Páginas

segunda-feira, outubro 17, 2016

Araioses: ainda sobre as eleições; o parabéns e a reflexão

Passado duas semanas e a euforia emocional dos vencedores e perdedores das eleições de dois de outubro, suponho que muitos dos sentimentos que àquelas primeiras horas eram presentes agora tenham se acalmado como poeira nos primeiros serenos.

Como qualquer gesto de reconhecimento da vitoria dos candidatos que saíram eleitos das urnas é logo interpretado por puxa sacos de plantão, candidatos a capachos e bajuladores a partir de 1º de janeiro, como tentativa de aproximação; dirijo agora os meus parabéns aos eleitos,sem deixar o senso critico,marca do nosso trabalho. Ao mesmo tempo, esclarecemos àqueles que temem a perca das promessas pessoais, que o lugar natural do blog Marcio Maranhão é na oposição, porque entendemos que em uma sociedade democrática e nas relações republicanas, a oposição é tão importante quanto qualquer situação, para manter o equilíbrio das forças e construir um governo que seja de fato para todos, ao invés de meia dúzia de parentes e privilegiados que geralmente arrudeiam o administrador.

Como fomos atacados em um primeiro momento apenas por termos anunciado os nomes dos vitoriosos, pelos novos e antecipadamente elevados a jagunços e secretários, nesse segundo momento, começamos em uma serie de matérias, a partir de hoje, a fazermos nossa análise, ouvirmos os protagonistas de todo o processo e darmos voz a expectativa dos araiosenses com relação à nova administração e deixarmos também para os leitores que se interessam, as nossas impressões...

Por agora parabenizamos Cristino e Manoel da Polo, que encararam com coragem uma das eleições mais concorrida do município. Desejamos que mantenham a mesma coragem para tomar as decisões necessárias e importantes para o município, sem medo de desagradar alguns poucos em prol do bem de todos. Que tenham o discernimento que faltou a muitos que já passaram por Araioses, que se permitiram ouvir a restrita panelinha em detrimento de tantos que tinham muito para contribuir, que fizeram um governo novo com os sentimentos velhos de administrações passadas, e o que pior, baseado no acirramento da disputa eleitoral que dura um pequeno período determinado e perseguiram durante quatro anos movido pelo ódio aos seus adversários na campanha.

Aos vencedores e perdedores, o tempo é de reflexão: O araiosense não aceita mais prefeito que administra olhando apenas para trás. Zé Tude culpou seu antecessor, Luciana responsabilizava seu insucesso a Zé Tude,Valéria dizia que recebeu o município quebrado por Luciana... Será que teremos que ouvir essa lenga lenga de novo. Não queriam tanto! Pois está ai o ônus e o bônus. Esperamos que do passado venham apenas às lições que darão condições de aperfeiçoar o presente e avançar no futuro... Luciana se achava superior aos demais poderes: esnobava os vereadores e fazia pouco caso do juiz e do promotor da cidade. Valéria orientada por seu pai negligenciou as instituições como o sindicato dos servidores públicos e rurais. Não sei até que ponto, tinham toda a razão ou razão nenhuma, o julgamento foi individual e ao que parece, a maioria julgou pela reprovação.

Para quem quer acertar, o passado tem mais lições de como fazer ou não fazer do que areia na praia e ainda há opção de inovar.

Cristino afirma que não gastou como os demais candidatos para se eleger,tenho lá minhas duvidas,mas, se sim ou se não, a afirmativa do candidato eleito só reforça sua responsabilidade: Ele não conseguiu nada,o povo deu pra ele administrar e sua postura tem que ser de enorme respeito e transparência com seus administrados.

Já se comenta que Cristino voltará à ativa, velhos nomes da política podre do município, inclusive colocando nossas finanças sobre os cuidados de quem já foi um dos responsáveis da ruína de Zé Tude, e todos sabem o porquê. Dito isso, quero sugerir dois ensinamentos que deviam ser considerados por quem realmente que promover “A MUDANÇA PRA VALER”. Um destes é muito simples e tem sua origem na sabedoria popular: Quem quer comer galinha, não bota a raposa pra vigiar o galinheiro, - E o outro quem os profere é o próprio Jesus em Mateus 9, 16-17:

Ninguém coloca remendo novo em roupa velha; porque o remendo força o tecido da roupa e o rasgo aumenta. Nem se põe vinho novo em odres velhos; se o fizer, os odres rebentarão, o vinho derramará e os odres se estragarão. Mas, põe-se vinho novo em odres novos, e assim ambos ficam conservados”. 

Estendemos também nossas felicitações a todos os 13 vereadores eleitos e rogamos que compreendam sua importância para a sociedade no exercício da função pública. E todos os demais candidatos que Deus conhece as capacidades e as intenções. Tenho certeza que estão sendo preparados para o melhor momento.

Marcio Maranhão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...