Páginas

quarta-feira, 29 de abril de 2020

Vice-prefeito Manoel da Polo condena a compra de mais 350 mil em alimentos por parte da prefeitura em São Luís, esquecendo dos comerciantes de Araioses

Vice-prefeito Manoel da Polo
Por Marcio Maranhão 
Em função do estado de emergência por decreto municipal, a compra de alimentos e outros produtos que se configurem necessários e urgentes ao combate da crise, estão dispensados de licitação, podendo o gestor, oportunamente fortalecer e apoiar a economia da cidade, indo diretamente no comércio local e adquirir o produto, sem muita burocracia. 

Mas, segundo o vice prefeito Manoel da Polo, Cristino deu mais uma demonstração da sua traição aos araiosenses, ao invés de comprar os alimentos em Araioses para ajudar os comerciantes locais, o prefeito resolveu comprar em São Luís, para ajudar apadrinhados, com o dinheiro dos araiosenses, retirando a possibilidade desses R$ 350.063,15 (TREZENTOS E CINQUENTA MIL, SESSENTA E TRÊS REAIS E QUINZE CENTAVOS), circular no próprio município, ajudando nossos comerciantes locais, que são pais de família e contribuem com esse município muito mais que o senhor prefeito que nem aqui mora. 

A denúncia trata dos três contratos realizados pela prefeitura de Araioses na aquisição de gêneros alimentícios para as secretarias de saúde, administração e assistência social em um valor total de R$ 350.063,15 (TREZENTOS E CINQUENTA MIL, SESSENTA E TRÊS REAIS E QUINZE CENTAVOS). 

Confira os detalhes abaixo:




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...