Páginas

quinta-feira, julho 14, 2016

É preciso barrar a especulação imobiliária em Parnaíba

Campos Filho (2001, p. 48) define especulação imobiliária, em termos gerais, como "[…] uma forma pela qual os proprietários de terra recebem uma renda transferida dos outros setores produtivos da economia, especialmente através de investimentos públicos na infraestrutura e serviços urbanos[…]".

A especulação imobiliária caracteriza-se pela distribuição coletiva dos custos de melhoria das localizações, ao mesmo tempo em que há uma apropriação privada dos lucros provenientes dessas melhorias. Estamos vivendo nos últimos anos em Parnaíba um processo de especulação imobiliária absurda, chega a quase igualar-se à corrupção.

Podemos observar que isto vem acontecendo em nossa cidade. A exemplos de algumas áreas que estão sendo super valorizadas e com isto a especulação concretizada. Exemplos: terrenos que ficam entre o centro da cidade de Parnaíba e IFPI; terrenos que ficam entre o centro da cidade é a construção do "Minha Casa Minha Vida", todas essas área passaram por investimentos públicos, valorizando terrenos, porém, os beneficiários foram especuladores.

A especulação imobiliária é danosa porque além de gerar lucro somente para os especuladores, que são bem poucos , acaba por concentrar pessoas em áreas desprotegidas do Poder Público, onde não há hospital, escolas, postos policias e, principalmente, algo que prejudica muito em nossa cidade: a falta de transporte público.

O deslocamento de boa parte da população para áreas distantes do centro da cidade dificulta seu acesso á algumas necessidades básicas, como: saúde, escolas, cartórios e bancos, uma vez que Parnaíba não disponibiliza de transporte público e assim o problema agrava-se ainda mais. Para os estudantes e trabalhadores da nossa cidade estes se tornam as maiores vitimas. Trabalhadores em seu horário de almoço não têm como ir para casa , pois com a não existência de transporte publico , ele não tem tempo de ir e voltar em tempo hábil para o trabalho; estudantes acabam abandonando a escola, acarretando um outro problema- a evasão escolar induzida. E se o cidadão for trabalhador e estudante ao mesmo tempo ai pronto, ele está desprotegido de vez
Quais seriam as prováveis soluções? Um IPTU progressivo e a contribuição de melhoria permite que o poder público cobre dos proprietários beneficiados por obras de melhoria urbana o valor do investimento.

Tarefa difícil, mas não impossível.

Por Lucivaldo Quixaba
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...