Páginas

quarta-feira, agosto 24, 2016

PESQUISA DIZ QUE TV E INTERNET TÊM MAIOR INFLUÊNCIA SOBRE OPINIÃO PÚBLICA

Estudo Geral de Meios (EGM), realizado pelo instituto Ipsos, aponta que a TV e a internet aparecem praticamente empatadas sobre o peso de influenciar a opinião pública; segundo a pesquisa, 77% dos entrevistados apontam para a força da televisão e 76% para o poder da internet no que diz respeito a influenciar o posicionamento da opinião pública sobre um determinado assunto; em seguida, aparecem o jornal (66%) e o rádio (61%); revistas são vistas como a última opção, com 48%

:

247 - Pesquisa do Estudo Geral de Meios (EGM) do instituto Ipsos aponta que a TV e a internet aparecem praticamente empatados sobre o peso de influenciar a opinião pública. Segundo a pesquisa, 77% dos entrevistados apontam para a força da televisão e 76% para o poder da internet no que diz respeito a influenciar o posicionamento da opinião pública sobre um determinado assunto. Em seguida, aparecem o jornal (66%) e o rádio (61%). As revistas vem como a última opção, com 48%.

Ainda segundo o estudo, a percepção da influência da televisão e da internet é alta entre todas as classes sociais e níveis de escolaridade, mas a prevalência da TV começa a diminuir. Para o público jovem (18 a 24 anos), o meio perde para a internet."Recentemente viralizou a notícia de que, nos EUA, Donald Trump não investiu absolutamente nada em publicidade na TV para a sua campanha. Isto, talvez levado ao extremo, reflita uma nova realidade sobre a influência dos meios de comunicação. No Brasil, estamos começando a vivenciar uma nova era da influência, principalmente com os Millennials e Geração Z", avalia o diretor de negócios da Ipsos Connect, responsável pelo EGM, Diego Pagura.

A pesquisa apontou, ainda, que as classes mais altas acreditam que os meios impressos têm mais influência sobre a população: 51% das classes A e B mencionam o meio revista, contra 48% da população em geral. O cenário é visto semelhante em relação ao meio jornal, que atingiu 66% no levantamento geral, mas chegou a 70% entre as classes mais altas. Já o rádio tem 61% de concordância, com pouca variação entre as classes A, B e C. Entre os entrevistados das classes DE, o percentual cai para 56%..

O levantamento do Estudo Geral de Meios (EGM) realizou com 31.096 entrevistas presenciais em nove regiões metropolitanas. A pesquisa foi entre abril de 2015 e março deste ano e a margem de erro é de 0,56% para mais ou para menos.

Povoado Bolachas recebeu o primeiro comício de Valéria e mais uma vez uma multidão se fez presente



Sucesso do primeiro comício de Valéria no povoado Bolachas confirma a gratidão do povo às ações da prefeita em prol dos mais carentes da zona rural.

Desde cedo, dezenas de pessoas já começavam a chegar à casa da Dona Verinha onde aconteceu o comício. Bem recebida por todas as casas onde o pouco tempo lhe permitiu passar, Valéria cumprimentou moradores e saudou a todos que lhe procuraram, não deixando de dar especial atenção às crianças e idosos por onde passava.

Moradores expressavam a alegria em receber a prefeita e afirmavam: “Nós gostamos de Valéria porque ela é como a gente e não se esconde do povo”.

À noite a festa foi completa e o primeiro comício de Valéria do Manin foi um sucesso.








Marcio Maranhão
Imagens Joelson Santos

Contas de luz no Maranhão vão ficar mais caras a partir de domingo

contaenergia
O reajuste tarifário anual da Companhia Energética do Maranhão (Cemar) foi aprovado ontem (23) após reunião pública com a diretoria da Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL). Ficou definido que a partir de domingo (28), a conta de luz passará a ter um outro valor para as 2,3 milhões de unidades consumidoras localizadas no estado do Maranhão.

Ao calcular o reajuste, conforme estabelecido no contrato de concessão, a ANEEL considera a variação de custos associados à prestação do serviço. O cálculo leva em conta a aquisição e a transmissão de energia elétrica, assim como os encargos setoriais. Os custos típicos da atividade de distribuição são atualizados com base no Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M).

Para mais informações sobre revisões tarifárias, a ANEEL disponibilizou consultadas no por meu do Site www.aneel.gov.br

Antônio Martins

Vazou e mais mudanças poderão vir por aí

O quadro político de Araioses que até então parece está definido com quatro candidatos concorrendo à prefeitura do município, pode, até dia dois de outubro ainda mudar.

