Páginas

terça-feira, 7 de abril de 2020

Armadilha de Cristino contra Arnaldo representa um retrocesso na política do município e sinal claro de desespero do governo

Vereador Arnaldo e prefeito Cristino

Por Marcio Maranhão 
A Câmara de Vereadores, na condição de Poder Legislativo Municipal, constituído para defender os interesses dos cidadãos precisa agir, o Ministério Público, fiscal da lei e guardião da sociedade não pode silenciar diante de tamanha aberração, grave e criminosa, daqueles que usando o poder do estado, tentam imputar crime a quem não tem a mesma paridade de armas para se defender. 

Como pode alguém, tendo o poder, depositar sem a sua autorização e sem o seu conhecimento valores em sua conta bancária, para depois lhe chamar de ladrão? Como um sistema a prova de qualquer falha, pois nunca aconteceu com ninguém que se tenha conhecimento (receber por ato falho da prefeitura dinheiro na sua conta), cometer um erro grotesco e justamente com o principal nome de oposição ao governo de Cristino? E, se de fato foi um erro desproposital, porque a prefeitura não solicitou ao banco o estorno do valor, o que com certeza seria feito com satisfação para tão honrado cliente como a prefeitura, já que é politica do banco tal procedimento nos casos de erro do depositante a qualquer cidadão simples, quanto mais a prefeitura com sua pomposa conta. 

Ao invés disso, preferiram o show, a pirotecnia, com a intenção de difamar seu adversário, nem que para isso todos os preceitos morais e os limites da lei fossem ignorados. 

Em entrevista à nossa equipe na manhã desta segunda feira 6, o vereador prof. Arnaldo disse que teve conhecimento dos valores depositados na sua conta somente quando representantes da prefeitura o notificaram, exigindo que devolvesse um dinheiro que ele nem sequer sabia da existência em um prazo de 24 horas. Para tanto, informaram o numero de uma conta que supostamente é do FUNDEB para fazer transferência, procedimento atípico e informal, considerando o caso e as partes envolvidas. 

“Sou um legalista, se eles cometeram de fato um erro e não quiseram resolver junto ao banco, seja lá por qual motivo. Ao contrário deles, eu farei tudo em conformidade com a lei, me resguardando de qualquer outra manobra de quem não tem limites éticos para lidar com quem pensa diferente. Para tanto, ou a prefeitura emite um boleto de uma conta oficial para que eu fique com um comprovante por segurança, ou depositarei em uma conta judicial, para que fique aos cuidados da justiça e a prefeitura por sua vez explique suas razões e contra razões ao Poder Judiciário”, disse Arnaldo. 

Outras perguntas necessariamente precisam serem feitas: Se o erro foi da prefeitura, por que estão tentando criminalizar terceiros? Por que dos milhares de servidores públicos do município, tal erro, aconteceu justamente com o vereador prof. Arnaldo, que inclusive está licenciado do vinculo com a prefeitura? Por que demoraram tanto para comunicar o vereador Arnaldo sobre tal erro? Por que não atenderam a exigência de Arnaldo, que pediu para sua segurança, um boleto de uma conta oficial do FUNDEB, órgão verdadeiramente dono dos valores? 

A atuação da prefeitura, usando o poder do estado para perseguir adversário, precisa de uma reação rápida e enérgica das autoridades. Não estamos mais na idade das trevas, tão pouco o governo de Cristino é uma monarquia em que ele pode fazer tudo contra qualquer um, que não tenha simpatia. 

Está acontecendo agora com o vereador Arnaldo, mas, amanhã pode ser eu ou você, se nada for feito agora. Hoje pode parecer algo de pouca importância, mas, quando for você ou alguém próximo da sua família? Quem vai lhe defender contra quem tem o poder de produzir o crime, as provas e as acusações?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...