Páginas

quarta-feira, junho 21, 2017

O preço de João Peres é menor que o valor de uma caçamba de asfalto

Embora o governador tenha dito recentemente em postagem pelo Twitter que a responsabilidade pela estrutura das estradas dentro das cidades é de integral responsabilidade dos prefeitos que tem a obrigação de cuidar de seus municípios, Cristino a muito se fingia de morto para a situação das ruas esburacadas de Araioses, principalmente no trecho dentro do povoado João Peres, aguardando o prometido recapeamento asfáltico do governador Flávio Dino.

Como a ação tem demorado, Cristino primeiro colocou o entulho da Igreja de São Sebastião, o que não resolveu, mas recentemente mandou colocar areia nos buracos, o que acabou causando alguns acidentes com ciclistas e motociclistas, e como era de se imaginar também não deu certo. Agora ele mandou colocar barro com pedra em uma mistura que estão chamando de “piçarra”. Resultado, uma grande nuvem de poeira se forma toda vez que passa um carro e para moradores e comerciantes a situação está insustentável.



Quando chover aquilo vai virar o maior lamaçal de Araioses, mas nem precisa avisar que dificilmente a grande obra de Cristino não vai durar por muito tempo por conta do grande tráfego de ônibus e caminhões na que é a principal via de acesso do município. E talvez quando a chuva chegar, não reste mais nem poeira para baixar.

Tudo porque o cidadão de Araioses não merece que o prefeito Cristino pegue uns dez mil desses que são gastos todo final de semana em festas ostentação para comprar de asfalto. O que em uma rápida e fácil busca na internet é possível encontrar a preços bem em conta, o que para uma prefeitura milionária como a de Araioses não seria nada.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...