Páginas

Magalu

terça-feira, 5 de maio de 2015

Tá ruim pra quem?

Sem fazer nenhum evento comemorativos aos Trabalhadores araiosenses, Valeria do Manin esnoba fragilidade organizacional dos servidores e samba para a covardia e desunião do funcionalismo público municipal.


Enquanto vemos na televisão os professores do Paraná bravamente lutando por seus direitos, enfrentando até os policiais para mostrar àquela sociedade que são unidos e por isso fortes e devem ter os seus direitos respeitados. Nós araiosenses nos refugiamos em nossas casas com medo da família toda poderosa.

Tudo isso já seria suficiente para chamar de ausência de coragem e união, mas depois de não participar e ainda atrás de um computador trancados em suas casas reclamar do governo ou de qualquer outra instituição é o que podemos chamar em número, gênero e grau de covardia.

A insatisfação consolada dos Araiosenses só pode fazer rir e muito a senhora Valeria. Aqui onde seu pai canta de coronel e a prefeita manda como imperatriz, até subalterno analfabeto e doido acha que é Chefe de Estado.

E se temos de dar parabéns algum trabalhador neste município, darei a Valeria e Manin, porque fizeram em Araioses a obrar mais perfeita de escravocracia de todos os tempos. Lugar onde a saúde é para os seus, educação é para os seus, compras nos melhores shoppings é para os seus e até agua encanada suas lideranças colocam registro para não beneficiar quem não votou em Valéria e tudo isso diante dos nossos olhos e sem nenhuma objeção social. Então só posso dizer parabéns!

Se os funcionários públicos, pessoas mais esclarecidas deste município, que passaram pelo crivo de uma seleção e são protegidos pela Lei maior desse país, a Constituição Federal, não tem coragem de dizer um ai sequer. Só nos resta uníssonos cantar o coro dos bem cuidados e abastados da noite para o dia da administração de Valeria do Manin: ALELUIA! AMEM!

Marcio Maranhão

domingo, 3 de maio de 2015

Nossa enquete: Conversar sobre o futuro político de Araioses é preciso

Com menos de 30 dias para encerrar nossa enquete, algumas pessoas têm nos questionado por que o nome de Valeria do Manin não aparece entre as opções, já que a atual prefeita é candidata natural para retornar a chefia em outubro de 2016.Ocorre que, como o período da enquete ficou muito longo e muitas pessoas não viram a matéria “Eleições 2016 de Araioses: Ainda não foi dada a largada, mas a corrida já começou”, que deu origem a enquete, ficaram sem entender o propósito. Veja aqui a matéria.

O que tentamos observar nesse primeiro momento com essa enquete não é levantar os principais candidatos à prefeitura e sim os principais concorrentes de Valeria à sua reeleição e por isso o seu nome não aparece.

Os Araiosenses precisam entender que em um cenário político onde se apresentam muitos candidatos, a coisa só fica boa para quem está com a máquina na mão e um eleitorado praticamente fixo, enquanto todos os demais se digladiarão dividindo os insatisfeitos, ou melhor, os não contratados ou beneficiados por Valeria e Manin.

A diversidade de ideias e projetos é importante agora sim, mas somente se os araiosenses estiverem de fato interessados em discutir os rumos políticos do município e depois afunilar as forças para ter chance. Se cada um já estiver pensando no nome que irá matar ou morrer por ele sem antes irmos para o campo das ideias, podemos incorrer novamente em erro. E o que é pior, errar com as mesmas pessoas.

Atropelar a discursão, o diálogo com o embate em detrimento do debate é brincar de fazer política sonhando com desenvolvimento e progresso.

Política é coisa séria e merece ser discutida com antecedência e seriedade, porque a nossa saúde, a qualidade de vida das nossas famílias, a educação dos nossos filhos é coisa séria e quem decide são nossos mandatários, e por tanto, a responsabilidade é toda nossa.

Marcio Maranhão

A lata d’agua renegada de Valéria e Manin

Sistema de Abastecimento de Agua direto nas comunidades rurais do Governo Federal em convenio com os municípios; no povoado Paramirim, Município de Araioses, o uso é restrito a aliados políticos da administração.

