Páginas

sexta-feira, 27 de março de 2020

A pouco mais de seis meses das eleições, Cristino resolve manifestar o seu amor por Araioses


Por Marcio Maranhão 
Uma cidade que não tem servido nem para Cristino e sua família morar depois das eleições de 2016, passados 39 meses desastrosos de administração, nos parece irônico tamanha homenagem da parte dos mesmos gestores que a destruíram. 

A exemplo de outras cidades, que levantaram monumentos semelhantes, o letreiro é um símbolo de mudanças positivas que transcorriam e um chamado à sociedade para abraçar a cidade na construção do novo. Infelizmente Araioses caminhou na direção contrária. Depois de Luciana e Valéria, prefeitas mal queridas dos araiosenses em suas gestões, Cristino entregará Araioses muito pior do que quando a recebeu. 

(...) 


Mas vamos combinar, um prefeito que não compra papel higiênico para o hospital, nem máscara para os profissionais da saúde, em meio a uma pandemia e estado de calamidade, se aproveita da dispensa de licitação e tira R$ 17 mil do bolso dos araiosenses para pagar apenas um letreiro, não tem como não amar Araioses. 

(...) 

O ódio com que Cristino administra Araioses não nos tirou o amor por essa cidade. Talvez um pouco do orgulho. Nós amamos Araioses e por amar Araioses, iremos expurgar esses forasteiros que tem sugado nossas riquezas e definhado nossa esperança.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...