Páginas

quinta-feira, 16 de abril de 2020

Empresas de ônibus burlam fiscalização do Maranhão usando balsa no rio Tocantins

Apesar do decreto estadual do Governador Flávio Dino (PCdoB), proibindo a entrada de ônibus de todos os Estados, devido a pandemia do coronavírus (Covid-19), uma situação crítica tem preocupado os moradores dos municípios de Porto Franco e Estreito no Sul do Maranhão.

No município de Estreito na divisa com estado do Tocantins, diversos ônibus vindo de outros Estados e principalmente do Rio e São Paulo, tem deixado centenas de passageiros na cidade de Aguiarnópolis no Tocantins, que faz divisa com o município maranhense.

Esses passageiros atravessam a Ponte Juscelino Kubitschek , sobre o rio Tocantins, que liga os municípios de Aguiarnópolis, no estado do Tocantins e Estreito, no estado do Maranhão, a pé. A maior preocupação dos moradores de ambos os municípios é que não existe nenhuma fiscalização ou controle sanitário para controlar essa entrada o que tem gerado grandes aglomerações. Já no município maranhense, eles embarcam em outro ônibus e seguem sua viagem normalmente.

Em Porto Franco, onde também faz divisa com Tocantins, a situação não é diferente, moradores denunciam uma nova modalidade adotada pelas empresas de ônibus, que segundo eles, arrumaram um novo jeito de entrar no Estado, usando uma Balsa.

Um morador que não quis se identificar, disse que a atitude dos motoristas dos ônibus serve para burlar a fiscalização que é feita em outras rotas. De acordo com ele, empresas estão deixando pessoas no cais do município de Tocantinópolis no Tocantins que faz divisa com município maranhense de Porto Franco. Segundo ele, esses passageiros seguem na Balsa para o Maranhão, já o ônibus segue por outra rota por terra, passando por postos de fiscalização com os veículos vazios.

“O que ocorre é esta situação. Passageiros desembarcando para atravessar o rio Tocantins de barco ou balsa e os ônibus dando a volta por terra, indo para Estreito (MA), e pegando-os do outro lado do rio. Seja em Tocantinópolis ou em Porto Franco (MA)”, disse ele.

Enquanto Isso no Maranhão

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...