Parece reportagem do fantástico, e talvez se fosse revoltaria muito mais. Já que a capacidade de indignação dos araiosenses parece a florar somente com o que acontece além das suas fronteiras, quando na verdade os maiores absurdos da república acontecem aqui; bem embaixo do nosso nariz.

Fazer barganha política com algo tão fundamental à vida como agua para beber, seria revoltante até mesmo nos tempos dos currais eleitorais, tão mais agora, quando nossa Constituição Federal dar grande importância a direitos fundamentais, sendo o maior deles a vida, que não seria possível sem tal elemento: A agua. 

A denúncia é do morador da própria comunidade, o senhor Ariston Alburquerque, que relatou a nossa redação por meio das redes sociais o constrangimento e ação criminosa sofrida pelos habitantes daquela comunidade, que recentemente foi agraciada pelo serviço de agua encanada, financiado pelo governo federal e executado pela prefeitura.

Até ai tudo bem, mas o senhor Ariston esta denunciando a proibição escancarada de um cidadão da vizinha comunidade Várzeas dos Batistas, que tem impedido que a agua chegue até Paramirim, e para tal, teria instalado um registro que controlaria a passagem da agua.

As informações dizem que o tal cidadão é uma liderança da administração de Valéria, a quem pedimos esclarecimentos.

Em paralelo, pedimos também ao Ministério Público, o guardião da sociedade, o poder legislativo na pessoa dos poucos vereadores que ainda restam naquela casa com o mínimo de compromisso com o povo e não com a senhora prefeita, a irem até o local e verificar a denúncia in loco.

As famílias de Paramirim que votaram na última eleição e que de certo votaram na próxima também agradecem.


sexta-feira, 17 de abril de 2015

Valeria e Manin tremeram nesta quinta feira quando o prefeito e vice-prefeito de Tutóia foram cassados por caso semelhante investigado em Araioses

diringaO prefeito de Tutoia, Raimundo Nonato Abraão Baquil, mais conhecido como Diringa, e o vice-prefeito de Tutoia, João Batista Araújo da Silva, foram cassados nesta quinta-feira (16), pelo juiz de Tutóia Rodrigo Otávio Terças Santos.

Os dois gestores foram cassados em razão da comprovação da captação ilícita de sufrágio e do abuso de poder econômico. Além disso, de acordo com a decisão do magistrado, Diringa e João Batista irão ficar oito anos inelegíveis.

A ação foi impetrada pela Coligação União por Tutóia e por Francisco de Assis Canavieira Fonseca, mais conhecido como Chico Canavieira. Além dos dois gestores, o vereador de Tutóia, Gean Lima Silva, também foi cassado pelo magistrado pelos mesmos motivos.

O juiz Rodrigo Santos determinou ainda que a decisão seja cumprida imediatamente, e o Presidente da Câmara de Vereadores assuma o cargo de prefeito até a realização da eleição indireta, conforme Constituição Federal. Da mesma forma, o Presidente da Câmara terá que dar posse ao 1º suplente no cargo de vereador anteriormente ocupado por Gean Lima Silva.

Por fim, o juiz determinou que às instituições financeiras sejam comunicadas da decisão, visando ao bloqueio da movimentação financeira por parte dos então ocupantes do cargo de prefeito e vice-prefeito, devendo o bloqueio ser desfeito com a apresentação do termo de posse do novo ocupante da Chefia do Executivo, seja interino, Presidente da Câmara, seja definitivo, escolhido após a eleição indireta.

Jorge Aragão

quarta-feira, 15 de abril de 2015

Falta de políticas ambientais e ausência do poder público, faz recursos naturais de Araioses serem explorados de maneira desordenada e perigosa

Por Marcio Maranhão
É de conhecimento que nosso município é rico em recursos naturais e que se fossem geridos com os devidos cuidados, gerariam receitas para as contas do município, empregos para os araiosenses e principalmente, protegeriam o meio ambiente da exploração desordenada e da ganância de alguns poucos que só querem lucrar a qualquer custo.

