Páginas

quinta-feira, setembro 21, 2017

Cristino e o governo do abandono: Saúde é a pior de todos os tempos na administração do médico prefeito

Por Marcio Maranhão

Ao se deparar com a situação de calamidade no posto de saúde de João Peres, onde não bastasse a precarização dos serviços, a população ainda é obrigada a ser atendida em meio ao lixo espalhado por toda parte, condições insalubres em todos os ambientes, falta de remédios básicos e até água para beber. Servidores essenciais foram sumariamente demitidos e a população novamente paga pela má gestão do prefeito Cristino.

Por falta de vigia, o posto I de João Peres, que tem uma alta demanda e ainda atende vários povoados vizinhos foi assaltado na madrugada de segunda para terça feira, e ao chegar na unidade para registrar o ocorrido e denunciar o abandono daquela unidade, observamos situações muito mais graves. O posto estava lotado de crianças e idosos, que se exprimiam em um corredor totalmente escuro e quente, por falta de uma lâmpada e por estarem os dois ventiladores a meses quebrados, sem falar nos banheiros, salas de procedimentos e outros ambientes inadequadas para qualquer atendimento de saúde. 

Na tarde do mesmo dia à visita do Blog Marcio Maranhão, uma equipe foi ao posto para tentar sanar os problemas mais graves que já perduravam por quase um mês.

Vários outros postos de saúde no município vivem situação igual, o abandono é tanto que em outra realidade, estariam fechados pela vigilância sanitária para salvaguardar, ironicamente a saúde da própria população.

Na administração que não falta cartazes informando serviços inexistentes, fachadas e sinalizantes que só servem como peças decorativas. Servidores amargam mês após mês de atrasos em seus salários. E até o hospital já fechou as portas duas vezes em menos de um ano por falta de condições mínimas de atendimento.








Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...