcimento de R$ 5.495.318,40 aos cofres municipais, em função de irregularidades observadas na prestação de contas referente ao exercício financeiro de 2000.

A ACP, formulada pelo promotor de justiça Luiz Eduardo Braga Lacerda, é baseada no Acórdão (decisão coletiva) PL-TCE nº 71/2014, do Tribunal de Contas do Estado (TCE).

As ilegalidades constatadas incluem ausência de licitações, contratos e comprovação de despesas; emissão de notas fiscais sem data; duplicidade de pagamentos, além de débitos em conta sem comprovação de despesas.

Entre as irregularidades estão a realização de despesas indevidas e a divergência relativa ao total da aplicação de recursos do Fundef (Fundo de Manutenção e Desenvolvimento do Ensino Fundamental e de Valorização do Magistério), atual Fundeb.

Além da utilização de recursos do fundo para liquidar despesas de outra área, sob a gestão de Osmar Leal, também foram realizadas despesas indevidas na área de saúde.

segunda-feira, 4 de dezembro de 2017

DODGE PEDE NOVA PRISÃO DE BARATA E DIZ QUE DECISÃO NÃO CABERIA A GILMAR

Da PGR - A procuradora-geral da República, Raquel Dodge, entrou nesta segunda-feira (4) com agravo regimental, no Supremo Tribunal Federal (STF), contra a decisão monocrática do ministro Gilmar Mendes, que revogou a prisão preventiva do empresário Jacob Barata Filho, decretada pelo Tribunal Regional Federal da 2ª Região (TRF2).

Na mesma peça, a PGR também pede a restauração da prisão preventiva substitutiva do empresário, decretada pela 7a Vara Federal do Rio de Janeiro. Dodge alega incompetência de Mendes para apreciar o pedido de habeas corpus (HC). A incompetência do ministro verifica-se pelo fato de HC anterior ter sido distribuído, aleatoriamente, no STF, para o ministro Dias Toffoli. No dia 27 de novembro, Toffoli negou o pedido e abriu vista à PGR.

No agravo, a procuradora-geral justifica que, por prevenção, a competência para processar e julgar eventuais pedidos relacionados à Operação Cadeia Velha, incluindo as prisões preventivas correspondentes, é do ministro Dias Toffoli. Foi em decorrência do critério da prevenção que Dias Toffoli julgou e indeferiu os HCs impetrados pelas defesas dos deputados estaduais Jorge Picciani e Paulo Melo, presos na mesma operação.

Para a PGR, ao conhecer e apreciar petição impetrada pela defesa de Jacob Barata, o ministro Gilmar Mendes, “além de agir despido de competência para tanto, afrontou a competência do Ministro Dias Toffoli para fazê-lo, em clara ofensa à regra do juiz natural”.

O agravo menciona, ainda, o fato de o empresário ter descumprido medidas cautelares diversas da prisão, impostas a ele pelo STF, em outro HC que permitiu que ele deixasse a cadeia. A decisão o proibia de administrar suas empresas de transporte de passageiros, mas ele se manteve à frente dos negócios.

Festejo de Nossa Senhora da Conceição de Araioses é um sucesso


Em sua sexta noite, as festas em honra a padroeira dos araiosenses, Nossa senhora da Conceição, tem levado multidões à Igreja Matriz todas as noites. Moradores, visitantes e comunidades convidadas tem lotado todos os eventos da programação do festejo, que além de missas, barraquinhas e leilões, ainda realiza apresentações culturais que encantam a todos.

O Bispo da Diocese de Brejo, Dom Valdecir, já esteve presente e presidiu missa solene. Até dia 8, último dia das festividades da padroeira, vários outros eventos devem acontecer.

No dia 8, a missa será as 8 horas da manhã e a tarde, às 17 horas, haverá a procissão de encerramento. Logo após a paroquia promoverá um bingo eletrônico em prol da Igreja Matriz com vários valiosos prêmios e cinco mil em dinheiro, com o preço da cartela apenas cinco reais.