Casos de abusos são freqüentes nos quatro cantos de Araioses. E depois de nos acostumarmos a ver nossas belezas naturais sendo exploradas e enriquecerem empresários de outras cidades. Agora também nossos minérios, por acomodação das nossas autoridades do poder executivo e legislativo, saem daqui a preços escravistas para Tutóia, Parnaíba, São Bernardo e outros municípios, e os que são usufruídos pelos araiosenses são vendidos a preços faraônicos.

A falta de controle e gestão municipal, tem criado tensão em algumas comunidades próximas às fontes dos recursos e a destruição do meio ambiente se tornou inevitável.

Fato observado no povoado Santa Rita, onde denuncias de moradores dão conta de loteamento desordenado para retirada de areia para construção em áreas que deveriam ser protegidas.

Segundo os moradores, que por medo de represália preferiram não se identificarem: Em Santa Rita ha vários tipos de areia, todas de ótima qualidade para construção civil. E por conta disso, pessoas cercam com arames farpados grandes áreas e de uma hora pra outra se denominam proprietários das terras. Retiram os minérios até o seu esgotamento e depois cercam outras áreas.

A ganância coloca ate o principal acesso da região em situação de risco e o fornecimento de energia de toda a comunidade pode ser comprometido, porque a exploração não dispensa nem o em torno do poste da CEMAR.

Diante do exposto, novamente gostaria de perguntar a nossos vereadores, o que fazem na Câmara de Vereadores, alem de bajular a prefeita e proteger os empregos de parentes e amigos (FALO DA GRANDE MAIORIA DOS EDIS, QUE ATUALMENTE COMPÕE A BASE DO GOVERNO DE VALERIA), esquecendo os temas fundamentais ao desenvolvimento do município e as causas de todos os araiosenses.

Onde está o plano diretor da cidade que nunca foi completado desde o mandato de Pedro Henrique?

Cadê o cumprimento da moralidade na contração de parentes previstos em tantas leis inclusive na Lei Orgânica do Município de Araioses?

Nossa cidade precisa de muitos dispositivos para nos ajudar a crescer, para nos proteger de concorrências desleais e principalmente para definir regras para toda essa bagunça que é nosso município.



quinta-feira, 27 de novembro de 2014

SAÚDE PÚBLICA EM ÁGUA DOCE DO MARANHÃO VAI DE MAL A PIOR

VEJA MAIS ESSE CASO OCORRIDO NO
HOSPITAL MUNICIPAL EM ÁGUA DOCE DO MARANHÃO
                    Essas fotos abaixo são da Senhora MARIA DAS DORES FÉLIX MIRANDA, após sofrer um acidente de moto nas proximidades do povoado Freixeirinhas, vindo em direção a Água Doce. 
                A Sra. MARIA chegou a ser atendida no Hospital Municipal de Água Doce – MA, onde apenas enfaixaram a sua cabeça e logo após foi encaminhada ao Hospital Dirceu Arcoverde na cidade de Parnaíba no estado do Piauí. Lamentavelmente a Sra. Maria das Dores Félix Miranda não resistiu e veio a falecer.
                Segundo Informações de pessoas ligadas a família, no momento em que a Sra. Maria chegou ao Hospital Municipal de Água Doce – MA, não foi bem atendida e ainda sem fazerem exame nenhum afirmaram para a família que a Sra. Maria tinha TRAUMATISMO CRANIANO (fato esse em que a família não acredita, pois repito: não foi feito exame nenhum para comprovar o caso). Ela foi encaminhada ao Hospital Dirceu Arcoverde em Parnaíba – PI, distante a 100 km de Água Doce num carro (Fiat Strada) que pertencia a uma das filha das Sra. Maria, pois o Hospital não tem Ambulância.
                Quando vi essas fotos fiquei imaginando e me perguntando: E a Ambulância do município onde esta? Não era para servir o povo? E o caso da Sra. Miranda, porque não foi tratado no Hospital Municipal da cidade?
                É bom deixar bem claro, que não estamos aqui colocando culpa na equipe que estava no Hospital Municipal de Água Doce naquele momento, mais é lamentável um Hospital que custou milhões para ser feito, que recebe todo mês R$ 180.000,00 do Governo do Estado do MA para ser gasto em Contratação de médicos e manutenção do Hospital, num momento desses em que o paciente precisa urgentemente de cuidados, ainda ter que se deslocar mais de 100 km para um Hospital no estado vizinho do Piauí, é lamentável. E pior as Ambulâncias que deveriam prestar esse serviço estão na oficina há meses: Uma delas esta na oficina do Senhor Barra Grande em Água Doce e outra na Oficina do Sr. Jericó na cidade de Tutóia-MA.
Veja onde esta a AMBULÂNCIA do Município:
Na Oficina para conserto a mais de 3 meses em Água Doce.

