Páginas

quinta-feira, setembro 01, 2016

Flávio Dino, sem memória ou sem palavra?

Resultado de imagem para Flávio dino malParece que para os novos apadrinhados do governo Flávio Dino a coisa não está indo como planejado, aponto do comunista que antes tinha jurado neutralidade, agora arregaçar as mangas e ir para o campo com os seus.

Em recente artigo, o governador afirmou que a máquina governamental não atuaria em prol desse ou aquele candidato, mas de todos os maranhenses como versa o trecho seguinte:

“Aqui no Maranhão, a novidade será que os Leões que guardam o Palácio não mais rugirão em favor da campanha deste ou daquele candidato. Eles não mais perseguirão aos que se colocam contra este ou aquele grupo político. Este é um governo de espírito democrático, republicano, que não faz nem fará operações com dinheiro público para financiar qualquer candidato que seja como foi regra por 50 anos em nosso estado”.

Bonitas palavras, mas na pratica o que vem acontecendo é que o governador dia e noite tem manobrado de todas as formas para garantir o maior numero de amigos eleitos em outubro próximo.

Ora, se o governador vem participando da eleição puxando brasa para suas sardinhas, lógico que o governo vem com ele carregado de todas as formas. Só a titulo de exemplo, recentemente o governador recebeu no Palácio a ex-assessora Simone Limeira, e no dia seguinte as máquinas já estavam trabalhando em Grajaú. Foi à Raposa com todo maquinário, assim como em diversas outras cidades e aqui em Araioses não em sido diferente,oportunamente alguns serviços começaram a aparecer do nada e maquinas desfilam de vez enquanto por ai.

Em março deste ano, Flávio Dino disse também durante o lançamento do “Diálogos por Paço”, algo interessante e que agora está provado que não passava de retórica barata. Dino foi taxativo ao dizer que será leal somente com quem esteve com ele na eleição ao Governo do Maranhão.

“Vou ser leal com quem foi comigo. Meus aliados são os que andaram no sol e na chuva comigo. Quem chegou depois eu abraço, mas não tiro o lugar de quem esteve comigo no sol e na chuva”, disse o comunista.

A declaração de Flávio Dino foi direcionada aos ‘balaios’ que faziam parte do grupo Sarney e que agora fazem parte do seu governo.

Nem precisa citar nomes, porque são muitos, Mas aqui em Araioses são poucos e conhecidos. E novamente o governador deu para trás.

Basta lembrar o que fez com Manoel da Polo que o apoiou integralmente e teve a porta batida na sua cara,enquanto a outra candidata que apoiou senador e deputado do grupo Sarney foi agraciada com um dos maiores salários do governo e o apoio total no município.

Mas o cumulo da falta de palavra ou da falta de memória é que dias após de publicar artigo afirmando que não intervirá nas campanhas municipais em prol de apadrinhados, querendo se distanciar da pratica dos sarneysistas, Flávio Dino faz muito pior, dar apoio com a máquina estatal e ainda grava vídeo pedindo votos para seus apadrinhados.

Marcio Maranhão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...