Páginas

quarta-feira, abril 15, 2015

Falta de políticas ambientais e ausência do poder público, faz recursos naturais de Araioses serem explorados de maneira desordenada e perigosa

Por Marcio Maranhão
É de conhecimento que nosso município é rico em recursos naturais e que se fossem geridos com os devidos cuidados, gerariam receitas para as contas do município, empregos para os araiosenses e principalmente, protegeriam o meio ambiente da exploração desordenada e da ganância de alguns poucos que só querem lucrar a qualquer custo.

Casos de abusos são freqüentes nos quatro cantos de Araioses. E depois de nos acostumarmos a ver nossas belezas naturais sendo exploradas e enriquecerem empresários de outras cidades. Agora também nossos minérios, por acomodação das nossas autoridades do poder executivo e legislativo, saem daqui a preços escravistas para Tutóia, Parnaíba, São Bernardo e outros municípios, e os que são usufruídos pelos araiosenses são vendidos a preços faraônicos.

A falta de controle e gestão municipal, tem criado tensão em algumas comunidades próximas às fontes dos recursos e a destruição do meio ambiente se tornou inevitável.

Fato observado no povoado Santa Rita, onde denuncias de moradores dão conta de loteamento desordenado para retirada de areia para construção em áreas que deveriam ser protegidas.

Segundo os moradores, que por medo de represália preferiram não se identificarem: Em Santa Rita ha vários tipos de areia, todas de ótima qualidade para construção civil. E por conta disso, pessoas cercam com arames farpados grandes áreas e de uma hora pra outra se denominam proprietários das terras. Retiram os minérios até o seu esgotamento e depois cercam outras áreas.

A ganância coloca ate o principal acesso da região em situação de risco e o fornecimento de energia de toda a comunidade pode ser comprometido, porque a exploração não dispensa nem o em torno do poste da CEMAR.

Diante do exposto, novamente gostaria de perguntar a nossos vereadores, o que fazem na Câmara de Vereadores, alem de bajular a prefeita e proteger os empregos de parentes e amigos (FALO DA GRANDE MAIORIA DOS EDIS, QUE ATUALMENTE COMPÕE A BASE DO GOVERNO DE VALERIA), esquecendo os temas fundamentais ao desenvolvimento do município e as causas de todos os araiosenses.

Onde está o plano diretor da cidade que nunca foi completado desde o mandato de Pedro Henrique?

Cadê o cumprimento da moralidade na contração de parentes previstos em tantas leis inclusive na Lei Orgânica do Município de Araioses?

Nossa cidade precisa de muitos dispositivos para nos ajudar a crescer, para nos proteger de concorrências desleais e principalmente para definir regras para toda essa bagunça que é nosso município.



Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...