Há alguns dias atrás fiquei sabendo de supostos encontros secreto entre emissários de determinado candidato com o próprio cabeça de chapa de outra coligação. A informação me pareceu um pouco fantasiosa e nada tem a ver com o que já foi abordado entre Luizão e Weliton do Posto, mas sim, um novo capítulo com novos personagens. Os que contavam, falavam em intervenções e intercessões de deputados, ex-deputados e outras autoridades do alto escalão...

Mas agora, em uma conversa despretensiosa com o advogado de certo grupo de oposição, ele me afirmou que é certeza que na segunda quinzena de setembro Araioses só terá dois candidatos: Valéria e outro (a). E se nada der certo, ainda sim se terá no máximo três.

Vamos aguardar pra ver que bicho vai dar...

Marcio Maranhão

Presidentes do PSDB em Goiás e da Saneago são presos em ação da PF

São cumpridos 120 mandados no estado, além de São Paulo e Florianópolis.Esquema desviou R$ 4,5 milhões para quitar dívidas políticas.

Afrêni Gonçalves, presidente do PSDB-GO, e José Taveira, presidente da Saneago (Foto: Reprodução)
Afrêni Gonçalves, presidente do PSDB-GO, e José
Taveira, presidente da Saneago (Foto: Reprodução)

A Polícia Federal realiza na manhã desta quarta-feira (24) uma operação para desarticular uma quadrilha responsável pelo desvio de R$ 4,5 milhões em recursos federais por meio da Companhia de Saneamento de Goiás (Saneago). Segundo as investigações, as verbas eram destinadas ao pagamento de dívidas políticas.

A Operação Decantação cumpre 120 mandados judiciais em Goiânia, Aparecida de Goiânia, Formosa e Itumbiara, em Goiás, além de São Paulo e Florianópolis (SC). Entre os presos estão o presidente estadual do PSDB, Afrêni Gonçalves, e ex-secretário da Fazenda de Goiás e atual presidente da Saneago, José Taveira Rocha.
O G1 entrou em contato com o assessoria de imprensa do PSDB-GO, nesta manhã, que informou que ainda não tinha um posicionamento sobre o assunto e que iria se pronunciar mais tarde.

No entanto, a assessoria do partido encaminhou uma nota, em nome do Governo de Goiás, destacando que o órgão “apoia as investigações em curso na Polícia Federal e no Ministério Público Federal e está inteiramente à disposição das autoridades para quaisquer esclarecimentos”.

O texto ressalta que “os procedimentos licitatórios realizados pelos órgãos, autarquias e empresas da administração estadual são pautados pela legalidade e pela transparência”.

Por fim, a nota destacou que "o Governo de Goiás acredita na idoneidade dos diretores e superintendentes da Saneago [Saneamento de Goiás S.A.]e tem a plena certeza de que os fatos apresentados serão plenamente esclarecidos”.

Já a assessoria de imprensa da Saneago informou, em nota, que a companhia "aguarda a conclusão da operação da Polícia Federal para tomar ciência dos fatos e, a partir daí, emitir um pronunciamento sobre o caso".

A Saneago também destacou por telefone, à TV Anhanguera, que a Operação Decantação não aferará o fornecimento de água nas cidades em que a empresa opera.

Operação

Cerca de 300 policiais participam das investigações, que contam com apoio do Ministério Público Federal e do Ministério da Transparência, Fiscalização e Controle, e evitaram um prejuízo de quase R$ 7 milhões.

No total são cumpridos 11 mandados de prisão preventiva, quatro de prisão temporária, 21 de condução coercitiva e 67 de busca e apreensão na sede de empresas envolvidas e do PSDB em Goiânia, além de residências e outros endereços relacionados aos investigados.

Os mandados de prisão temporária foram cumpridos contra Afrêni Gonçalves, José Taveira Rocha, Robson Salazar e Nilvane Costa.

Já os presos preventivamente são: Ridavia Azevedo, Emanuel Peixoto, José Raimundo Gontijo, José Vicente da Silva Junior, Luiz Humberto Gonçalves, Frederico José Lavres, Gilberto de Oliveira, Rafael Ferreira Sá, Charles de Oliveira e Carlos Eduardo da Costa. Também é procurado Eduardo Henrique de Deus.

Imagem mostra esquema investigado pela PF na Saneago, em Goiás (Foto: Divulgação/PF)
Imagem mostra esquema investigado pela PF na Saneago, em Goiás (Foto: Divulgação/PF)

Esquema

Segundo a PF, a investigação apurou que dirigentes e colaboradores da Saneago promoveram licitações fraudulentas, por meio da contratação de uma empresa de consultoria envolvida no esquema criminoso.