                Essa é a realidade da Saúde Pública no município de Água Doce do Maranhão.
LEMBRANDO: Os Funcionários do HOSPITAL MUNICIPAL DE ÁGUA DOCE DO MARANHÃO, já estão a quase 3 MESES sem receber um centavo.


Alguns comentários de Familiares da Sra. MARIA DAS DORES FÉLIX MIRANDA, que foram postados em Redes Sociais, explicando melhor o caso ocorrido no Hospital de Água Doce.

 Kinkinha Miranda Infelizmente foi uma realidade minha mãe morreu por nigligência médica...o médico não tratou minha mãe como ser humano e sim como bicho da pior espécie,e ainda espulsou meu pai da sala quando foi reclamar do atendimento que ele estava dando minha mãe.O medico afirmou para meu pai o que estava fazendo,claro que ele sabia o que estava fazendo, Matando minha mãe.Lamento muito pela perda de minha mãe.Peço a deus que o que aconteceu com minha mãe não venha aconteceu com outras pessoas.por que esse hospital é um matadouro.....as pessoas ficam falando quem sera a proxima vitima... queremos justiça pela morte minha mãe ....
 Gilvana Santos ainda bem que eu ñ voto aiii , pq isso me inoja, infelizmente tenho que admitir pq até agora tô perplexa com tudo isso, fico imaginando como o ser humano pode ser tão medíocre, desumano pq nem com os animais devemos fazer o que fizeram com minha tia, tbm não sei que médico é esse pq médico que é médico faz de tudo pra salvar vidas ñ para tirar vidas não sei onde esse cara que fala ser médico arrumou esse diploma de médico pq esse sujeito ñ merece ser médico em lugar nenhum, pq o médico que ver uma pessoa agonizando e ñ fazer nada pelo amor de DEUS!! ONDE ISSO VAI PARAR???


 Kinkinha Miranda è uma vergonha.....minha mãe foi muito maltratada por esse medico carniceiro, e se não fosse o carro de minha irmã minha mãe tinha morrido lá no matadouro, por que eles mandaram um carro sem placa e um motorista sem carteira e que ainda falou que não iria levar minha mãe...é muito desrespeito com a população.....mais Deus não dorme ele esta no comando de tudo..

 Aninha Félix Lamento Muito Pela Perda Da Minha Vó ,Sei Que Nada Vai Trazer Ela De Volta, Mas Uma Coisa Eu Sei Deus Não Dorme ,Ele Vai Fazer Justiça !!!

