Páginas

sábado, 6 de janeiro de 2018

Bolsonaro exige do PSL que não forme aliança com comunistas

Com anúncio oficial de filiação ao PSL, o presidenciável e deputado federal, Jair Bolsonaro, já avisou à cúpula do partido que se distancie de alianças estaduais com partidos comunistas. Aqui no Maranhão, a legenda tem um deputado e alguns prefeitos e ex-prefeitos, divididos entre Flávio Dino, Roseana Sarney e Roberto Rocha.
Bolsonaro prega que o PSL esteja em cada estado no seu palanque e fora de campanhas esquerdistas, notadamente as dos comunistas. Ele anunciou ontem seu ingresso ao partido, por onde será candidato à presidência da República.

A deputada Graça Paz, do PSL, vai apoiar o nome de Roberto Rocha na sucessão estadual, enquanto ex-prefeitos de peso caminham para lutar pelo projeto de reeleição de Flávio Dino, Chico Coelho, de Balsas.

Já o presidente estadual do partido, vereador Chico Carvalho, se mantém independente e reclama da falta de diálogo dos pré-candidatos a governador. Carvalho tem simpatia pelo nome de Roseana Sarney, mas garante que o partido só terá posição unificada depois de conversar com todos os postulantes.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...