Páginas

sexta-feira, abril 22, 2016

Desacato e resistência - Delegada do DF é presa em bar de Goiânia


A delegada da Polícia Civil do Distrito Federal Érika Borges Moura do Amaral, 45 anos, foi detida na noite de quinta-feira (21/4), pela Polícia Militar de Goiás, após uma briga no bar Mönch Bier Pub, em Goiânia. Segundo a ocorrência, a mulher estaria alterada e teria agredido funcionários do estabelecimento. Um vídeo da delegada se debatendo dentro da viatura da PM, informando que é parente de uma juíza e também do governador de Rondônia, está repercutindo na internet.

De acordo com o boletim de ocorrência, a delegada teria se recusado a acompanhar os militares à Central de Flagrantes. Um policial deu voz de prisão e algemou a policial que, a todo momento ofendia os PMs com xingamentos. Ela chegou à Delegacia de Polícia dentro do camburão e ainda descontrolada. Na unidade policial, ainda de acordo com a ocorrência, ela teria xingado os delegados de plantão. Erika foi detida e autuada por desacato e resistência à prisão.

A fiança estipulada pela delegacia foi de R$ 7.750, metade do salário da servidora.

Em nota, a PCDF informou que ainda não foi notificada oficialmente sobre o fato. "Quando isso ocorrer, o caso será encaminhado à Corregedoria-Geral da PCDF", disse. A Comunicação da Polícia Civil do DF se negou a informar em qual delegacia Érika está lotada, mas a reportagem apurou que ela é da Delegacia do Meio Ambiente (Dema) e não ocupa cargo de chefia.
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...