Do Blog Água Doce do Maranhão

terça-feira, 25 de novembro de 2014

Flávio Dino define todos os nomes do primeiro escalão do governo

Flávio Dino dará entrevista coletiva para a apresentar secretariado e fazer avaliação do processo de Transição
Flávio Dino dará entrevista coletiva para a apresentar secretariado e fazer avaliação do processo de Transição
Flávio Dino completou nesta segunda feira (24) os últimos nomes que faltavam para definir a equipe completa de governo no primeiro escalão da administração  estadual, que assumirá o comando da máquina pública a partir de 1º de janeiro de 2015.
Através das redes sociais, ele anunciou do advogado Paulo Guilherme Araújo, que  assumirá a Comissão Central de Licitação; o empresário Sérgio Sombra será o presidente da Junta Comercial do Estado do Maranhão (Jucema); Karla Trindade será chefe da Assessoria Especial do governador.
Flávio Dino também oficializou os nomes de Delma Andrade para a Secretaria de Turismo; Tatiana Pereira para o comando da pasta da Juventude e  o do ex-governador José Reinaldo Tavares para a Secretaria Estadual de Minas e Energia.
Os novos secretários assumirão o comando dp Estado daqui a 37 dias com o desafio de reorganizar a estrutura do Estado, já que recerão uma herança maldita da atual administração, com obras superfaturadas e inacabadas, desmonte de secretarias e sucateamento da estrutura funcional do governo.
Acompanhe abaixo a lista completa dos indicados por Flávio Dino para compor o primeiro escalão do futuro governo do Estado:
Administração Penitenciária – Murilo Andrade
Agência Estadual de Pesquisa Agropecuária e de Extensão Rural do Maranhão (Agerp) –  Fortunato Macedo Filho
Agricultura – Márcio Honaiser
Agricultura Familiar – Adelmo Soares
Articulação Política e Assuntos Federativos –  Márcio Jerry
Assessoria Especial  – Karla Trindade
Assessoria de Imprensa – Aline Louise
Casa Civil – Marcelo Tavares
Casa Militar – Major Everaldo Santana
Caema – Davi Telles
Comissão Central de Licitação – Paulo Guilherme Araújo
Cerimonial – Telma Moura de Oliveira
Cidades – Flávia Alexandrina Coelho
Ciência, Tecnologia e Ensino Superior – Bira do Pindaré
Comandante Geral da PM – Marco Antonio Alves da Silva
Comunicação – Robson Paz
Corpo de Bombeiros – Coronel Roberto Pinto de Araújo
Cultura – Ester Marques
Desenvolvimento Social – Neto Evangelista
Detran – Antonio Nunes
Delegacia Geral da Polícia Civil – Augusto Barros
Direitos Humanos – Francisco Gonçalves
Educação – Áurea Prazeres
Emap – Ted Lago
Empresa de Transportes Urbanos – José Artur Cabral Marques
Esporte – Márcio Jardim
Fapema – Alex Oliveira de Souza
Fazenda – Marcellus Ribeiro Alves
Funac – Elisângela Cardoso
Gestão e Previdência – Felipe Camarão
Junta Comercial (Jucema)  – Sérgio Sombra
Juventude – Tatiana Pereira
Instituto Estadual de Educação Tecnológica (Iema)  – Francisco Alberto Gonçalves Filho
Igualdade Racial – Gerson Pinheiro
Indústria e Comércio – Simplício Araújo
Infraestrutura – Clayton Noleto
Inmeq – Geraldo Cunha Carvalho Jr.
Iterma – Mauro Jorge
Meio Ambiente – Marcelo Coelho
Minas e Energia – José Reinaldo Tavares
Mulher – Laurinda Pinto
Planejamento – Cíntia Mota Lima
Procon – Duarte Júnior
Procuradoria Geral do Estado – Rodrigo Maia
Representação no Distrito Federa  – Domingos Dutra
Secretário da Saúde – Marcos Pacheco
Secretário do Trabalho – Julião Amin
Secretaria de Turismo – Delma Andrade
Segurança Pública – Jefferson Portela
Subcomandante Geral da PM – Coronel Raimundo Nonato Santos Sá
Transparência e Controle – Rodrigo Lago
Blog daLígia Teixeira

segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Hospital de Araioses recebe alvará de funcionamento e Daby Santos volta a fazer acusações graves contra Rime Trinta

Mais uma etapa vencida na novela do Hospital Nossa Senhora da Conceição de Araioses, interditado desde a administração de Pedro Henrique e com vários tipos de impedimentos por irregularidades nas reformas na administração de Zé Tude, que iam desde projeto incompatível com um espaço de saúde, planta e fundações irregulares, às verbas para reforma que sumiram sem a conclusão das obras. Passando pela sua total reconstrução com recursos próprios do município, pagamentos de inadimplências deixadas pelos gestores anteriores, até o seu funcionamento como Centro de Referencia na administração de Luciana Trinta.



Agora, quase uma década depois, os araiosenses recebem de volta o seu hospital. Mas para isso foi necessário a coragem e determinação política da administração anterior, que reconstruiu e aparelhou a unidade. E entregou aos munícipes que hoje, podem em fim comemorar novamente a conquista do titulo de hospital da sua casa de saúde.

alvara-hsc

O que é estranho em tudo isso é a insistência do Secretário de Comunicação de Valeria, Daby Santos, em fazer acusações infundadas, mesmo sabendo ele o que é de conhecimento de todos os araiosenses, que a abertura do hospital sempre foi uma bandeira de Luciana, que insistentemente lutou junto a quase todas as secretarias do Estado pelo apoio necessário, não recebendo em momento algum por parte do governo de Roseana a ajuda aos araiosenses.

