Páginas

segunda-feira, 27 de agosto de 2018

MPE enterra factoide de Edilázio Júnior sobre impugnação de Flávio Dino

O Ministério Público Eleitoral enterrou de vez a tentativa desesperada dos sarneyzistas em impugnar a candidatura de Flávio Dino. Na última semana, o deputado Edilázio Júnior foi usado pela oligarquia Sarney para entrar com ação de impugnação contra o registro de candidatura do governador. O MPE foi claro pela improcedência da denúncia.

Desesperados com os rumos que a eleição de 2018 está tomando, com o favoritismo de Flávio Dino sendo cada vez maior e a rejeição de Roseana aumentando a cada dia, o clã Sarney decidiu apostar tudo na judicialização do pleito. E tem acumulado uma série de derrotas, como a estapafúrdia denúncia de Edilázio Júnior.

O parlamentar apontou vício formal na convenção que homologou Flávio Dino como candidato à reeleição, alegando que o PCdoB incorreu em irregularidade ao escolher o então procurador-geral do Estado, Rodrigo Maia, como representante da coligação, quando ele ainda ocupava o posto de titular da PGE.

O Procurador Regional Eleitoral, Pedro Henrique Castelo Branco, foi taxativo ao afirmar que “no mérito, a ação deve ser julgada improcedente”. O parecer afirma ainda que “manifesta-se o Ministério Público Eleitoral, desde logo, pela rejeição das preliminares suscitadas pela coligação impugnada e, no mérito, pela improcedência da impugnação; e, em consequência, pelo deferimento do registro da coligação”.

Com isso, cai mais uma tentativa desesperada da oposição sarneyzista de levar as eleições no tapetão.

marrapá
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...