Páginas

sexta-feira, maio 25, 2018

O governo Cristino fez cair as máscaras dos falsos moralistas, mas também confirmou identidades de araiosenses decentes e que merecem nossa confiança

Por Marcio Maranhão
Sónia e Cristino
O governo do prefeito Cristino prestou um grande serviço aos araiosenses, e talvez seja este o único ponto positivo de sua administração, considerada a pior de que se tem registro em todas as áreas do município. 

No governo da Família Gonçalves, o povo ficou conhecendo em fim, quem são os antes doutos senhores da moral, espelhos de honradez que se locupletam com Cristino do poder na prefeitura de Araioses. Confirmando duas verdades nas terras dos Arayos; o poder corrompe e se queres conhecer alguém de verdade, deem poder a ela. 

Em Araioses, o resultado não foi diferente, mas surpreendeu por se tratarem de pessoas que passaram a vida inteira apontando o dedo para os outros e vendendo a imagem de homens de moral e comprometidos com valores éticos: A máscara caiu. 

Bernardo e Cristino
Agora ao lado de Sonia e do prefeito Cristino, o professor todo certinho virou umas das figuras mais odiadas em Araioses, pisa, persegue e humilha cidadãos araiosenses, tudo por um cargo de secretário e um salário de oito mil e quinhentos reais. Outros estão em situação mais discreta, mas diante do colapso administrativo liderado por Cristino, Sónia, Bernardo, Zé João e Ribamar, estão igualmente calados, defendendo apenas o seu próprio interesse... E não estamos afirmando que não exista homens de bens e com boas intenções no governo. Sim existe, mas se consideramos a participação de um homem em um crime por suas ações, igualmente a lei prevê sua cota parte ao se omitir diante do mesmo. 

Por outro lado, mais que revelar mascarados, Cristino confirmou aos araiosenses que aqui tem gente de caráter, responsável e digno da confiança de qualquer munícipe. É o caso do vice prefeito Manoel da Polo, que mais uma vez abriu mão dos empregos, das facilidades e regalias de se estar no governo, para não se atrelar com a imoralidade de um governo sujo, para ter independência ao denunciar as negociatas, tal qual fez na administração passada, quando, sendo um dos vereadores mais bem votados, tinha gasolina a vontade, carros no dia e na hora que precisasse, dezenas de empregos, diárias e tantas outras regalias, mas para ficar do lado do povo, deixou o governo no primeiro semestre da administração de Valéria do Manin. E no governo de Cristino, ao perceber que este não tinha nenhum compromisso com Araioses, saiu antes mesmo de completar três meses de governo, demonstrando não compactuar com ilegalidades e atos nocivos aos araiosenses. Assim o fez também o professor Ribinha, homem de bem, que estando secretário de educação, se negou a ser apenas um fantoche nas mãos do casal que governa o município, e preferiu entregar o cargo à abandonar os seus sonhos e projetos para uma educação melhor. Professor Cacá, um entusiasta da nossa cultura, também não viu nenhum futuro para Araioses com Cristino e Sonia e entregou a secretaria, a secretária de agricultura não tinha condições de trabalho e saiu. O empresário BBA, secretário de obras, sonhava em dar uma nova infraestrutura ao município; negavam até uma pá e um saco de cimento para tapar um buraco nas ruas da cidade e ainda queriam que este tirasse de sua própria loja e doasse à prefeitura. Não resistiu o desinteresse e entregou também a secretaria. O secretário de saúde, com medo diante de tantas notas fiscais com valores milionários que tinha que assinar às cegas, alegando problemas de saúde pediu demissão. 

Estes cidadãos, direto ou indiretamente, preferiram uns, noites tranquilas, outros, andar de cabeça erguida e ainda àqueles que desejam continuar lutando na política por uma cidade melhor, mesmo com dificuldades, mas com as mãos limpas...
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...