Páginas

sábado, outubro 28, 2017

Véspera do Dia dos Servidores é marcado por manifestação contra o governo Cristino

Por Marcio Maranhão
Baixo número de participantes deixou Cristino otimista para enfrentar as próximas etapas do processo contra sua administração

Convocada pelo Sindicato dos Servidores Públicos Municipais – SINDSEPMA com apoio de outros movimentos, a manifestação “Todos por Araioses” ocorrida ontem 27, véspera do dia dos servidores públicos, não repercutiu como as anteriores. 

Vice-prefeito e a vereadora Abigail 
estiveram o tempo todo ao lado dos populares
Com uma pauta que prestigiava especialmente reivindicações e ameaças a direitos dos servidores públicos em geral e todos os araiosenses como um todo, como regularidade no fornecimento da merenda escolar, qualidade nos serviços de saúde, pagamento de salário dos servidores em dia, transparência nos gastos da prefeitura e moralidade na administração. Os próprios servidores, que até dias atrás reclamavam pelos quatro cantos do município por estarem com salários atrasados, não compareceram. Confirmando o que havia dito gente ligadas ao prefeito, que anteciparam na quinta feira 26 à nossa redação; que os araiosenses não são articulados, são medrosos e se acovardam em qualquer situação que precise mostrar a cara.

No caso específico dos servidores, pesou muito o fato do governo ter pago os salários atrasados no dia anterior, o que ficou mais feio à categoria, que não deu às caras nem em solidariedade aos contratados que amargam até quatro meses sem receber, demonstrando ainda mais o caráter interesseiro e egocêntrico do grupo.

Da parte da entidade sindical, os esforços foram feitos e várias outras ações estão sendo tomadas. Mas segundo os diretores, sem o apoio e o envolvimento dos sócios, muitas ações podem ser prejudicadas.



Muitos araiosenses, que diuturnamente reclamam nas redes sociais, também não compareceram. Fontes dos bastidores do Poder Executivo Municipal contam que o jogo começa a virar. “Sem apoio popular, oposição não tem força e nem moral para cassar Cristino, que está comemorando e ficará os quatro anos com certeza”. Não revelamos o nome do nosso informante para não criar constrangimento e atendendo dispositivo legal que garante o sigilo da fonte.

Embora o governo comemore o menor número de participantes nesta última manifestação. Todos os números sãos desfavoráveis à Cristino, que não goza de prestigio nem entre os seus contratados.

Outras manifestações devem acontecer ainda este ano, antes do fim dos trabalhos da Comissão Processante e em apoio aos vereadores, que precisam da força vinda das ruas, para se manterem firmes no combate à corrupção na administração pública.








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...