Páginas

quinta-feira, novembro 17, 2016

Indignação: Duas semanas após várias denúncias mostrando as péssimas condições das ruas de Araioses, quase nada foi feito até agora



É bem verdade que as ruas de Araioses desde as obras das águas pluviais nunca mais foram lá grande coisa, mas nada se compara com a situação vergonhosa e calamitosa em que se encontra nestes últimos meses de 2016, que coincide com os últimos dias do atual governo, que parece está pouco se importando com a situação presente e a que entregará a nova administração.

Às vésperas das duas maiores festas religiosa do município, o festejo de Nossa Senhora da Conceição na sede e São Sebastião em João Peres, quando a cidade recebe muitos turistas e visitantes, a impressão que se tem é que não há nenhum planejamento e tudo está em estado total de abandono.


Moradores e comerciantes prejudicados pelos principais trechos danificados dizem não saber a quem recorrer. “Prefeitura, Ministério Público e vereadores todos passam por nossas ruas e conhecem a situação e ninguém faz nada, todo final de governo é assim, temos que esperar a nova administração começar os seus trabalhos para vermos novamente alguma coisa acontecer. Em 2012, Luciana deixou até trechos da Av. Dr. Paulo Ramos apenas na areia por mais de mês e não fosse a justiça nada teria sido feito. E agora temos que passar por essa humilhação toda de novo”, declarou dona Rosa que tentava desviar dos buracos no momento que fotografávamos as ruas para essa matéria.

Segundo a administração, equipes de manutenção estão nas ruas e vários trechos já estão sendo recuperados. Mas infelizmente os recursos são limitados e as demandas são constantes. “Enquanto estamos consertando um buraco, outros três ou mais aparecem em outro lugar e assim como a maioria dos municípios brasileiros, Araioses também passa por dificuldades, os recursos que entram nos cofres públicos já tem destinação certa e ainda temos que administrar em meio a bloqueios judiciais. Estamos priorizando o pagamento de todos os servidores e ações fundamentais nas áreas de saúde e educação que não podem esperar”. Declarou a assessoria do município que ainda afirmou que as manutenções estão acontecendo, só não no ritmo que gostariam e que é necessário, diante do tamanho do município, e pedem a participação da população, denunciando os atos de vandalismo e o tráfego de caminhões com carga acima do peso para que sejam responsabilizados pelos danos causados ao patrimônio que é de todos.



Segundo um comerciante que não quis se identificar, a prefeitura não pode constranger caminhoneiros a não circularem pelas ruas da cidade, porque o município não possui legislação que regule isso, como existe em vários municípios afora.

Enquanto tudo se resolve, nós pedestres, ciclistas, motoristas, motociclistas aguardamos...

Marcio Maranhão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...