Páginas

quinta-feira, maio 05, 2016

Araioses está entre os municípios que receberão o Projeto Rondon no Maranhão

Técnicos da Seejuv e Sedihpop reúnem-se para definir municípios que receberão edição 2017 do projeto Rondon no Maranhão. Foto: Divulgação
Técnicos da Seejuv e Sedihpop reúnem-se para definir municípios que receberão edição 2017 do projeto Rondon no Maranhão. Foto: Divulgação

O Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado Extraordinária da Juventude (Seejuv), e Secretaria de Estado de Direitos Humanos e Participação Popular (Sedihpop), definiu os 10 municípios que deverão receber as ações da edição 2017 do Projeto Rondon Regional no Maranhão. A indicação dos municípios aconteceu durante reunião nesta terça-feira (3) que contou com a participação do superintendente de Políticas Públicas da Seejuv, Laércio Carvalho; do assessor de Planejamento, Caio Carvalhal; do técnico da Secretaria Extraordinária de Políticas Públicas, Victor Muniz; e das técnicas da Secretaria Adjunta de Promoção de IDH, Zeny Pinheiro e Joelma Santos.

A ação, que é resultado de parceria da gestão estadual com o Ministério da Defesa, ocorrerá em julho do ano que vem em municípios com baixo Índice de Desenvolvimento Humano (IDH) do estado, tais como Água Doce do Maranhão, Santana do Maranhão, Belágua, Primeira Cruz, Aldeias Altas, São João do Sóter, Santo Amaro do Maranhão, Araioses, Milagres do Maranhão e Afonso Cunha.

O Projeto Rondon Regional integra o plano de ações definido pelo governador Flávio Dino para a juventude maranhense e reforça o compromisso da gestão estadual em promover a participação de jovens no desenvolvimento sustentável dos 30 municípios incluídos no Plano ‘Mais IDH’, do Governo do Estado.

A escolha dos municípios leva em conta, primeiramente, o fato de estarem inseridos no Plano ‘Mais IDH’, e a questão da interligação geográfica desses municípios, o que possibilita a conjugação das ações que serão desenvolvidas pelos rondonistas durante a operação. “As técnicas da Sedihpop presentes na reunião, enviarão à Seejuv, um documento com as ações em desenvolvimento nos municípios via plano ‘Mais IDH’. Tal proposição visa alinhar as ações do plano com o Projeto Rondon”, explicou Laércio Carvalho, superintendente de Políticas Públicas da Seejuv, que coordena o Rondon no estado.

A técnica da Secretaria Adjunta de promoção de IDH, da Sedihpop, Zeny Pereira, destacou a importância do projeto Rondon como estratégia do grande projeto do Governo do Estado melhorar os índices sócio econômicos dos municípios mais pobres do Maranhão. “O Rondon é uma ação de extrema importância para a população do Maranhão, em especial aquelas que estão nos municípios mais pobres, pois além de levar diversos serviços que influenciam no seu desenvolvimento, o projeto consegue estabelecer uma relação de empoderamento nas pessoas”, comentou.

Marcas positivas

A primeira edição regional do projeto Rondon no Maranhão recebeu o nome de ‘Operação Bacuri’ e foi realizada em janeiro desse ano em Bacuri, Serrano do Maranhão, Pedro do Rosário, Conceição do Lago Açu e Governador Newton Bello. A ação que durou 15 dias, envolveu mais de 100 jovens e professores universitários de sete Instituições de Ensino Superior, públicas e privadas do estado, que desenvolveram palestras e oficinas, beneficiando mais de 30 mil pessoas.

Para a secretária de Estado da Juventude, Tatiana Pereira, a primeira edição do projeto Rondon Regional deixou marcas positivas, o que levou o Governo do Estado e o Ministério da Defesa decidir pela realização de uma segunda edição. “A ‘Operação Bacuri’ teve muitos resultados positivos. Por isso mesmo, conseguimos continuar a parceria com o Ministério da Defesa para mais uma operação no Maranhão, considerando a importância do Rondon para os jovens universitários que colocarão em prática, de forma humanizada, os conhecimentos adquiridos na academia e, também para a população dos municípios que receberão as ações do projeto e durante 15 dias terão aprendizado e serviços, que certamente deixará marcas positivas”, ressaltou.

No último dia 19 de abril, Tatiana Pereira e o superintendente de Políticas Públicas, Laércio Carvalho, participaram de uma reunião no Ministério da Defesa, em Brasília, com representantes da coordenação nacional do Projeto Rondon, reafirmando a parceria entre os governos estadual e federal e marcando o início das articulações para a realização da segunda edição regional do projeto Rondon no Maranhão.

Na edição 2017 do Rondon, instituições de ensino superior de outros estados também poderão enviar projetos para participar da operação no Maranhão. “A perspectiva é que sejam 50% dos projetos de universidades maranhenses e os outros 50% de universidades de outros estados”, finalizou a secretária Tatiana.

Governo do Maranhão
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...