As amizades de Manin junto ao secretariado da governadora, nunca beneficiaram os araiosenses, mesmo Manin declarando a estes munícipes morrer de amores por esta terra, ainda é viva a lembrança, que o hospital por não ter todas as autorizações para funcionar, a saúde dos araiosenses continuava de péssima para pior. Mas no primeiro dia de governo de Valeria, coincidentemente, o primeiro ato do governo estadual dos amigos de Manin, foi fechar o Hospital Regional, o único que ainda recebia os araiosenses para partos e pequenas cirurgias. A sorte da nossa gente é que a administração anterior deixou duas ambulâncias novas, uma ambulancha e carros L200 para a saúde. E que dia e noite fazem o transporte dos pacientes para mendigarem saúde a cidades vizinhas.



O que nos chama a atenção, é que mesmo sem apresentar nenhuma prova, o secretário e blogueiro de Valeria diz expressamente que foi Remi Trinta que mandou fechar o hospital na época de Pedro Henrique, acusação registradas em matéria publicada em 18 de junho de 2014 e que agora repeti sem apresentar qualquer indício, baseado apenas no ódio e no desejo de vingança àqueles que o desprezaram exatamente pela sua falta de compromisso com a verdade.

Mas o que desejamos registrar expressamente e em bom tom, mesmo tendo plena consciência de que não fizeram nenhum favor aos araiosenses, sim suas obrigações. Seja Manin, Valeria ou a Secretária de Saúde; o povo Araiosense agradece pela restituição do nosso patrimônio, que representa um bem muito precioso que é a saúde.

Esperamos que a partir de agora, comecemos a escrever uma nova historia, com mais saúde e menos sofrimento. Algumas coisas já estão bem encaminhadas, me refiro a Dra Josy,diretora do hospital;mulher sinônimo de atenção,generosidade e empatia ao nosso sofrimento,acredito que a unidade tem hoje uma das melhores diretoras da sua historia.


Marcio Maranhão

Vereador Wilson Miranda detona “diretor” da Rádio santa Rosa

A rádio funciona ao arrepio da Lei.“Diretor” pode ter cometido crime de falsidade ideológica.

