Páginas

Magalu

segunda-feira, 2 de novembro de 2020

Depois de 12 anos sendo sabotado por forasteiros, comércio araiosense não suportará mais 4 anos sem circulação de dinheiro na cidade

Manoel da Polo 19 em visita aos comerciantes do entorno da praça do mercado.

Há 12 anos nossas riquezas são saqueadas por forasteiros, comercio araiosense não suportará mais quatro anos sem circulação de dinheiro na cidade 

Circulou um áudio pelas redes sociais do presidente do partido de Monhata, o senhor Antônio Quaresma, explicando para um amigo o quanto nossa prefeitura e todas as nossas riquezas já estão comprometidas a interesses de pessoas de outros municípios, o seu candidato venha a ser eleito. Embora, após uma conversa de interna, suponha que de cavalheiros, o presidente tenha vinda à público se explicar e até desmentir, suas palavras já não eram novidades a nenhum araiosense que presenciou o grande evento do candidato do partido solidariedade, bancado por quatro candidatos de outras quatro cidades, que fazem parte do campo de influência do ex-prefeito de Magalhães de Almeida, que foi barrado pela justiça nestas eleições, mas que busca com a vitória do seu grupo em Araioses, ampliar seu domínio sobre a região do Baixo Parnaiba, tendo o controle de cinco prefeituras: Araioses, Agua Doce, Santa Quitéria, São Bernardo. 

Nos governos de Luciana, Valéria e agora de Cristino, o araiosense sentiu na própria pele o quão é danoso para nossa economia, o controle integral das nossas riquezas e a gestão estratégicos da nossa prefeitura a interesses de outros grupos alheios as necessidades dos araiosenses. 

Só para exemplificar de forma especifica, o vereador Alex, aliado de Cristino e Wellington do João Dico de Água Doce, ambos controlados por Neto Carvalho, na condição de presidente da Câmara de Vereadores de Araioses, em quase todas as suas licitações, estranhamente teve como beneficiários exatamente empresas de Água Doce e Magalhaes de Almeida. 

As mesmas empresas apesar de terem recebido recursos que passam de cem mil, vereadores contestam nunca terem vistos qualquer serviço prestado pelas mesmas na casa legislativa. 

Na prefeitura as licitações são sempre com dígitos maiores e todas passam de milhões, ainda assim, cidades com porte menores que Araioses e com o comercio menos organizado, geralmente são contemplados, mesmo quando se trata de carta convite ou dispensa de licitação. 

Com Luciana tudo era comprado em São Luís, Valeria até coentro trazia de cidades do outro lado do Maranhão a preços que passam do nível do absurdo, com Cristino não foi diferente, mesmo quando poderia ter injetado mais de um milhão no comercio local por conta da dispensa de licitação e ter ajudado a economia local, resolveu comprar arroz, feijão, massa de milho e até farinha de puba em São Luís e Terezinha.

Manoel da Polo acredita no desenvolvimento da cidade através de um comercio forte. Durante anos militou na Associação Comercial de Araioses, trouxe cursos de capacitação para os empresários e funcionários do comercio. Além de investimentos em novas formas de empreender com parcerias SEBRAE e BANCO DO NORDESTE.




















Nenhum comentário:

Postar um comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...