Páginas

segunda-feira, 5 de fevereiro de 2018

Crescimento da criminalidade assusta população e vice-prefeito Manoel da Polo vai até ao SSP – MA pedir por mais segurança e apoio à PM de Araioses

Por Marcio Maranhão

As noticias que chegam a toda hora pelas redes sociais são alarmantes, não há mais um só dia e um só lugar em que os araiosenses não convivam com o medo de assaltos. Todos os dias da semana, a qualquer hora do dia ou da noite alguém está, foi ou será assaltado em Araioses. E a Policia Militar, que conta com um pequeno contingente e apenas uma viatura, não consegue cobrir um município territorialmente grande, com mais 70 povoados muito distantes entre si e da própria sede da cidade. Sem falar no difícil acesso, as condições das estradas, que não estão boas nem sequer na área urbana do município, imagine na zona rural.

A bandidagem toma conta e já está por toda parte

Não é só na sede que os araiosenses estão com medo. Na zona rural também cidadãos estão vivendo dias de aflição e insegurança. 

O furto de residências, e até mesmo o roubo com emprego de violência ou coação com arma de fogo tem sido comum, principalmente de motos e agora com mais frequência de celulares. Já existe uma verdadeira quadrilha em Araioses especializado no roubo desses aparelhos, formada por bandidos que roubam, que receptam e revendem aqui mesmo ou em outros municípios.

O vice-prefeito Manoel da Polo, que até pouco tempo, para não deixar a polícia sem ter um quartel, diante da omissão do governo do estado, negligência e abandono da prefeitura, tirava do próprio bolso para pagar o prédio onde ficava o batalhão, levou essa preocupação para o senhor secretário responsável pelo policiamento e a estrutura da força no estado.

Essas e outras demandas foram apresentadas ao Secretário de Segurança Pública Jefferson Portela, na pessoa do Subsecretário Saulo Ewerton, com quem Manoel pode falar por quase uma hora, tratando dos interesses do município.

Manoel pediu mais atenção por parte do governo do estado para Araioses, uma vez que o município faz fronteira com o Piauí e é usado como rota para muitos bandidos, e conta com um dos menores contingentes por habitante do estado. Sem falar que tanto a polícia Militar, quanto a policia Civil, não possuem condições adequadas para servirem de forma digna a população araiosense.

Manoel em entrevista ao nosso blog disse à nossa equipe que a população precisa também fazer sua parte: Colaborar nas abordagens policiais porque são para nossa segurança e quando algum crime acontecer, ir até a delegacia e registrar o Boletim de Ocorrência. “As instituições só trabalham assim e a motivação para ação de qualquer governo são os dados levados pela população. Se acontecer um assalto e não for registrado um B.O., para o governo esse assalto nunca aconteceu e fica muito difícil reclamar da insegurança em nosso município sem nenhum numero ou dado que comprove. Está em nossas mãos, não deixar a criminalidade tomar de conta como já acontecesse em outros municípios, uma população que quer ter paz é amiga da policia e colabora com a mesma em tudo. Vamos juntos ajudar a manter nossa terra em um lugar de sossego, onde ficamos nas portas de nossas casas até tarde conversando com nossos vizinhos, enquanto nossos filhos brincam em nossas calçadas”, concluiu Manoel, vice-prefeito de Araioses.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...