Primeira pesquisa nacional no Maranhão mostra empate técnico entre Roseana e Flávio Dino

O Instituto Vox Populi foi o primeiro instituto de abrangência nacional a realizar uma pesquisa sobre a corrida eleitoral no Maranhão. De acordo com os números, Flávio Dino estaria com 37%, Roseana com 35% e o terceiro colocado Eduardo Braide (PMN) com 7%. 
Os resultados do Instituto Vox Populi contradizem completamente o último levantamento feito pela Exatas, contratada pelo jornal governista, o Pequeno. Exatas diz que Flávio Dino tem 63% dos votos e que ganharia a eleição no primeiro turno.

Confira abaixo os resultados do Vox Populi

Luis cardoso

Presidente do PDT Araioses, o vice-prefeito Manoel da Polo, prestigia convenção estadual do partido

Por Marcio Maranhão
Ciro Gomes, único presidenciável ficha limpa na corrida eleitoral fala à multidão


Lázaro, Ciro Gomes e Manoel da Polo

O PDT do Maranhão realizou nesse sábado (02) Convenção Estadual e Municipal do partido. O evento aconteceu às 8h30 na Batuque Brasil, no bairro da Cohama, em São Luís, e teve como objetivo a eleição dos novos integrantes das comissões executivas do partido no estado e no município de São Luís, suplentes, membros efetivos e suplentes do conselho fiscal estadual.

A Convenção contou com a presença de prefeitos, vice-prefeitos, vereadores, suplentes, presidentes e delegados do partido, além de simpatizantes e apoiadores do PDT no estado e no país.

Vereadora Abigail, ex-secretário Zezinho e o ex-presidente da Câmara de vereadores de Araioses Wilson de Miranda, também estiveram presentes acompanhando Manoel da Polo




Estiveram presentes os presidentes e representantes de vários partidos do estado e alguns nacionais. O presidenciável Ciro Gomes, que veio acompanhado do atual presidente nacional do partido e ex-ministro do Trabalho e Emprego, Carlos Lupi, foi mais uma vez, aclamado pré-candidato à Presidência da República, enaltecido, inclusive, pelo governador Flávio Dino (PC do B), que também declarou apoio irrestrito ao deputado federal Weverton Rocha, pré-candidato ao Senado.

Manoel da Polo, vice-prefeito pela legenda e presidente do partido no município esteve presente junto com sua comitiva no evento, conversou com deputados e caciques do partido sobre os rumos do PDT nas eleições de 2018, e o futuro da sigla em Araioses.

O evento é considerado um dos mais importantes do partido e dará a indicação dos caminhos para as eleições de 2018. O PDT é um dos maiores partidos do Maranhão, com 42.180 filiados, mais de 200 vereadores, 30 prefeitos, 18 vice-prefeitos, cinco deputados estaduais e dois deputados federais.

Ciro instigou os militantes a compreenderem que, além de festejar a identidade do PDT, “o sentido moral e superior” da Convenção pedetista é o de se fazer uma reflexão acerca do atual estado de humilhação e de sofrimento pelo qual atravessa o povo brasileiro, sobretudo devido ao retrocesso promovido pelo governo de Michel Temer.

“Não é possível deixar de lembrar que, neste momento em que nós estamos reunidos, mais de três milhões de brasileiro estão desempregados. Mais de dez milhões de brasileiros estão sendo empurrados como biscates, na informalidade, se virando nas ruas, sendo humilhados, perseguidos, para tentar levar alguma coisa para casa”, lamentou o presidenciável.

Ciro classificou Temer como “malfeitor”, por sacrificar a população mais pobre, em detrimento dos interesses das grandes multinacionais. “Um trilhão de reais foram dados, anteontem, por essa gente que nos governa, às multinacionais do petróleo”, denunciou Ciro, ao convocar os maranhenses a lutarem pela continuidade da política que tem feito de seu estado um exemplo para o País.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...