Páginas

quarta-feira, novembro 23, 2016

Policia Civil desarticulou quadrilha especializada em roubo de motocicleta que agia em Araioses

policia-prende

Durante um trabalho integrado entre as Policias Civil, representada pela Delegacia de Araioses e a Polícia Militar, que foi realizado na última segunda-feira (21), prendeu José Francisco Oliveira dos Santos Filho, vulgo “louro” e Isaías Silva Cipriano, todos suspeitos de pertencerem a uma quadrilha especializada em roubos e furtos de motocicleta na região do Baixo Parnaíba maranhense.

A operação que foi coordenada pelo delegado Raphael Reis, já vinha averiguado informações e denúncias da existência de um bando que agia nas proximidades de Araioses, cidade que fica à 306 km de São Luís. O ponto de partida para a prisão de José Francisco e Isaías Cipriano, foi dada a partir de uma denúncia que relatava que no início da manhã da última segunda-feira, uma motocicleta havia sido tomada de assalto na BR 345, em um povoado daquele Município. Fato esse que indicava a participação dos dois suspeitos.

Logo, equipes das Polícias Civil e Militar deram início as diligências no intuito de localizar o bando. O primeiro a ser preso foi José Francisco e com ele foi apreendido um revólver calibre 38 e duas motocicletas, sendo uma delas utilizada no último ato criminoso da quadrilha. Dando continuidade na operação, a polícia ainda prendeu Isaías Cipriano, que segundo informações do delegado, era o responsável pela parte dos desmanches e na distribuição das peças aos receptadores.

Os suspeitos foram conduzidos à delegacia para prestarem seus devidos depoimentos e averiguações sobre suas condutas. O delegado informou que ambos foram autuados em flagrante pelos crimes de associação criminosa, roubo duplamente qualificado pelo emprego de arma de fogo, concurso de pessoas e furto qualificado pelo emprego de chave falsa. A polícia continua as investigações para localizar o terceiro envolvido.

Vale frisar que “louro” era procurado da Polícia Civil do Estado do Piauí pelo crime de homicídio.

Por Anselmo Oliveira
Ascom/SSP
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...