Desta forma, recursos públicos federais do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), de financiamentos do Bando Nacional do Desenvolvimento (BNDES) e da Caixa Econômica Federal foram desviados para pagamento de propinas e dívidas de campanhas políticas.

Ainda segundo a investigação, a consultoria contratada pela Saneago também é suspeita de favorecer empresas que participavam do conluio e que eram responsáveis, posteriormente, por doações eleitorais.

Os envolvidos responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de peculato, corrupção passiva, corrupção ativa, organização criminosa e fraudes em processos licitatórios. Também foi determinado o afastamento da função pública de oito servidores e a proibição de comunicação entre nove envolvidos.

PF cumpriu mandados na sede do PSDB, em Goiás (Foto: Thaís Luquesi/TV Anhanguera)
PF cumpriu mandados na sede do PSDB, em Goiânia (Foto: Thaís Luquesi/TV Anhanguera)

Fernanda Borges
Do G1 GO

JANOT ACUSA VEJA DE “ESTELIONATO DELACIONAL”

O procurador geral da República Rodrigo Janot reagiu nesta terça (23) à reportagem da revista Veja, que falou em suposta delação premiada do empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, na qual ele citaria o ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF); “Trata-se de um fato que um meio de comunicação (Revista Veja) houve por bem publicar. Ou se trata de um fato que alguém vendeu como verdadeiro a esse meio de comunicação e isso escapa de minha possibilita de análise. Reafirmo que não houve nas negociações, pretensas negociações de colaboração dessa empreiteira nenhuma referência, em anexo nenhum, fato enviado ao Ministério Público envolvendo essa alta autoridade judiciária", disse o procurador

:

247 - O procurador-geral da República Rodrigo Janot afirmou nesta terça-feira, 23, durante reunião do Conselho Nacional do Ministério Público que não existe na negociação de delação premiada do empreiteiro Léo Pinheiro, da OAS, qualquer citação ao ministro Dias Toffoli, do Supremo Tribunal Federal (STF).

“Posso afirmar, peremptoriamente, que esse fato não foi trazido ao conhecimento do Ministério Público, esse pretenso anexo jamais ingressou em qualquer dependência do Ministério Público. Portanto, de vazamento não se tratou”, afirmou Janot, em clara resposta à entrevista do ministro Gilmar Mendes, do STF. O ministro atacou duramente a força-tarefa da Operação Lava Jato, atribuindo à Procuradoria vazamento da suposta revelação do empreiteiro envolvendo Dias Toffoli em uma obra da OAS em sua residência.

“É um estelionato delacional”, disse Janot. “Trata-se de um fato que um meio de comunicação (Revista Veja) houve por bem publicar. Ou se trata de um fato que alguém vendeu como verdadeiro a esse meio de comunicação e isso escapa de minha possibilita de análise. Reafirmo que não houve nas negociações, pretensas negociações de colaboração dessa empreiteira nenhuma referência, em anexo nenhum, fato enviado ao Ministério Público envolvendo essa alta autoridade judiciária”, disse.

“O Ministério Público é um órgão de controle, que tem atuado prezando sua autonomia e sua independência funcional. Esses dois institutos, ao lado da unidade, são pedras de toque na atuação equilibrada, na atuação profissional e na atuação objetiva do Ministério Público e seus diversos afazeres. Eu acredito que, em tese, nenhuma atuação autônoma ou independente do Ministério Público possa gerar qualquer tipo de crise entre órgãos de controle ou entre órgãos de poderes constituídos de Estado”, ressaltou.

Para ele, é "quase estelionato delacional", pois "inventa-se um fato, divulga-se o fato para que haja pressão ao órgão do Ministério Público para aceitar desta ou daquela maneira eventual acordo de colaboração”. Janot disse que as ‘duríssimas negociações’ com a OAS já se arrastam há pelo menos seis meses. “Embora a lei imponha silêncio sobre as colaborações, a primeira questão a ser observada é que, em tese, as negociações se desenvolvem em torno de seis meses com esta empreiteira. Não é um assunto fácil, não é um assunto de hoje, não é um assunto de ontem e não é um assunto de atropelo. Esse meio de comunicação (Revista Veja) diz ter havido um anexo, informações escritas dos colaboradores ao Ministério Público envolvendo um alto magistrado da República. A especulação é que teria havido vazamento sobre essa informação”, reiterou.

