Páginas

sexta-feira, novembro 25, 2016

Tragédia: Cai o teto da igreja de João Peres e toda a estrutura está comprometida



O desabamento aconteceu hoje 25, por volta das 9 horas,quando parte do teto e uma parede lateral vieram a baixo de uma única vez,se transformando apenas em um grande amontoado de escombros.

A Igreja de São Sebastião, padroeiro de João Peres é uma das mais importantes do conjunto arquitetônico histórico do município e da paróquia local, ao lado da própria Igreja Matriz Nossa Senhora da Conceição e a igreja de São José em Carnaubeiras. Todas de valor inestimável por conta de se confundirem com a história civil e a religiosidade da cidade. 

Felizmente, no momento da tragédia ninguém estava no interior do templo. Dona Bibi,que fazia a limpeza e que frequentemente era vista por ali no horário, hoje graças a Deus, havia saído momentos antes do desabamento.

A Igreja Católica de João Peres é responsável por abrir o calendário religioso da Paróquia Nossa Senhora da Conceição, promovendo um dos festejos mais populares do Baixo Parnaíba: O Festejo de São Sebastião entre os dias 10 a 20 de janeiro.

Com o desabamento, ficou a tristeza de muitos moradores que viram nos escombros, parte de suas próprias histórias. Dona Eliza, conta que quando criança, foi uma das pessoas que ajudaram a carregar pedras e tijolos que vinham em jangadas pelo rio, na própria cabeça do porto até o local da igreja. Sem saber precisar mais ou menos a época da construção, moradores consideram que o templo católico está próximo de completar 100 anos.

igreja-desaba-em-jp4

Particularmente, ao ver toda aquela destruição, fui tomado de grande tristeza. Grande parte de toda a minha vida foi vivida em torno daquele templo,quando ainda criança ajudava minha Vó Domingas a tocar o sino e ia para as reuniões da Legião de Maria e Apostolado da Oração,mesmo antes dos 8 anos de idade. Foi lá que me Batizei, fiz minha Primeira Eucaristia, fiz a confirmação do Batismo aos 15 anos, catequista por 10 anos, coordenador de vários grupos e fiz minha experiência vocacional. 

Com o desabamento parcial, é possível observar que a igreja construída no estilo Barroco, não tem condições mais de se manter de pé, em função dos materiais usados na época serem incompatíveis com os atuais, por se tratarem de cal e barro. Por mais que doa pelas lembranças e toda a história. O melhor a se fazer seria demolir toda a estrutura que ficou de pé e reconstruir outra igreja nova e mais moderna.

Os riscos com novas demolições existem, uma vez que as estruturas que ficaram de pé não subsistem sem a parte central que desabou como a torre e o altar mor. A polícia Civil e a Guarda Municipal estiveram desde o primeiro momento no local e isolaram tanto ao redor da igreja, quanto parte da Av. Treze de Maio, que passa ao lado do templo.

Mesmo diante da tragédia que marcará pra sempre a vida da comunidade, podemos observar a mão de Deus ao retirar irmã Bibi do local horas antes. E o fato que o local onde ficam as imagens, o altar de Cristo e o sacrário sagrado da Santa Eucaristia ficaram intactos.
















Marcio Maranhão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...