oficio-santa-rosa
Cópia do ofício enviado a Câmara de Vereadores.
No discurso que fez sexta-feira (21), na Câmara de Araioses o vereador Wilson Miranda detonou a conduta do senhor Júlio Cesar Machado Pereira (César Machado), que se intitulando como “diretor” da Rádio Santa Rosa FM, mandou um ofício, em 13 de novembro, para aquela Casa Legislativa, dizendo que ele estava disponibilizando o “horário jornalístico” das 12:30 às 14:00 horas, de segunda-feira a sexta-feira, para que aqueles dessem entrevistas.
W M não gostou da ideia e detonou o “diretor” chamando-o de irresponsável e que ele estaria fazendo certo, se estivesse mandado dizer, que na Rádio Santa Rosa, as transmissão das sessões da Câmara de Vereadores, já poderiam ser transmitidas novamente, como já foi no passado, quando Daby Santos era quem conduzia a programação da emissora.
Disse também que o cancelamento das transmissões ocorreu com o objetivo de calar a boca dos vereadores, principalmente dos da oposição, e também de facilitar a eleição de um filho de César Machado para vereador nas eleições de 2016, que, se eleito, seria mais um puxa-saco do governo. Que a emissora é uma rádio comunitária, que não era propriedade de seu Marcio Machado.
César pode ter cometido crime de falsidade ideológica
O Blog tem uma cópia desse ofício que foi encaminhado a Câmara de Vereadores de Araioses. O Blog também tem informações de que, se forem verdadeiras, o Júlio Cesar Machado Pereira poderia ter cometendo crime de falsidade ideológica, já que ele nem sócio seria da entidade que coordena a rádio é, portanto não poderia assinar um documento oficial em nome dela.
Se não é sócio, nem diretor, César não pode assinar nada em nome da rádio. No ofício há pistas de que ele não sabe nem o nome da entidade que coordena a emissora, já que a chama de Rádio Comunitária Rio Santa Rosa, quando o nome correto da entidade não é esse.
A Associação Comunitária de Radiodifusão dos Amigos do Rio Santa Rosa é a entidade que detém os direitos de explorar o serviço de transmissão da rádio em Araioses. E para o bem da verdade, desde que Marcio Machado pôs suas mãos sobre ela, muitas irregularidades foram cometidas para que ele e um bom número de pessoas de sua família e afins fossem colocados de forma vitalícia no comando da associação.
Tudo começou quando ele fazia parte do governo de Zé Reinaldo ocupando um cargo, que depois foi defenestrado dele por está envolvido no esquema de desvio de dinheiro das estradas fantasmas, no qual foi condenado a cadeia e a devolver dinheiro ao erário público.
Nesse período, a entidade estava acéfala (o mandato da direção anterior estava vencido) e, espertamente, MC fez crer as autoridades a existência de uma assembleia geral que nunca houve, e nessa foram escolhidos a dedo, os nomes que faria parte da “nova diretoria”.
De lá até os dias de hoje os métodos foram repetidos sempre com o mesmo objetivo, o de Márcio Machado continuar como dono da emissora.
O mandato da última diretoria terminou em setembro deste ano e não se tem conhecimento de nenhuma convocação de assembleia para eleger nova direção. Se foi renovada o método deve ter sido o mesmo, o de assembleias fantasmas.
Santa Rosa FM funciona de forma irregular
O funcionamento da Rádio Santa Rosa vem ocorrendo ao arrepio da Lei. Entidade aberta a todos os seguimentos como é o legal nunca ocorreu. Conselho Comunitário que é obrigatório, onde participa dele as demais entidades representativas da cidade também nunca foi eleito. É esse Conselho que direciona o que deve ser feito na programação de uma rádio comunitária.
A rádio em si até poderia ter um Regimento Interno, como um corpo diretor só para a emissora, mas esse também para ser eleito, só por meio de assembleia geral, como o Conselho Comunitário e com atas registradas em cartório e comunicado ao Ministério das Comunicações.
O rádio ainda é o maior e melhor meio de comunicação popular. Uma cidade como Araioses precisa muito de uma emissora a serviço de seu futuro. Rádio Comunitária é do povo. Foram criadas para dar vez às comunidades que não tinham condições de ter rádios comercias de alto custo de aquisição e manutenção.
Araioses que foi comtemplada com a Rádio Santa Rosa não pode contar com o que é seu. Esse veículo está na mão de um particular, como se ele fosse patrimônio seu.
Claro que isso pode mudar. Como representante do povo que é o vereador Wilson Miranda pode tomar a iniciativa de abrir a caixa preta da Associação Comunitária de Radiodifusão dos Amigos do Rio Santa Rosa, entidade que coordena a rádio.
Pode começar levando ao conhecimento do Ministério Público Estadual e Federal o desrespeito à Lei que os “donos” da Santa Rosa vem praticando há vários anos.
Denunciar também a ABRAÇO – Associação das Rádios Comunitárias do Brasil essa aberração. Na ABRAÇO, rádio com o perfil da rádio Santa Rosa FM em Araioses não é chamada de rádio comunitária.
Por fim, todos devem se posicionar sobre o futuro da Rádio Santa Rosa FM. Não só os vereadores, mas também os dirigentes de sindicatos, associações comunitárias, igrejas, APAE, enfim, toda a sociedade civil organizada da cidade.
Um povo que bota para fora governantes que viraram as costas para ele não pode ficar inerte em algo que embora menor é de fundamental importância.
portaria radio
O documento acima, entregue a Daby Santos em julho de 2012 foi a forma que Marcio Machado achou para tentar colocar uma mordaça na boca do jornalista. Daby não se intimidou e foi colocado para fora da rádio logo após a vitória de Valéria do Manin, nas eleições de 2012, candidata que Marcio Machado queria derrotar.
O mesmo foi assinado pelos “diretores” de então: Paulo Henrique dos Santos Alves; Clauder de Jesus Furtado de Mendonça, Marcio Ribeiro Machado, João de Deus Souza Machado Filho; Orlando Ferreira da Silva, Wallace Gomes Pereira e Wanderley José de Carvalho.
Do Blog Daby Santos

terça-feira, 18 de novembro de 2014

Bomba, Bomba! Araioses em chamas!!!