Valéria demonstrou a adversários que continua nos braços do povo



Valéria do Manin (PR) candidata a reeleição à prefeitura de Araioses demonstrou força e disposição ao iniciar os trabalhos de sua campanha eleitoral no município, com uma caminhada que reuniu uma multidão no ultimo domingo dia 21.

Determinada em avançar nas ações realizadas no município, em seu primeiro ato de campanha Valéria do Manin demonstrou a seus adversários que continua forte com o povo, e foi praticamente carregada nos braços de homens e mulheres simples dos povoados de Araioses.

Carol do Camarão ao lado da 
prefeita Valéria do Manin
Em seu discurso de inauguração do comitê, a candidata disse, que se nos 78 anos de historia de Araioses cada gestor tivesse feito alguma coisa pelo povo, hoje se precisaria fazer muito pouco. – “Infelizmente após todos esses anos de emancipação de Araioses, ainda temos que nos preocupar com o básico do básico, o que é de mais precioso para nosso povo sofrido da zona rural, que é água de qualidade e estrada para dar acesso à cidade”, concluiu a Valéria do Manin.

Sobre as criticas dos adversários que afirmaram que o povo do interior veio porque gostavam de bagunça. E outros foram mais longe ainda; disseram não conhecerem o povo que estava no evento e que supostamente eram de outras cidades, Valéria respondeu por meio de sua assessoria que estranha a forma desrespeitosa que partidários de certos candidatos, que dizem amar Araioses, tratam o povo da zona rural. “Amar Araioses é amar o povo de Araioses, sem restrições de origem, cor e classe social. Temos o carinho dos cidadãos demonstrado em nosso ato porque trabalhamos para todos e não somente para uma pseuda elite do município. Aos que não conhecem os araiosenses que caminharam conosco é porque não conhecem a periferia da cidade, os povoados do município; se é estranho para eles os rostos sofridos e o jeito simples daquele povo é porque nunca saíram do conforto de suas casas para conhecer a dura realidade de muitas das nossas comunidades. Realidade essa que graças a Deus, depois de décadas de abandono, está sendo mudada por nossa gestão, que tem levado mais vida e dignidade ao nosso povo. É obvio que muita coisa ainda precisa ser feita, porque não seria em apenas uma gestão que mudaríamos toda uma história de negligência, mas tivemos a coragem de começar e a cada dia temos avançado com nossas ações, que já começam a dar resultados”.
































Marcio Maranhão

terça-feira, agosto 23, 2016

VERGONHA! PREFEITO ROCHA FILHO NÃO PAGA FUNCIONÁRIOS E SERVIDORES MUNICIPAIS PARALISAM SEUS TRABALHOS.


EM ASSEMBLEIA GERAL A CATEGORIA DE SERVIDORES PÚBLICOS MUNICIPAIS DETERMINOU UMA PARALISAÇÃO DE 24 HORAS COM INICIO AS 6:00 DA MANHA DO DIA 23/08/2016 POR FALTA DE PAGAMENTO DOS SERVIDORES PELO GESTOR MUNICIPAL.

Os pagamentos dos SERVIDORES MUNICIPAIS (CONCURSADOS E CONTRATADOS) referente ao mês de JULHO que deveria ter sido pago antes do dia 10, até hoje ainda não foi pago pelo prefeito ROCHA FILHO. Lembrando que a Prefeitura de Água Doce do Maranhão já recebeu mais de R$ 6 MILHÕES de reais do FUNDEB, somente entre os dias 01 e 22 de agosto.



Edu Santos

Candidatos inauguram comitês em mais uma fase da campanha eleitoral de Araioses

O primeiro evento em inauguração do seu comitê foi puxado pelo empresário Weliton do Posto no dia 16,que em uma caminhada percorrendo a avenida principal da cidade deu o tom e o modelo que seria seguido pelos demais candidatos nos dias seguintes.




Em seguida foi a vez de Luciana percorrer em caminhada com seus correligionários a Avenida Dr. Paulo Ramos. O itinerário foi feito na ultima sexta feira 19, e embora tenha contado com um público modesto,seus partidários fizeram muito barulho, provocações, demonstraram alegria e confiança na vitoria. Mas nada comparado com o que viria um dia depois.



No domingo dia 21 foi o dia de Valéria do Manin, que surpreendeu a todos e levou um mar de gente para o campo do Bota fogo e veio em caminhada até o seu comitê na Gonçalves Dias,antes passando pela Praça do Viva.



Na segunda feira 22,foi a vez de Cristino,que em momento raro do sua vida,foi visto cumprimentado pessoas pelas ruas,enquanto caminhava pela avenida com seus partidários.



Marcio Maranhão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...