Páginas

sexta-feira, abril 11, 2014

Araiosenses pagam caro por iluminação publica e governo de Valeria esbanja recurso de forma irresponsável

Na contramão das exigências da sustentabilidade ambiental e no uso responsável dos recursos limitados do planeta. A Prefeitura Municipal de Araioses parece fazer pouco caso desses problemas que afetam a todos ao deixa as luzes acesas do serviço de iluminação pública do município 24 horas por dia.

A mais de um mês começamos a observar a situação de descaso com esse importante recurso, que embora seja esbanjado iluminando as ruas principais da cidade em pleno meio dia, faz muita falta aos moradores de ruas mais afastadas do centro, que ainda fazem uso de lanternas para andar pelos logradouros a noite, na cidade que desperdiça 50 por cento do potencial demandado à iluminação publica.

Talvez seja por esse motivo que em Araioses se paga tão caro por esse serviço. Para se ter uma idéia, em números aproximados, para cada cem reais pagos por cada família desse município, em uma tarifação residencial, cerca de dezesseis reais vai para os cofres da prefeitura. E não para por ai. O encargo sobre nossos comerciantes, já tão penalizados é ainda maior. Para os mesmo cem reais, vinte são apenas para pagar a lâmpada acesa, competir com a luz do sol durante todo o dia.

A Câmara Municipal é quem aprova a lei que define os valores a serem cobrados na conta de energia. E todo mês a CEMAR repassa este valor para a Prefeitura, para que ela faça a manutenção e a instalação de novos pontos para iluminar a cidade. Queremos que nossos vereadores revelem para a população qual o montante recebido pela prefeitura e exijam o uso eficiente desse recurso. A começar pela aquisição de um rele programável que na internet custa em media cem reais.


Marcio Maranhão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...