Páginas

sábado, julho 30, 2016

Prefeita Valéria em direito de resposta ao blogueiro Luís Cardoso

Prezado Sr. Luis Cardoso, mais uma vez estou aqui usando do direito de resposta para contribuir com o leitor na interpretação de matéria feita por você

Vamos aos pontos que destacarei – não para responder ao que você escreveu ou para demovê-lo das suas verdades, mas para de modo respeitoso levar ao conhecimento do leitor a outra face da moeda:

1 – acredito que você não conhece a cidade de Araioses. Estamos falando de um município com 78 anos de emancipação e com mais de 70 (setenta) povoados que em sua maioria, em torno de 49, não tinha acesso a água encanada. Pois bem, em menos de 3 anos, na minha gestão, foi colocada água encanada em 36 povoados;

2 – o problema da água relatado por você não é responsabilidade do município, existe um órgão chamado CAEMA, imagino que o Sr. tenha conhecimento, que detêm o sistema de água e esgoto de Araioses – assim como a maior parte das cidades do Maranhão. Esse é o órgão concessionário de pagamentos do cidadão Araiosense, de responsabilidade do Governo do Estado, e neste caso, seja o povoado de Carnaubeiras, seja a sede, existe uma responsabilidade direta que não sei por qual motivo o Sr. reporta a minha pessoa e deixa de fora o ente público de maior relevância e responsabilização quanto ao assunto objeto da sua matéria;

3 – caso o Sr. também não tenha sido informado, ou o seu conhecimento da realidade de Araioses não lhe permita alcançar, um dos componentes do baixo IDH de Araioses é exatamente a variável água e esgoto e pasme, Sr. Luis Cardoso, em um município com 78 anos de emancipação, fico aqui me perguntando aonde o Sr. estava nos anos anteriores à minha gestão e por qual motivo, ao reportar a mim uma responsabilidade que não tenho, o Sr. esquece de mencionar que mesmo não sendo minha responsabilidade, em menos de 3 anos busquei cumprir minha promessa de campanha: levar água a tantos povoados que dela necessitavam e cuja capacidade produtiva e de sobrevivência estavam fortemente impactados por falta de um bem tão precioso;

4 – sobre eu viajar com a minha família, apesar de não ter que lhe dar satisfação específica quanto a este assunto, o Sr. coloca fotos minhas no Rio de Janeiro e em Gramado. A pergunta que deixo aqui para o Sr. é: aonde está informando ser proibido que uma jovem como eu, que sempre viajei com a minha família, antes mesmo de ser Prefeita, agora não posso mais tirar uma semana de férias e viajar? Outra coisa: não teria eu condições para pagar uma viagem dentro do Brasil, para destinos que tanta gente (imagino que até mesmo o Sr. ou algum familiar seu), já deve ter ido? Mais um adendo sore o seu texto: pesquise minha vida antes de eu ser Prefeita. Eu já vivia antes do salário que recebo como Prefeita. As fotos que o Sr. postou não são ostentação, são uma manifestação natural de todo e qualquer jovem da atualidade. Ou será também que em se tratando da minha pessoa é algo pernicioso? Imoral? Ilegal?

5 – quanto à foto do Felipe, pessoa com cédulas na mão, que dão um total de mil reais, é um servidor público da Secretaria de Saúde, não é meu assessor como o Sr. afirma, mas sim, funcionário do município e entendo que ele pode fazer o que quiser do salário que recebe. Não posso ser culpada ou condenada pela atitude de terceiros – acredito que nem mesmo o Sr. com seus filhos, sua família de um modo geral ou pessoas que trabalhem com o Sr. devam ser objeto de julgamento por atitudes de terceiros, alheios à sua vontade ou orientação ou aos nossos valores. 

Posto isso, tenho a mais absoluta certeza que o leitor fará sua análise de modo justo e ao contrário do Sr. ou de algum apaixonado por ideologias políticas ou politiqueiro de plantão, haverá de avaliar o que fiz no quesito água para as famílias de Araioses como algo positivo e não criticar sem conhecimento de causa. 

Agradeço desde já a postagem desta resposta no prazo máximo de 24h.

Valéria Cristina Pimentel Leal
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...