Páginas

terça-feira, dezembro 06, 2016

ZORRA SE AMPLIA E GILMAR DEFENDE IMPEACHMENT DE MARCO AURÉLIO MELLO



247 – Na República Bananeira do Brasil, onde as leis deixaram de valer quando as forças conservadoras se uniram para afastar uma presidente eleita sem crime de responsabilidade (saiba mais aqui), o caos agora é total.

Nesta terça-feira, o ministro Gilmar Mendes defendeu nada menos que o impeachment do seu colega Marco Aurélio Mello, o motivo: Mello afastou por liminar o presidente do Congresso, senador Renan Calheiros (PMDB-AL).

"No Nordeste se diz que não se corre atrás de doido porque não se sabe para onde ele vai", disse ainda Gilmar (saiba mais aqui).

A queda de Renan coloca em xeque o projeto golpista, uma vez que o senador alagoano vinha colocando em pauta as medidas defendidas pela aliança PMDB-PSDB, como o teto de gastos e a reforma da Previdência.

O sucessor de Renan, Jorge Viana (PT-AC), já disse que não pretende levar adiante a PEC 55, que congela gastos por vinte anos.

Relembre outra polêmica recente de Gilmar, com o também ministro Ricardo Lewandowski:

http://content.jwplatform.com/previews/njKJGl65-DuilVqSN


Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...