Rapidinhas com Gato Mestre

Isso é um rombo ou uma cratera? Eis a questão!!!

O comentário é o mesmo nas calçadas, esquinas e praças. Há um rombo de dois milhões nas contas da prefeitura. A Rádio Moto taxi alarda que o valor é muito maior, já a Rádio pião acha impossível alguém sumir com tanto dinheiro de uma vez!Por outro lado a Rádio Corredor, emissora exclusiva das repartições publicas do município faz biquinho e diz que tudo não passa de boato, mas que há muitas coisas estranhas e desleais acontecendo.

 

Policia Federal na área

A chegada de duas viaturas da Policia Federal em Araioses na ultima sexta feira 14, fez algumas pessoas desinformadas nem irem trabalhar e se trancarem. O recado era: “Está viajando e não sabemos quando vai voltar”. Lá por volta das 10 horas,quando já se sabia do se tratava,teve gente que imediatamente chegou de viagem e ainda deu tempo de ir trabalhar. Santa eficiência!!!

Calma gente era apenas uma ocorrência de tráfico de drogas. Dessa vez!

Já está tocando nas Rádios

A música é nova, mas o refrão é antigo e já está na boca do povo: “Extra! Extra! Dois ganhadores da Mega-Sena em Araioses! Dinheiro na mão é vendaval, é vendaval...”

Dois concursos e nenhum segredo


Parecia já previsível, mas o povo não perde a esperança que o homem mude para melhor e apostou todas as fichas. Apostou em Luciana e foi humilhado, apostou em Valeria e está sendo massacrado. Depois de Manin realizar um dos concursos mais fraudulentos da Historia em Santa Quitéria, o povo não quis acreditar que ele quebrar o próprio recorde, apostou e tai: São tantas ocorrências que se comprovada metade, já será suficiente para entrar para o guinness book.

quinta-feira, 6 de novembro de 2014

Sindicato faz alerta sobre novo calote da prefeitura nesse final de ano

O presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Araioses – SINDSEPMA, professor Arnaldo Machado, manifestou nesta quinta feira 6,preocupação com os constantes atrasos nos pagamentos dos servidores municipais. E com a chegada do mês de novembro e dezembro,quando as obrigações dobram com o pagamento do décimo terceiro, Arnaldo teme que a prefeitura não pague e tente novo calote nos servidores, deixando-os novamente com um natal de fome. 

O SINDSEPMA chama a atenção para os repetidos atrasos e as bruscas oscilações nas datas dos pagamentos, o que compromete todo o planejamento financeiro dos servidores municipais e promete tomar medidas enérgicas, se a prefeitura não cumprir suas obrigações com os funcionários neste final de ano.

Lembra que atrasos vêm ocorrendo já algum tempo. E que embora não sejam por grandes períodos, a atitude e a freqüência com que vem ocorrendo preocupa a entidade, que tem se mantida vigilante aos menores sinais e combativa a todos os abusos da atual administração.

“Nossos adversários vão para esquinas espalhar leviandades dizendo que nos ombreamos com Manin e Valéria,quando na verdade nossos únicos aliados são nossos sócios e por eles lutamos incansavelmente,mesmo sofrendo toda sorte de perseguição política e processos judiciais. Não temos tempo para a falta de caráter dos que querem ganhar o sindicato a qualquer preço. Enquanto eles vão para as esquinas mentir para os sócios, nós vamos para o campo enfrentar os poderosos desse município em prol dos servidores. Hoje mesmo protocolamos oficio na prefeitura pedindo audiência com a prefeita, onde exigiremos explicações sobre os constantes atrasos nos pagamentos dos salários e garantirmos que todos os servidores; desde o auxiliar operacional e vigia ao professores, tenham uma mesa farta nesse natal, sem as surpresas desagradáveis que tivemos que conviver ano passado”. Disse o presidente do sindicato, Prof. Arnaldo Machado.

 Veja copia do ofício 51/2014:


Marcio Maranhão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...